A grande farra

(Por Soares Novais, in A Viagem dos Argonautas, 30/04/2017)

fátima

A tenda está montada. É gigante e nela cabem todos os anjos, serafins e querubins, beatas e beatos, pastorinhos, freiras e frades, velhos e novos padres, cónegos, monsenhores, bispos, arcebispos, cardeais, grandes e pequenos vendilhões. E, claro, o povo a quem prometem a “vida eterna”, que o redimirá de todas as maldades sofridas durante a sua vida terrena. Vai ser uma grande festa, pá. Uma farra regada com “Espumante das Aparições”, sendo certo que o “ceo” do Vaticano já foi obsequiado com a número um das 1917 garrafas produzidas. Tantas como o ano em que os três pastorinhos foram, alegadamente, interpelados por Maria. Está tudo pronto para a grande farra, pois.

Por ora as senhoras da Agonia, das Dores, das Lágrimas, dos Aflitos, dos Mártires e o Jesus Crucificado saem de cena. A grande farra não lhes é destinada. A senhora dos pastorinhos é a personagem única deste filme, que dura há 100 anos e que bate todas as receitas de bilheteira e de mercado. Um mercado recheado de imagens da santa e dos pastorinhos, terços, velas, t-shirts e  lenços brancos. Tudo à custa dos pagadores de promessas que por estes dias marcham em direcção à grande tenda, e ali depositam os seus desesperos numa liturgia tribal que os velhos e novos padres, cónegos, monsenhores, bispos, arcebispos, cardeais e papa sublimam até à exaustão.

Cem anos não são 100 dias e quem gere o negócio sabe isso muito bem. Por isso, anda há muito a preparar a festa que assinalará aquilo a que chama a santificação dos pastorinhos e a vinda do actual “ceo” do Estado do Vaticano.

Fátima é uma das lojas mais rentáveis do império e sê-lo-á por muitos mais centenários. A não ser que o planeta sucumba às maldades dos homens que fazem as guerras, condenam os povos à fome e cuja ganância, assassina e voraz, é a mãe de todas as bombas…

Anúncios

Um pensamento sobre “A grande farra

  1. Porventura o maior embuste ao Povo portuga desde 1143!…
    Miseráveis, aquelas e aqueles que não tem dúvidas de que foi a perda de “clientes” que a implantação da república provocou na icar de então que levou os bispos, designadamente o de Ourém, a convencer as pobres criancinhas de que “aquilo que montaram” era a nossa senhora, mãe do Jesus de Nazaré.
    Só que, diz uma lenda:

    Quando da segunda viagem à lua, em que os astronautas iam mais descontraídos, naturalmente (se os outros regressaram…), enquanto folgava do leme, Charles Pete, um dos tripulantes da Apolo XII, contemplando a paisagem, pareceu-lhe ter visto a dita cuja a passear pelo espaço, e logo gritou para o colega Alan Bean, que ia aos comandos da nave:
    《É pá, vira aí para trás que pareceu-me ter visto ali a nossa senhora, a mãe do Jesus! 》
    《Tás doido, ou quê, Pete?!…》respondeu o colega.
    《Não estou nada pá, tenho a certeza que é ela, ainda anda com aquele véu comprido na cabeça pá, so pode ser ela; vira aí e pára junto dela, que eu vou dar-lhe uma palavrinha!…》
    O Alan fez inversão de marcha, e momentos depois a nave aproximou-se de um vulto, parou junto, e o Pete, abrindo a escotilha, disse:
    《bom dia, você é a nossa senhora não é?!…》
    E a senhora respondeu:
    《Bom dia!…sou sim!…》
    《Então agora anda por aqui?…》voltou a perguntar o Pete.
    《Sim, agora ando por aqui!…》respondeu a senhora.
    《E nunca mais foi à Terra?》, voltou a perguntar o Pete, cada vez mais divertido. Ao que a senhora respondeu:
    《Não, nunca mais fui, nem irei!…》
    《Porquê?…》, perguntou o Pete.
    Resposta pronta da nossa senhora, e bem elucidativa:
    《Ora, fui lá uma vez há dois mil, tive lá uma brincadeira com um carpinteiro… ainda hoje falam nessa m@rda!!!!》

    Por isso, a 13 de Maio de 1917, foi tudo menos a nossa senhora que estava na azinheira!!!!…
    Só lamento o meu amigo Xico não ter ainda condições objetivas para contar toda a verdade. Mas eu, talvez porque sou mais optimista do que o autor do texto, tenho sérias esperanças de que não passarão mais séculos, e um dia isso vai acontecer !!!!…
    Viva o 1° Maio!…
    Vivam os trabalhadores explorados pelo capitalismo!…
    Abaixo o capitalismo!…
    25 de ABRIL SEMPRE!!!!!…
    fascismo nunca mais!…
    aci

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s