O rei dos faquires

(Por Estátua de Sal, 16/11/2016)
passos_diabo
Os faquires indianos são conhecidos por engolir fogo, facas e outros objectos estranhos e cortantes. E não é truque é mesmo assim. Mas, julgando eu que a Índia é um local longínquo, que o Vasco da Gama já se finou há séculos, que já não riscamos nada nos territórios que por lá tivemos como Goa, Damão e Diu, afinal a India não é assim tão longe porque o País herdou, na pessoa de Passos Coelho essa técnica milenar dos faquires que lhes permite engolir seja lá o que for.
Ontem, perante a revelação de que o crescimento do PIB no 3º trimestre em Portugal foi o maior da União Europeia, Passos teve que engolir o Diabo. Hoje, a Comissão Europeia deu luz verde ao projeto de Orçamento para 2017, e cancelou a fantochada do dossier das sanções e dos cortes nos Fundos Estruturais. Passos, a esta hora, como verdadeiro faquir deve estar deitado numa cama de pregos.
Engolir o Diabo já é um feito só ao nível dos faquires de classe superior. Mas, a acrescer a isso, conseguir engolir o PIB, o Orçamento, as sanções, tudo de uma assentada, já só está ao nível de um campeão lendário da modalidade.
Já ontem lhe recomendei, como último recurso, marcar consulta no Bruxo de Fafe, que até aceita o agendamento de consultas na página que tem na internet, ver aqui.   Já não sei que mais lhe receitar para lhe amainar a azia de tanto engolir em seco. Não sei se o mande emigrar, como ele fez aos jovens deste país, não sei se o mande dedicar-se à pesca de gambuzinos e diabinhos feios, não sei se o recomende para a Arrow fazer penteados à Maria Luís Albuquerque, já que na Goldman Sachs, ao lado do Barroso não o vão querer, seguramente, porque não lhe reconhecem os diplomas da Universidade de Verão do PSD e porque o Barroso chega e sobra para as encomendas.
A vida está difícil para Passos Coelho. Ele engole tudo o que corta com grande apetite e facilidade. A ver vamos se ainda tem estômago que chegue para engolir a enxurrada que se avizinha no horizonte: há quem engula todos os garfos, por muito aguçados que sejam, mas que se veja aflito para engolir um fio de riacho, quanto mais um Rio inteiro.
Passos que se cuide ou engole o Rio ou, à falta de melhor, só lhe restará fazer uma plástica e candidatar-se à liderança da JSD.

2 pensamentos sobre “O rei dos faquires

  1. Os remediados que votam psd devem andar loucos de azia e dor de corno.
    Obviamente que votar na gente fina é quase como se o totoloto estivesse garantido.
    Esta coisa de desprezar os xuxas e todos os de esquerda é fino e de bom tom.
    Quando o nosso/deles, grande clube desportivo perde há quase a certeza de que no proximo fim de semana o trinador faz das tripas coração e a mágoa passa.
    Mas na da politica a coisa é mais dura.
    São 4 longos e infindáveis anos de amargura, revolta, impotencia, vergonha, frustração etc… etc…
    Que chatice, os vagabundos dos pobrezinhos estão a dar cartas e o motor da geringonça está afinadinjo e pronto para passar nas próximas revisões.
    Mas os patrões deviam-se alegrar… pois funcionario felizes criam riqueza para que eles os tristes empresários possam mudar de amante, porche, casa de campo e de praia…

    Liked by 1 person

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s