O Lobo e o cordeiro

(In Blog O Jumento, 17/02/2017)
lobo-xavier-ricos-paguem-crise
Desculpem voltar ao lobo mas as manobras deste mamífero merecem ampla reflexão e consequente desmontagem. Nunca se deve deixar passar em claro as manobras dos lobos, sobretudo as daqueles que usam e abusam da pele de cordeiro.
Estátua de Sal.

Talvez um dia se venha a saber o que levou um até agora discreto bancário a ficar nas primeiras páginas da forma mais triste. De um administrador de bancos espera-se confiança, lealdade, sigilo e privacidade, tudo qualidades que Antónimo Domingues revela não ter ao violar as mais elementares regras de convivência, dando a conhecer a um conhecido lobista o conteúdo de conversas privadas.
Primeiro foram os e-mails, a seguir os SMS, ninguém se admire que Domingues tenha gravado todas as conversas com membros do governo sem a sua autorização e o Lobo Xavier já as tenha ouvido, para verificar se há matéria para mais calhandrice.
Para um administrador de bancos isto é um suicídio, não há ninguém que esteja no seu pleno juízo, nem mesmo o seu amigo Lobo Xavier, que lhe mande SMS ou se comprometa em conversas telefónicas. António Domingues deixou de ser confiável e duvido que passada esta fase o próprio Lobo Xavier tenha confiança no seu velho amigo. O que poderá ter levado alguém experiente a imolar-se na pira da falta de princípios? O dinheiro que perdeu por não ser administrador, a vaidade ferida? Um dia saberemos.
A Caixa Geral de Depósitos representa milhares de milhões de euros, o seu dinheiro pode alimentar muitas empresas, pode ser multiplicado gerando muitas fortunas generosas na distribuição de comissões. A CGD pode aprovar PER que mantém vivas empresas que já morreram, tem importantes participações no capital de outras empresas, como se viu no caso da PT, tem crédito malparado concedido a importantes empresas e personalidades, adquire muitos milhões em fornecimento dos mais variados serviços, tem milhares de milhões para emprestar, pode favorecer muitas promoções políticas ao nível nacional e em cada uma das autarquias.
É aqui que entra o Lobo, neste caso o Lobo Xavier e nesta matéria temos mais um lobo do que um frade a falar para peixinhos. E se Lobo é mesmo o lobo, o António Domingues acaba por ser o cordeiro. Lobo Xavier, apesar de bom cristão, não é conhecido como administrador do Banco Alimentar ou de muitas das IPSS da Igreja. Antes pelo contrário, Lobo Xavier é administrador de grandes empresas e na sua vida não teve uma única aula de gestão.
Todas as grandes empresas têm interesses directos ou indirectos na CGD, grandes empresários mantêm litígios com a CGD, muitas empresas e personalidades têm crédito malparado para renegociar, tudo matérias em que o gestor, o administrador, o advogado ou o lobista Lobo Xavier pode dar uma preciosa ajuda, tudo dentro da maior das legalidades.
Lobo Xavier é o maior lobista da vida política e económica portuguesa. O seu poder é imenso, principalmente se o governo for da direita. Com os governos da direita todas as reformas fiscais com impacto nas empresas passaram pelas suas mãos, Paulo Núncio nada fez sem consultar Lobo Xavier, era o lobista que sabendo dos desejos de algumas das maiores empresas sabia o que os grandes interesses pretendiam das reformas do IRC ou do património.

Neste caso o Lobo misturou o cordeiro, o CDS, o PSD, o Presidente da República, uma estação de televisão e só Deus sabe quantos jornalistas numa manobra visando derrubar o mais competente ministro das Finanças das últimas décadas e ajudar a repor o governo da direita. Um dia talvez saibamos o que tinha o Lobo a ganhar com a degola do cordeiro e pode ser que se venha a perceber que tipo de Conselheiro de Estado é este Lobo Xavier.


Fonte aqui

Anúncios

5 pensamentos sobre “O Lobo e o cordeiro

  1. E, na última quadratura, o lobo teorizou.
    Apareceu com ar preocupado, ele lá sabia porquê, mas depois com a alavanca da nobreza pouco nobre da figura pachecal o sorriso sacana no fim dos retóricos discursos voltou ao normal e definidor do carácter dúbio e secreto do lobo traiçoeiro dissimulado de santinho para matar e comer centenos vivos.
    E disse o lobo feito jurisprudente; toda a correspondência pessoal trocada entre indivíduos que detenham cargos públicos são relevantes de interesse político e portanto, devem ser considerados e tratados como documentos oficiais (cito de memória mas a ideia era esta). O tratante, deste modo, para se ilibar da sua actitude velhaca de bufo refinado retira a um qualquer indivíduo empregado do Estado o seu direito a ter vida privada.
    Duma penada faz de qualquer funcionário público um recluso do Estado sem direito à sua liberdade individual e sem direito à sua privacidade ou opinião vulgar ou íntima. E, face a tal totalitarismo de conveniência para uso de bufaria como ele, nem pacheco nem o coelhone lhe deram a resposta adequada como bons camaradas de cumplicidades várias.
    Desde ontem a “quadratura”, em palco na actual facciosa sic-pàf e encenada pelo pafiano tinto e retinto, mostrou a verdadeira face e iniciou a sua fase de parceiro dos engraçadistas fedorentos tipo eixo do mal e governo sombra.
    A nossa tv reduz tudo a um trumpismo dos pequeninos.

    Gostar

    • Chamaram-lhe novela da direita para provocar instabilidade na CGD e privatizá-la …. grande lata!. Eu chamo de abuso de poder, seja lá de que cor partidária for, para impedir o acesso à informação legítima e obrigatória à luz da lei da transparência no sector público. ….O problema é que o povo português ainda não aprendeu a exigir dos governantes uma conduta ética intocável na condução da Nação.
      A mentira, a corrupção e o abuso de poder, não tem cor política. Tem falha grave de carácter

      Gostar

  2. A verdade é que depois de na semana passada ter assumido publicamente que sabia ainda mais sobre as conversas entre o Domingues e o Centeno, esperto legitimou as fugas de informação e bufaria ao passar a pasta ao PR como conselheiro de estado e assim tentou livrar-se do epiteto de BUFO. É rizível que tente fazer passar a ideia que a divulgação das comunicações não são crime, mas são; sejam elas em que formato (palavras dele) forem. Mas nada acontece por acaso, sendo tais sms importantes como é que vão parar a um administrador de um concorrente da CGD, o BPI, onde, por mero acaso, o Domingues foi administrador. QUE OUTRAS ASSUNTOS, DA CGD, TERÁ PASSADO AO LOBO XAVIER?

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s