Sanções valentes e imortais

(João Quadros, in Jornal de Negócios, 08/07/2016)

quadros

 João Quadros

 

Pode ser fanfarronice, derivado de estarmos na final do Euro 2016, mas já entrei numa fase em que bem me podem ameaçar com sanções da CE que não levo a sério.


Não adianta o Schäuble fazer ameaças porque o que os portugueses temem é a final do Euro e os pontos na carta de condução.

Mais uma vez, a CE empurrou com a barriga as sanções contra Portugal e Espanha. A decisão sobre possíveis sanções foi adiada para o Ecofin. Será que estão à espera que o Schäuble faça a revisão dos 5 mil quilómetros?! Isto de procrastinar decisões é muito português – cuidado, CE, estão a ganhar vícios. Não deixes para amanhã o que podes sancionar hoje.

A CE, como pai, é miserável. Esta ideia de ir adiando castigos é de quem não leu tratados nem o livro do Doutor Benjamin Spock. Ninguém consegue levar a sério esta gente. Decidam-se! As sanções da CE são piores do que o tratamento de canais, já é a terceira vez que lá vamos. Sejam valentes ou parem com ameaças. Tanta pressa para o Reino Unido invocar o artigo 50 e não são capazes de tomar uma decisão com os pobres ibéricos. É melhor deixarem para Setembro, porque sanções boas são nos meses com R. Está visto que ficamos com a sanção de França. Toda esta falsa valentia popular da CE dá vontade de citar o grande Quim Barreiros: o melhor dia para as sanções é o 31 de Julho porque depois entra Agosto.

Sobre Schäuble, já pouco mais se pode dizer. Schäuble é a falha de Santo André da UE. Um dia destes… Sobre as declarações de Passos, sobre as declarações de Schäuble, “mostram que a desconfiança instalou-se”, podemos dizer que por muito menos prenderam o espião português que vendia segredos aos russos.

A CE gosta de fazer os outros de parvos, daí Durão ter sido presidente da dita. Já todos percebemos que o castigo não são as sanções, mas sim tentar obter o que se quer, com os adiamentos de possíveis sanções. Antigamente, chamava-se chantagem. Maria Luís, desta vez, falou verdade quando disse que não haveria sanções se ela ainda fosse ministra das Finanças. Não é a esquerda que é anti-UE. É a UE que é anti-esquerda. A Catarina Martins vai ter de se vestir como a Maria Luís e o Costa vai ter de aprender a fazer papos de anjo.

Não sei se a CE vai insistir muito mais tempo nesta táctica sádica de “castigar o passado, mas com um olho num futuro de redenção”, sabendo que o Brexit está longe de ter dado que falar e o Deutsche Bank ainda não começou a ser falado. O que é certo é que se a CE resolver deixar a “geringonça” de Costa em paz até ao fim de 2016, quem vai ter de arranjar um plano B é Passos Coelho.


top 5

Sanções
1. “A PJ apreendeu várias obras de Paula Rego a Diogo Gaspar, ex-director do Museu da Presidência – A minha esperança é que este Diogo Gaspar tenha roubado alguma coisa ao ex-Presidente Cavaco Silva. Sempre era uma novidade.

2. Expresso: “Bombistas suicidas do aeroporto de Istambul eram da ex-União Soviética” – Há o risco de os próximos serem da ex-União Europeia.

3. Passos Coelho: “este discurso pão, pão, queijo, queijo de quem acha que Portugal está no caminho do incumprimento…” – “Para trás mija a burra” , etc. Passos é o nosso Tino de Massamá.

4. Grupo Impresa (Expresso, SIC) envia convites para a Universidade de Verão do PSD – A seguir, o jornal Público vai enviar uma camisola amarela aos leitores.

5. Fraude na gestão do museu da Presidência da República – Também gostava que investigassem quem ficou com os cavalos todos do Museu dos Coches.

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s