Passos Coelho e a “capacidade económica”

(Por Estátua de Sal, 08/10/2016)

fumeiro_passos

 

“Falando em Vila Verde, durante uma visita à Festa das Colheitas, Passos Coelho considerou “preferível” as pessoas pagarem impostos em função da sua capacidade económica em vez de o fazerem em função das escolhas que fazem quando consomem.”

via Passos acusa Governo de privilegiar aumento dos impostos indiretos — Expresso


Mas que confusão ó Pedro, andas mesmo baralhado! Então e as escolhas que as pessoas fazem quando consomem não dependem da sua capacidade económica? Se eu decidir comprar um Mercedes em vez de um Fiat isso não tem a ver com a minha capacidade económica? Se eu decidir comprar bife da vazia em vez de frango isso não tem a ver com a minha capacidade económica?

Além da falta de autoridade moral que tens porque aumentaste os impostos dos portugueses – e não foi só dos que adoram açúcar, pastéis de nata e comida  apaladada -, foi de  TODOS! Isto é, aumentaste os impostos INDEPENDENTEMENTE DA CAPACIDADE ECONÓMICA DE CADA UM.

Foi tudo a eito: pobres, ricos e remediados, mas os pobres em maior percentagem relativa como o estudo recente, que o teu amigo Marco António quis denegrir, veio a mostrar.

E mais: não se percebeu o que fizeste ao dinheiro porque a dívida aumentou no teu pontificado, o PIB baixou, a população ativa baixou, o emprego caiu, os serviços públicos pioraram.

Ao menos na governação da geringonça sempre se vê qualquer coisita: sobem as pensões mais baixas, sobe o salário mínimo, sobem prestações sociais, repõem-se feriados que tu cortaste, repõe-se ordenados que cortaste à revelia da Constituição.

É curioso que não tenhas propostas para apresentar na discussão do Orçamento de Estado que aí vem. E sabes porque dizes que não tens propostas?

És um finório. Dizes que não tens propostas porque as únicas que terias para apresentar seriam exatamente as mesmas que levaste à prática durante quatro anos! As tuas propostas, portanto, são uma espécie de “conto do vigário” da política. Mas tal como no velho conto do vigário há sempre quem caia nas tuas falas melífluas, levado pelo sonho legítimo de poder vir a ter uma vida melhor.

Se te estás “nas tintas para as eleições”, sê frontal, sê um homenzinho de uma vez por todas. Diz ao país e aos portugueses que queres que fiquem na penúria, que empobreçam, e que façam bicha para a “sopa dos pobres” e para a caridadezinha da tua amiga Jonet. Diz que essas são as tuas propostas. Diz a verdade ao menos uma vez na vida. Um dia não são dias, e ainda estás a tempo de te arrependeres por seres visceralmente um aldrabãozito. Pode ser que, como na confissão, sejas perdoado depois de rezares dez pai-nossos e dez ave-marias.

Mas acredita, haverá seguramente padre que te absolva, mas o país e os portugueses não irão jamais absolver-te depois das malfeitorias que fizeste e que queres continuar a praticar. Está escrito nas estrelas que não tens mais futuro político em Portugal e o melhor é emigrares como aconselhaste os jovens a fazer.

Muitos dos teus amigos já viram isso, já fizeram as malas e abandonaram o barco rapidamente, como ratos que são. Só tu é que continuas a insistir nas tuas ladainhas da desgraça, à espera que a história da desgraça se repita com o País para apareceres como salvador ressuscitado.

Mas sabes, mesmo que nova desgraça surja, já não vais a lado nenhum. Já ninguém acredita em ti. Só tu é que ainda acreditas que nos vais conseguir enganar segunda vez.

 

Advertisements

5 pensamentos sobre “Passos Coelho e a “capacidade económica”

  1. Caríssimo Estatuadesal,

    Por mais verdades que se mostrem a este miserável primata mal formado, ele não tem emenda, pois, como o meu velhote (nascido em1900, provinciano, rude, analfabeto, mas sério, honesto, honrado e trabalhador) me ensinou em pequeno, “Ensaboar a cabeça a burros pretos é perder tempo e gastar dinheiro no sabão, porque AQUILO NÃO É SUJO!…
    Mas que o “Pedrito” vidente e irrevogável II mete dó, lá isso mete, pois cada cavadela sua minhoca, os ratos (relvas, correias, marcos, etc., já todos pegaram nas boias e saltaram do barco à-deriva que é aquela agremiação dos ditos populares e sociais, já para não referir ratazanas tais como: o Macedo (que deve ficar dentro lá para meados de 2017); o Isaltino que está mais motivado para Oeiras; o Loureiro, “exemplo de empreendedor a seguir” (que anda agora por Timor a ver se governa a vida, porque o que sacou do BPN não lhe chega); o “sr. Silva” (genuíno pide com pedigree, que está a estudar a nova lei para pagar os IMIs que, não obstante nunca se engane e raramente tem dúvidas, o levam a ter que nascer três vezes para ser tão honesto como l Prof. Aníbal Cavaco Silva); o Duarte Lima (agora com problemas de saúde, coitado, que nem lhe permitem viajar para fora de Lisboa quanto mais para o estrangeiro como ele, antes de adoecer, tanto gostava);…
    Enfim, como escreveu o outro há dias:
    POBRE DO PEDRO, NÃO HÁ MAL QUE LHE NAO VENHA!……
    Ainda sobre a sua aludida confissão a um qualquer sacerdote, o “pobre coitado”, como bom católico que será, admito, sempre contactável essa escapadela, não para voltar ao pote e às famigeradas “POUPANÇAS” dos 4 anos de governança, mas sim para, se e quando morrer (que o Deus dele lhe dê muitos anos de vida porque, por muitos que viva não vai ter tempo para se redimir junto do luso Zépovinho votante), poder entrar no céu, já que, pela confissão, o contador dos pecados volta aos zeros, sendo esta uma das poucas certezas/garantias que a decadente ICAR dá aos elementos do rebanho!…

    Gostar

  2. Passos conseguiu acabar a licenciatura aos 36 anos. É devida uma palavra de simpatia para com os seus professores, (partindo do principio que assistiu a algumas aulas) :
    Os desafortunados tiveram a missão impossível de tentar inculcar o incompreensível na mente de um ignorante.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s