A (des)Ordem

(Ana Rita Má, in Facebook, 24/08/2020)

Por respeito aos nossos velhos tão maltratados em lares, muitas vezes pagos a peso de ouro, eu nem queria pronunciar-me sobre a triste novela que envolve um dos principais rostos da oposição a este governo desde há largos meses e o primeiro-ministro. E depois, vejo as várias associações de médicos virem entretanto a terreno clamar por respeito porque António Costa acusou de cobardolas alguns médicos designados para dar apoio num desses lares.

E é aqui que já não me contenho. Bem sei, tenho mau feitio. Ou ainda acabo a passar por chefe de claque do governo do Costa, sabe-se lá!

A reação corporativa destas entidades e de ALGUNS destes profissionais, com principal enfoque para a Ordem dos Médicos é a mesma que faz com que a maior parte das queixas de utentes/doentes nunca dê em porra nenhuma, certo?

Onde andou o dono da Ordem durante alguns anos? Como explica tantos processos enterrados no esquecimento e na impunidade? Quantos médicos incompetentes têm sido responsabilizados por danos severos e tantas vezes a morte causados aos seus doentes? Quantos médicos escalados para estar de serviço em hospitais públicos, nesses mesmos horários estão em clínicas ou consultórios privados? Quantos usam o serviço público, onde ganham competências, como trampolim para negócios privados? Que provas já deu o dono da Ordem dos Médicos sobre o seu empenho em contribuir para um SNS mais competente e mais forte?

E agora, António Costa. Santa ingenuidade! Que incompetência, deixar-se apanhar num desabafo quiçá legítimo, não contra toda uma classe, como nos pretendem fazer crer, mas contra pessoas devidamente identificadas em relatórios. Culpado de muitas outras coisas, não disto.

Quanto à ética no jornalismo, não me pronuncio. A avaliar pelo que se vê e lê, é coisa que anda pelas ruas da amargura. A ‘fuga’, entretanto, cumpriu os seus propósitos.

Para terminar, duas notas:

Obrigada a todos os médicos e médicas incógnitos, profissionais, competentes, a dar o seu melhor nem sempre com os recursos que lhes são devidos. Ao SNS, que nos cumpre fortalecer e proteger.

Em vez de andarmos a apontar o dedo à árvore, talvez fosse bom olharmos para a floresta. Uma civilização democrática e de bem não pode tratar dos seus velhos como estamos a fazê-lo. E é essa a discussão que importa fazer. Como vamos cuidar dos nossos avós e dos nossos pais? Vamos deixar que sejam os privados a fazê-lo?

Ontem já era tarde.


22 pensamentos sobre “A (des)Ordem

  1. Completamente de acordo. O que se passa com os nossos velhos é que tem que ser tratado.É curioso como a Ordem que não tem meios, monetários e de pessoal, para investigar queixas de cidadãos, como alegou o bastonário na altura da tragédia do bebé sem rosto, tem meios e médicos para investigar o lar de Reguengos. E junta-se a isto um jornal que já foi de referência e que custa ver no que se tornou.

    • 24.08.20

      O Costa anda doido.

      Então agora chama cobardes aos médicos?

      O tipo é o que a photographia mostra, não engana: um simples tasqueiro que aprendeu a ler na tasca do PS, aluno exótico do curso da tanguice, que não tem sequer um raciocínio linear (ora sacode a água do capote e diz que o lar de Monsaraz é privado, ou seja do famoso terceiro sector à portuguesa em que os irmãos da mesa da Misericórdia e os provedores são feitos de material espumoso e quase sempre são gajos do partido que manda na CM e/ou do governo no poder na ocasião; ora diz como mesmo tom exaltado, na mesma frase, que a Ordem dos Médicos está impedida de auditar os organismos do… Estado, quando ela produziu o relatório sobre o mesmo lar “privado” de Monsaraz e era disso que se falava).

      É um troca-tintas que não sabe fazer mais nada, portanto. Não tem a puta de uma ideia original na cabeça, o seu governo está pejado de raparigas e raparigos entre o mau e o suficiente, tem um grau zero de pensamento estratégico sobre o que deverá ser Portugal.

      Em conclusão, é mais lixo do PS.

      • Culpou médicos específicos (que estarão no relatório?) e disse que a Ordem dos Médicos não tem poder de fiscalização sobre o “sector social” que o lambreta atafulhou por ser mais eficiente.
        Mentir é desnecesserário, principalmente quando não se discorda.

    • 25.08.20

      […]

      Que ele foi logo às 9 da matina para o castigo, isso sim, e tenho a certeza que vai aparecer em público com aquela boquinha de bebé-chorão durante uns dias. Mas é sol de pouca dura, uma reprise, durará exactamente o tempo necessário até fazer a próxima patifaria…

      Só se compreende a psi de uma personagem como o António Costa quando, um, está à rasca ou, dois, quando incha e acha qu’isto é tudo dele e tudo pode fazer.

      Entendem-se bem os gajos menores do aparelho do PS, a generalidade dos militantes, os peixes graúdos e as silhuetas que se movimentam na sombra de uns quantos fantasmas, portanto, pois em todos embora em escalas diferentes há uma cultura de corrupção profundíssima.

      • carga de de burrice

        mano que sofre como se lhe tivesses posto um par de cornos

        Mais rápido que tu a querer fazer [ou fazer querer, o que achas?] a paz foi o sonso da Ordem dos Médicos a voltar à guerra de sempre para te derrubar.

        sem escrúpulos que estão fixos [como isto não deve cola UHU, Bostik nem Pattex devem mas é estar fixados, não?] nos fins e não olham a meios

        ousavam fazer-te o que fizeram ao Carrilho, depois ao Sócrates com resultados favoráveis e que já é um clássico do jornalismo de “santinhos” maquiavéis prostitutos

        enrolar na teia que os bichos tecem a baba venenosa à tua volta

        ou os tornas mansos ou levas a cornada de moribundo, porra!!!

        Adenda. Olha lá, ó tu ó d’A Estátua, não tens saudades destes nacos poéticos a dar ares de políticos cozidos nas entrenhas do impagável camarada-velhote Zé Neves? Que tal?

        🙂

        jose neves
        27 DE AGOSTO DE 2020 ÀS 3:49
        Ó A. Costa mas por que carga de de burrice é que tu, depois do que havia acontecido e fizeram à minístra da S.Social uns dias antes, foste também dar uma entrevista aos mesmos que, como sabes são comandados pelo teu mano que sofre como se lhe tivesses posto um par de cornos pelo facto de chegares a PM e ele apenas a chefe subalterno do patrão da “sic”!
        Pensavas que não ousavam fazer-te o que fizeram ao Carrilho, depois ao Sócrates com resultados favoráveis e que já é um clássico do jornalismo de “santinhos” maquiavéis prostitutos da nossa imprensa?
        E, pelo visto, parece que não imaginas ainda onde a má-fé, o oportunismo e golpismo desta gente pode chegar. Mais rápido que tu a querer fazer a paz foi o sonso da Ordem dos Médicos a voltar à guerra de sempre para te derrubar.
        Sabe que estás a tratar com gente sem escrúpulos que estão fixos nos fins e não olham a meios: as redacções dos jornais e das TVs estão repletos dessa gente e servem-se diariamente de comentaristas pagos ao frete de igual calibre.
        Ficarei com pena se te deixas enrolar na teia que os bichos tecem a baba venenosa à tua volta; ou os tornas mansos ou levas a cornada de moribundo.

        • Epá, olha se em vez daquilo que fizeram ao Carrilho fosse aquilo que o Carrilho fez à Bárbara-pau-de-vassoura para o senhor bandido exibir em público…

  2. Não nos esqueçamos que a ” ordem dos médicos” nunca foi grande defensora do SNS.
    O SNS serve para formar, treinar e..? os médicos que a seguir vão para os consultórios ou para a os hospitais privados fazer uma perninha….É que os hospitais privados estão cheios de médicos “turbo” e de médicos reformados……

    Controlaram os números clausus, controlaram as entradas nas especialidades….
    mas, não controlam os seus “sócios” que prevaricam com frequência….

    Agora , aproveitam as debilidades do SNS para , com o claro apoio de algum “jornalismo”…??
    armarem-se em defensores da responsabilidade e da clareza de intenções ..::
    Ou antes, devemos pensar que estes senhores tem uma agenda politica…??

    São parte da solução ou são parte do problema????É que , desde o princípio da pandemia, não fica claro.

  3. Então e os inquéritos que estão para terminar (se é que começaram) há uma quantidade de anos – li que alguns com 13 (treze) anos…. ? Não será a bagunça do que está a acontecer uma forma de desviar a atenção ? Uma bagunça na des-ordem….com agenda politica ,aposto, e a enganar o Zé Pagode.

  4. Vejam bem o calibre anti-social deste médico, deste discípulo de Hipócrates que mais parece um chefe de oficina: “Não querem a privada mas dependem da privada. Se a privada amanhã fechasse as portas estávamos todos tramados”

  5. Totalmente de acordo ainda bem que alguem chamou os bois pelos nomes…A ordem dos medicos pode é tornar-se em partido pois passa os anos a malhar neste governo…no outro o que cortou salararios aumentou impostos e despediu medicos e enfermeiros nem um pio se ouviu …

  6. A dona desta obra de arte é fruto de abril e como tal tem o futuro que merece e lhe está reservado . Futuro que não lhe invejo .
    Porque é que a liberdade de Abril só gera estupidez ???

  7. “no outro o que cortou salararios aumentou impostos e despediu medicos e enfermeiros nem um pio se ouviu …”
    Tudo isto com as instruções que o “Sr.Engº.” deixou via troika…lembram-se???

  8. Completamente de acordo com o artigo.
    O problema é que quando há eleições para qualquer ordem, sindicato , etc. só meia dúzia é que votam.
    Depois apanhamos um bastonário como este !
    É desprestigiante ter um individuo destes a representar uma classe ! Uma classe tão nobre !
    Temos de abrir os olhos e nas próximas eleições apoiar os melhores.

  9. Voltemos ao essencial. Os médicos de Reguengos foram cobardes. O Costa disse a verdade. O desabafo doi dito em off, gravada clandestinamente e divulgada na SIC. O bastonário é um trafulha e o Costa será ingénuo? A pulhice em direto.

Leave a Reply to RFC Cancel reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.