E o Ricardo estava mesmo ali!

(In Blog O Jumento, 19/01/2017)
ricardosocrates1
Primeiro descobriu-se que Sócrates tinha de ser corrupto, a seguir descobriram que o dinheiro do Sócrates estava nas contas do amigo. Como o amigo era administrador de uma empresa que trabalhava para o Estado tinha que ser ele o corruptor, Mas azar do dito, a empresa do amigo tinha tido mais contratos com a direita do que com o Sócrates, isto é, se o dinheiro tivesse vindo do Grupo Lena o sofisticado software do inspector do fisco mais a sua super equipa ainda teriam que vasculhar nas contas do Passos, do Portas e até mesmo do genro de alguém mais influente. A pista tinha de ser outra.
E onde é que cheira mais a dinheiro? É óbvio, qualquer canídeo com faro especializado no vil metal sabe que o cheiro a dinheiro vem do sul, cheira a África, logo a pista do dinheiro teria de ir dar a Angola e aos muitos negócios aí realizados. Jogo perigoso, o único capítulo em que os angolanos são rigorosamente apegados aos valores da democracia é na distribuição de patacas por tugas gulosos.
Angola não era boa ideia, talvez a Venezuela, quem não se lembrava do Magalhães? Era isso, vamos já investigar a empresa do Magalhães, o navegador que deu a volta ao mundo para acabar nos entrefolhos dos bolsos das calças do Sócrates que, afinal, não era do Sócrates, tinham sido compradas pelo amigo mas este em vez de as provar deu as medidas de calça do primeiro-ministro. Aliás, acho mesmo que as medidas dos primeiros-ministros e do presidente da CGD também deviam ser depositadas no Tribunal de Contas.
Mais um azar, o super investigador de Braga tinha de continuar a sua rota do dinheiro, o negócio estava mesmo ali ao lado, não era na Venezuela, mais a sul, no Brasil, como é que não tinham visto logo? Mas não era no Lavajato, já tinham pedido ajuda aos super juízes brazucas, mas nada, o negócio tinha de ser na Oi. Doi, doi mas não deu em nada, feita a circum-navegação do pilim, o arcebispo virou-se para o país e aí o dinheiro pecaminoso tinha de estar no Algarve, em Vale do Lobo.
Estava mais do que provado, já não haviam dúvidas, Sócrates tinha-se abotoado com o dinheiro por conta de um esquema de licenciamentos. Mas o azar tem destas coisas e até o líder do PSD de Faro, autarca de VRSA e amigo de Fidel Castro veio desmentir. Eis que de repente e a um mês do último prazo dado para concluir a acusação bingo! Estava-se mesmo a ver que tinha de ser o Ricardo Salgado a ter desembolsado a massa!
A investigação tem destas coisas e da mesma forma que Deus faz justiça por linhas tortas, os novos investigadores a fazem com linhas trocadas. No primeiro mês da investigação concluíram da culpa de Sócrates, provaram que tinha recebido milhões. Passados anos de investigações descobriram o móbil do crime e o corruptor. Vá lá, Sócrates é um gajo com sorte, pode dar-se por feliz pois com este tipo de justiça podia muito bem ter sido julgado e executado primeiro e só depois investigado, tudo dentro dos prazos legais generosamente concedidos, alargados e aprazados pela procuradora-geral.

É uma pena que o prazo esteja mesmo a acabar pois há uma dúvida que subsiste, haverá alguma relação entre o luxuoso patrocínio concedido pelo BES a um congresso organizado pelos magistrados do MP e o dinheiro dado a Sócrates?
É uma pena que o fiscal de Braga não tenha tempo para investigar mais despesas com férias, da mesma forma que andou a ver quem pagava as férias de Sócrates, podia muito bem investigar se houve alguma relação entre os negócios de Sócrates e os passeios das dondocas dos magistrados que estiveram no congresso. Enfim, com a criatividade imaginativa da justiça e com Sócrates e Salgado metidos no negócio tudo é possível. Querem ver que foi o amigo de Sócrates a pagar os salgadinhos no luxuoso hotel Tivoli Marina, uma espécie da versão hoteleira dos sapatos da Prada?
Anúncios

7 pensamentos sobre “E o Ricardo estava mesmo ali!

  1. Já gastaram anos e milhões investigando países em todos os pontos cardeais e todos os lugares onde Sócrates foi, ou mesmo não pôs os pés, à procura de um papelinho comprometedor ou alguém que desse uma dica contra, ou se deixasse corromper para fornecer o tal papelinho ou a tal dica que precisam para poder condenar a qualquer custo.
    Já tinham requerido os papelinhos todos dos gastos individuais de todos os ministros do governo Sócrates para detectarem qualquer almoço, viagem, compra ou ida “às meninas” financiado pelo dinheiro público e nunca mais se soube nada dessa investigação.
    Foram à caça com a matilha do ‘cm’ à trela e até prenderam o leão objecto da caça e enjaularam-no pensando que uma vez preso estava condenado e não seria mais preciso julgamento e tudo sem qualquer preocupação com a legalidade democrática da aplicação da justiça. Fizeram-se de donos da justiça para praticarem a injustiça por vingança enquanto reverenciavam e bajulavam os “donos disto tudo”, enquanto o foram, para sacar patrocínios para realizar congressos como férias pagas.
    Quando viram o “ddt” que antes bajulavam cair em desgraça acharam que estava ali o elemento ideal para montar um esquema de ínvias ligações que “explicasse” a corrupção de Sócrates, seu alvo e bode expiatório de toda a vingança magisterial.
    Não investiga o MP se as habituais e dedicadas reuniões na casa de RS para decidir quem vai a eleições financiado pela família configura ou não caso de corrupção ou investiga os financiamentos do banqueiro a políticos e associações de magistrados. Pudera, se para o imaginário do nosso MP foi Sócrates e alguns amigos seus que cometeram todos os crimes de corrupção que houveram, então todos os outros portugueses são impolutos e estão fora de qualquer suspeita.
    Se o juiz alemão que, ao ler os fundamentos do mandado de captura do Lalande, lesse a gigantesca lixeira de papelada com insinuações e esquemas inacreditáveis de ligações “para corrupção”, mandava prender imediatamente todos os que tinham gasto rios de euros ao erário público para satisfazer um ódio particular e pessoal.

    Gostar

  2. Claríssimo! Todos os milhões são ganhos de forma impoluta! A culpa é dos miseráveis, miseráveis porque não merecem outro destino!
    A seguir reproduzo um artigo publicado no site Saúde IG, no subtítulo «curiosidades» dedicado ao cancro:
    ««Câncer é a palavra latina para caranguejo, um animal capaz de se agarrar com tenacidade a outros animais por causa de suas patas, que têm uma enorme capacidade de se grudar às presas.
    Estudos recentes demonstraram que os micro tentáculos formados pelas células cancerosas podem desempenhar um papel fundamental na metástase. Ao formar estas estruturas, as células cancerosas se desgrudam do tumor primário e passam a circular no sangue como barcos a remo até encontrar um novo tecido.
    Atualmente, milhares de dólares são investidos em pesquisas para o desenvolvimento de novos medicamentos contra o câncer. Uma abordagem bastante promissora é a nano medicina, que consiste na manipulação de nano partículas (moléculas 90 mil vezes menores do que a espessura de um fio de cabelo) para a entrega de fármacos apenas às células cancerosas. Outra abordagem interessante é a utilização de vírus reprogramados para encontrar, modificar e destruir as células do câncer.
    A alimentação pode diminuir o risco de uma pessoa desenvolver o câncer. Sabe-se, por exemplo, que o consumo frequente de carne bem passada pode aumentar as chances de câncer de bexiga. A ingestão de álcool durante a gravidez aumenta o risco de o filho desenvolver leucemia no futuro. Farelo de trigo, rico em vitamina B6, pode reduzir o risco de câncer de pulmão pela metade. Azeite de oliva e suplementos de óleo de peixe protegem contra o câncer de mama.»»
    A sociedade humana é como um corpo e como tal padece das doenças correlativas sob definições diferentes. As semelhanças dão para todas as interpretações e acomodações….

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s