LUTAS

(Por José Gabriel, in Facebook, 27/01/2018)

passos_rio1

Com Passos e a sua corte de partida, há quem pense que pode respirar de alívio. Puro engano. Pelas televisões faz-se um esforço desesperado de levar às massas os clichés mais caros à direita mais alarve, esperando, talvez, pressionar o novo líder do PSD -como se fosse preciso convencê-lo – a continuar o passismo sem Passos.

Não faltam os serviçais e os tartufos habituais e mesmo algumas novas aquisições. Hoje, por exemplo, a TVI gastou o melhor da sua 21ª hora com a balela do FMI – o qual é habitado por santos sábios e nunca se engana, como se sabe – segundo a qual a má situação salarial dos jovens trabalhadores se deve ao facto de a geração mais velha ter pensões demasiado altas.

Ao serviço desta tese canalha esteve, hoje, o antigo quadro do FMI Álvaro Santos Almeida. Ficamos por ele a saber que os baixos salários e desemprego nos jovens é culpa dos mais velhos, que, por isso, devem ser punidos. Como? Dispensando as empresas de pagar à Segurança Social ou reduzir significativamente as suas contribuições – sobretudo dos trabalhadores jovens – e cortar as pensões actualmente em pagamento. 

Quer dizer: não, não foi a política de uma direita tão serviçal como predadora, não é a cupidez dos accionistas e dos vampiros de empresas, não é do aumento da exploração e a perda de direitos, não é a desastrosa legislação laboral, não é o banditismo económico, não é o capitalismo em vertigem selvagem. Não, é lá agora. Parece que a culpa das dificuldades dos jovens decorre das faustosas reformas dos aposentados. 

Há mais algumas dezenas de milionários em Portugal! – anuncia, jubilosa não sei porquê, uma noticiarista televisiva. Mais somos informados – oh, que orgulho! – que um dos exemplares do carro mais caro do mundo, do qual foram feitos poucos exemplares, foi vendido em Portugal. Pois, mas os tais milionários não devem ter nada a ver com isto. Devem ser os trabalhadores reformados, esse malandros. 

Todos dias ficamos a saber pelo telelixo que a luta de classes é uma invenção dos marxistas, não é coisa que exista na realidade. A verdadeira luta, vendem-nos estes crápulas, é a de gerações. Para já não falar nas que há entre loiros e morenos, altos e baixos, homens e mulheres, nortistas e sulistas, funcionários públicos e privados e por aí fora.

O pior é que há sempre pobres de espírito prontos a engolir estas patranhas. Não lhes basta ser deles o Reino dos Céus. Querem deixar o Inferno aqui na Terra. Com a ajuda dos anjinhos, claro.

Anúncios

Um pensamento sobre “LUTAS

  1. A geração mais velha tem pensões demasiado altas?! É para rir ou para chorar? Talvez, alguns, poucos, tenham essas pensões. Mas e a maioria? E se algumas das pensões são um pouco acima da chamada média, não será por que descontaram para tal? O que esse ´génio’ Almeida propõe não é coisa nova. Estou bem lembrado do ‘plafonamento’ e do corte de 600 milhões/ano nas pensões a pagamento do iluminado, mais troikista do que a Troika, Passos Coelho. Cortar ou tocar nos lucros do capital, é que não, ‘balha-me Nossa Senhora!’. Veja-se a pouca vergonha com aquela contribuição extraordinária que a GALP e a REN se recusam a pagar, a que se junta agora a EDP. Sobre o trabalho, bem podem chover impostos, extraordinários ou não. É a CES, é a sobretaxa sobre o IRS. é um ver se te avias.. Agora tocar, nem que seja ao de leve, no capital, lá vai fazer cair o Carmo e a Trindade. Até quando vão permitir os trabalhadores este estado de coisas? Bem sei que a muitos dos governantes não convém fazer ondas, pois saltam do governo para essas empresas, onde têm lugar assegurado, principescamente remunerado.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s