A dor de corno é a maior dor do mundo

(Estátua de Sal, 15/10/2015)

corno

Pronto a coligação pafiosa anda amuada e a precisar de marcar consulta no psiquiatra. Coelho parece um daqueles tipos que foi corneado e anda choroso porque a namorada o traiu com o seu maior inimigo.

Costa é um salafrário. Um bígamo com um apetite amoroso esquisito. Como é que pode preferir Jerónimo que já passa dos setenta, apesar de ainda dançar o tango, em vez daquela estampa de homem garboso e escultural que é Passos? Como é que pode trocar essa figura repentista e vaidosa, esse submarino irrevogável que é o Dr. Portas, pela baixinha da Catarina que não tem mais que uns olhos bonitos e um sorriso maroto?

A PAF chora baba e ranho. Dizem que foram traídos. Encontraram Costa na cama com o Jerónimo à esquerda e a Catarina à direita. Costa, atrapalhado, ainda assim, apanhado de surpresa, tapou-se com o lençol, mas recompôs-se lesto, e foi dizendo, contrariamente ao adúltero clássico: “Aquilo que estás a ver é aquilo que estás a pensar”.
Coelho soltou um grito lancinante em dó menor e resvalou de imediato para a quinta sinfonia de Beethoven, também ela em dó menor, em toda a sua estridência e inquietude.
Vamos a ver. Pode alguém obrigar outrem a ama-lo e a manter uma relação contra vontade? Nas sociedades modernas e civilizadas não. O divórcio é legítimo e mesmo o divórcio litigioso já foi abolido. Pode a PAF obrigar o PS a apoia-la se o PS prefere obter o apoio do PCP e do BE? É óbvio que não.
Pode Passos chorar. Pode a PAF acusar António Costa de querer o poder, nada que ela não queira ter com supremo afã, já que o argumento é reversível. Pode a PAF dizer o que quiser. Mas se o Parlamento não aprovar o seu programa nem o seu orçamento, nada a fazer: a PAF não irá governar. O resto é folclore, por muitos comentários que os jornalistas avençados debitem, por muita teoria catastrófica que se promova, por muito arrazoado acusatório que se expanda contra António Costa e o PS.
Afinal, o que queriam é que Costa se comportasse como as raparigas ciganas que ainda hoje são “prometidas” a um varão de família amiga, como se de uma mercadoria se tratasse, não tendo nessa escolha qualquer arbítrio.
Não, nos países civilizados, os amores e desamores derivam da livre decisão das partes, e o mesmo se passa na vida política.
A dor de corno é a maior dor do mundo. Passos e Portas bem podem chorar o serem preteridos. Acontece aos melhores.
Vão ao psiquiatra. Mudem de visual. Quiçá deixem crescer a barba. Pode ser que fiquem com um ar mais credível e até mais “gauchiste”.
E, no limite, ponham mesmo uma boina à Che Guevara.
Pode ser que dessa forma, consigam cair nas boas graças de António Costa.
É que mais vale cair em graça do que ser engraçado, coisa que Passos e Portas, por muito que se esforcem, não conseguirão nunca a vir a ser.

Advertisements

11 pensamentos sobre “A dor de corno é a maior dor do mundo

  1. Minha cara Estátua de Sal, O seu registo é satírico mas mesmo assim resvala para a brejeirice. Claro que tudo isto seria cómico se não fosse dramático, mas dada a gravidade do que está em causa acho que convém não exagerar.

    Gostar

    • Perante tanta patacoada que tenho visto a Direita disseminar por aí ( vem aí o apocalipse), só pela ironia e a sátira consigo explicar tanto terror e tanta lamechice. Foi o que tentei fazer, até para que ressalte o ridículo dos argumentos que eles aduzem. Um abraço. Estátua de Sal.

      Gostar

  2. Sem dúvida, perante os dislates contínuos da dupla Passos-Portas, só a sátira parece funcionar. Não gostei foi do tom brejeiro… Até porque o problema da Direita não é propriamente ciúme da Esquerda, mas a perceção de que tem um direito natural a governar e de que o PS deve pôr a cabeça no cepo para lhe fazer as vontades. A tal atitude do ‘vae victis’…

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s