A direita e o poder

(Carlos Esperança, 13/08/2018)

oliveira_c

(Eis, na imagem, Oliveira e Costa, banqueiro, chefe de quadrilha, que acreditava em Portugal… Ele e o seu amigo Cavaco, grande obreiro da ruína a que ele e os seus amigos levaram o país, depois de o saquearem em proveito próprio, com uma impunidade que brada aos céus e ainda hoje se mantém. 

É esta a direita que temos.

Estátua de Sal, 13/08/2018)


O poder é tão apetecido que dificilmente há quem lhe resista. A direita não sabe viver sem ele e na esquerda há quem vire à direita quando o comboio inverte a marcha.

Quando a direita está em crise, os seus amanuenses anunciam que é o regime; quando o poder se afasta, devora o líder, na ânsia de encontrar outro; o próprio PR, quando vê a família a desfazer-se, dá uma ajuda aos atiradores de serviço, a arremessar insinuações; o jornalismo reverente destaca os funcionários mais truculentos a atiçar fogueiras contra a esquerda; nas redes sociais, televisões, jornais, revistas e sarjetas surgem vuvuzelas a provocar ruído e a vociferar calúnias; os pusilânimes não se coíbem a descontextualizar e manipular declarações dos adversários para os debilitarem.

O que fizeram à frase de António Costa nas declarações sobre o fogo de Monchique “… a exceção que confirmou a regra do sucesso da operação, ao longo destes dias”, é digna de figurar num compêndio da aleivosia. Parecia um concurso, a rivalizar em idiotia com a malvadez da desinformação.

No domínio da imbecilidade, houve quem referisse a “desmesurada preocupação com as vidas humanas”, para acabar no mestre da intriga, José Gomes Ferreira que, no conforto do estúdio da SIC, se referiu a “o critério político no combate técnico ao fogo”, e, numa manifestação de indigência ética, aparentemente desolado com a ausência de mortes, perguntava: “Porque estão a tirar as pessoas de casa, mesmo contra a sua vontade?”. Ignora-se se este sólido talento do jornalismo de intriga teve a noção do despautério.

Perante o esforço desta direita, que se desfaz, sem rumo, sem programa e sem liderança, é um dever não deixar que passem incólumes os avençados da manjedoura reacionária e ultraliberal a quem está confiado o assassínio de caráter dos adversários.

A esquerda, no seu conjunto, incluindo a direção do PS, que deixou imolar o seu partido sem explicar a crise cíclica do capitalismo, que originou a falência do Lehman Brothers e abalou o sistema financeiro internacional, com repercussão nas dívidas soberanas dos países mais vulneráveis, ajudou a consolidar a narrativa da direita, que demonizou o PS, que era o governo de turno durante o furacão.

Cabe à esquerda fazer a pedagogia que deve, sem deixar à solta esta direita que Cavaco patrocinou e desesperadamente quis prolongar com Passos Coelho, Maria Luís e Portas, com o último já substituído pela inefável Dr.ª Cristas e o primeiro, ora catedrático, ainda sem substituto ungido pela direita mais à direita, de que António Costa e os partidos à esquerda do PS nos libertaram.

Anúncios

7 pensamentos sobre “A direita e o poder

  1. Excelente! Tem sido uma vergonha o comportamento dos avençados da
    comunicação social, até daquela que nós somos chamados a pagar, no
    que respeita à deturpação do que foi afirmado pelo MAI que, usou a pa-
    lavra “vitória” por não se terem verificado mortes!
    Foi triste ouvir o comentário do porta voz do PSD um tal Justino que, até
    já foi ministro da Educação, usar de uma demagogia primária por nada
    ter a dizer sobre a real actuação do Governo!!!

    Gostar

  2. Já tinha visto o artigo de Carlos Esperança e não o consegui ler porque fiquei tomado de nervos que me dificultaram a leitura. Agora mais calmo e noutro ambiente li o artigo completo e penso que é preciso divugá-lo. Vou fazê-lo na minha modesta página. O Marcelo, então, mostrou-se atarantado com a divisão da Direita e preocupado, qual Presidente de todos os portugueses a puxar a brasa à sua sardinha. Vergonhoso. Que a Esquerda se mantenha unida com os possíveis prejuízos que já se conhecem mas que seja um muro de aço contra esta quadrilha e que venha a Justiça que tarda. .

    Gostar

  3. Informo que a WordPress me está a cobrar 24,90 euro mês sim mês não, directamente da minha conta bancária sem me enviar texto algum, nem nenhum documento comprovativo, por isso tenham cuidado com este blog. Quero contacta los porque vou bloquear o acesso à conta. Otilia Abreu.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.