TAMBÉM QUERO UMA BUSCAZINHA

(In Blog O Jumento, 27/06/2018)
tutti1
(Ver notícia aqui).
(Estes tipos da PJ são uns bacanos a dar o nome às operações. Devem ter lá um publicitário falhado que se encarrega das nomeações. Esta do “tutti frutti” não lembraria ao careca. Ao que parece, não se investigam peras, laranjas ou bananas, não, é a fruta toda. Presumo, contudo, que não seja “fruta” à moda do Porto como no caso do Apito Dourado…  🙂
Comentário da Estátua, 27/06/2018)

Eu sei que neste palheiro só há palha, que até já andaram aqui à porta mas não chegaram a entrar, mas começa a ser tempo de virem aqui fazer uma busca, nem que seja só uma buscazinha. É que português que se preze tem de ter no seu currículo uma busca, de preferência conduzida por magistrados do MP e com direito à CMTV à porta de casa. Mas se o MP anda muito ocupado com coisas mais importantes, como as diatribes dos mariolas de Alcochete, então que mande cá o pessoal da PJ, até podem vir os do Porto, para o caso de o pessoal de Lisboa estar a ver o jogo na Fan Zone do terreiro do paço. EM último caso, que mandem um qualquer órgão de polícia criminal, nem que seja o pessoal da guarda da venatória que tem os cavalos em Monsanto. Mas, porra, mandem fazer uma buscazinha para que conste no currículo.
Imaginem o que é ir aos EUA e enfrentar o serviço de estrangeiros do Trump com tamanha falha na base de dados, como é que vamos convencer o xerife de serviço de que somos portugueses importantes e não consta qualquer busca a casa. Um dia destes na minha rua sou o único que não foi alvo de uma tão ilustre visita. Se for em agosto, já com o bronze da Praia dos Três Pauzinhos o mais certo é ficar logo preso por suspeita de terrorismo ou de ser um mexicano a querer emigrar.
O Vieira é alvo de buscas quase todas as semanas, o Bruno de Carvalho até foi para casa esperar a ilustre visita, o Pinto da Costa tem sempre fruta no frigorífico a contar com as visitas, hoje foram as juntas de freguesia de Lisboa, há uns tempos foi o Mário Centeno, não há ninguém neste país que apareça na capa da Gente que não tenha tido a ilustre visita. As buscas já não são uma mera rotina policial, são um direito inalienável do cidadãos e morrer sem ter merecido uma busca é como morrer sem a extrema unção ou, no caso de ser muçulmano, sem ter ido a Meca.
Anúncios

Um pensamento sobre “TAMBÉM QUERO UMA BUSCAZINHA

  1. O ‘Jumento’ pede que lhe façam também a si uma buscazinha para seu currículo pensando, erradamente, que está isento de tal buscazinha.
    E eu penso que quer o ‘Jumento’ quer grande parte de todos que botam opinião pública, não de acordo com os ddt, neste rectângulo fedorento estarão sendo alvo de buscazinhas de ouvido pela calada na sombra.
    E que caso a actual corporação da “justiça” se puder manter mais uns anos terá em arquivo material em carteira para, a seu belo-prazer e interpretação, justificar buscazinhas à vista a quem queiram colocar uma etiqueta de má marca.
    Já lhe rondaram a porta? Só! olhe que não estamos no tempo dos detectives com lupa e binóculos mas no tempo do ‘Bigbrother’.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.