Ao cuidado do Procurador Rosário Teixeira

Afinal de onde lhe veio o dinheiro, milhões e milhões? Do ordenado de deputado, que já nem é? Do salário de ministro, que já não é, e que é uma miséria? Inverosímil. De uma herança da tia? De um prémio no EuroMilhões? De um torneio de poker? Ou dos seus trabalhos de emérito facilitador?  E ainda não foi posto sob escuta, nem lhe vasculharam o computador? E também não o prendem para investigar, já agora?

E o excelentíssimo procurador não acha que o Relvas está a fazer uma vidaça pouco compatível com os rendimentos declarados que se lhe conhecem? Bem sei que o Relvas não tem a pinta do Sócrates, não usa fatos Armani, e que nem faz a barba para parecer pelintra.

Mas que diabo, tanto milhão assim juntinho não lhe faz espécie, sr. Procurador? Será que agora já não se aplica o mui judicioso apólogo, que diz que quem cabritos vende e cabras não tem, de algum lado lhe vem? 

Aguardo o seu douto esclarecimento, sr. Procurador.

Estátua de Sal, 02/03/2017

 

O ex-ministro é um dos accionistas da Pivot, que está no processo em conjunto com a Aethel. A holding em causa comprou o banco Efisa, mas a operação ainda está à espera de autorização do BCE, segundo adianta o Público desta quinta-feira, 2 de Março….

Ler notícia completa aqui: Miguel Relvas já tem 31,7% da parceira do último candidato ao Novo Banco – Banca & Finanças – Jornal de Negócios

Anúncios

5 pensamentos sobre “Ao cuidado do Procurador Rosário Teixeira

  1. Relvas já tem 31,7% da Pivot, parceira do último candidato ao Novo Banco
    O reforço para 31,7% resulta da aquisição de acções que pertenciam a António Bernardo e a Mário Palhares.
    Miguel Relvas, antigo número dois de Pedro Passos Coelho e ex-ministro dos Assuntos Parlamentares, já tem 31,7% da Pivot, a holding que em 2015 comprou o banco Efisa, o banco de investimento do BPN. Uma transacção que está há quase ano e meio à espera que o Banco Central Europeu (BCE), em articulação com o Banco de Portugal, valide a idoneidade da holding e dos seus accionistas para deter posições em instituições financeiras.
    Por: CRISTINA FERREIRA/P /2 de Março de 2017.
    Obs. Passos injetou 90 milhões no banco EFISA que foi vendido por 30 milhões ao amigo Relvas.

    Gostar

  2. Mas que comentários querem que se faça a isto, dou um concelho aos senhores Procuradores uns prendem-se por ter uma vida de luxo em Paris outros tem o dinheiro que tem e ninguém sabe de onde veio mas não se investigam. Ao menos chamam-nos a uma comissão de inquérito e perguntem-lhe de onde lhes veio o dinheiro e chamem o Passos para que explique que negocio foi esse de injectar 90 Milhões de Euros no Banco EFISA e que depois foi vendido por 30 Milhões de Euros ao amigo RELVAS. Como explica este negocio?

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s