Nicolau Santos deixa o “Expresso”

(In Jornal Económico, 15/12/2017, 20h)

(Nada que me espante. Nicolau era uma voz muitas vezes desalinhada com a inclinação para a direita que a linha ideológica do Expresso tem vindo a seguir. Há por lá outros plumitivos como o Monteiro, o mano Costa – e já nem falo do inenarrável Raposo -, que estarão de pedra e cal porque servem bem “a voz do dono”. Felicidades Nicolau, publico-te muitas vezes e espero continuar a fazê-lo, escrevas lá onde escrevas.

Estátua de Sal, 15/12/2017)


O jornalista manter-se-á como cronista do jornal, no seu espaço de opinião no caderno de Economia, no site e no “Expresso Diário”, bem como na “SIC Notícias”, como comentador e como moderador do “Expresso da Meia Noite”.


Continuar a ler aqui: Media: Nicolau Santos deixa o “Expresso” – O Jornal Económico

Advertisements

6 pensamentos sobre “Nicolau Santos deixa o “Expresso”

  1. Poderia parecer um prejuízo para o Expresso. Podia!
    Mas é antes e sobretudo um prejuízo para os que ainda compram o Expresso.
    Prejuízo maior foi perder o Expresso que já foi. Voltará a ser o que já foi?

  2. Pois, era de facto bastante previsível. Uma voz de esquerda deve incomodar bastante num semanário, que já foi uma referência de jornalismo independente, mas se aproxima hoje e cada vez mais da voz do dono. As minhas saudações e agradecimentos sinceros para o Nicolau Santos, cujo único pecado consiste em ser um sportinguista ferrenho, prova que ninguém é perfeito. Continuarei a lê-lo meu caro, onde quer que escreva. Continua a pugnar pela sua independência e honestidade na abordagem dos diferentes temas. Bem haja por isso!

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.