“OS FRAGILIZADOS”

(Joaquim Vassalo Abreu, 13/02/2017)

fragilizados1

Estávamos nós tão sossegados
Sem remoer velhos passados
Quando nos vemos governados
Por dois seres fragilizados!

Foi a lengalenga que me surgiu quando fui confrontado, em primeiro lugar com aquela surreal conferência de imprensa do CDS (a cujo porta voz já me referi em texto anterior) exigindo a demissão do Ministro das Finanças, por ter conduzido de modo catastrófico o dossier CGD e por alegadamente ter mentido ao Parlamento, mas mais preocupado logo a seguir fiquei quando o (ainda) chefe da oposição veio em público declarar estar o Ministro “muito fragilizado”. E aqui fiquei deveras preocupado!

E aqui, aqui sim, perante a voz grave do (ainda) chefe da oposição, temi pela saúde do Ministro. Da última vez que o tinha visto também o achei com umas olheiras de algo modo pronunciadas e pensei para comigo próprio: Saberia ele de algum relatório médico que ninguém mais sabia? Terá tido acesso a algumas análises clínicas, assim daquelas que a gente olha e vê um item mais desfasado e pensa logo “ó que diabo”, ou a qualquer diz que diz? Mas não…não podia ser. Se assim fosse, o agora chefe da oposição em funções (o Mini Mendes) já o teria dito e detalhado na SIC e o adjunto Gomes Ferreira já teria estudado o assunto e dado a sua aula. Mas não consta ser Médico, dirão. É o mesmo, ele sabe sempre de tudo. É ele e o Rogeiro…Todos na SIC! fragilizar

Este “muito fragilizado” poderia denunciar também algum cansaço, cansaço esse que poderia estar por detrás de algum deficiente desempenho, sabe-se lá, assim num momento menos bom mas, vendo bem o seu desempenho último, nada disso faria sentido. E mesmo não tendo acesso às suas análises clínicas, não custa nada aferir globalmente das mesmas. Reparem: O colesterol total (o défice) melhor, quer dizer mais baixo, até que o esperado; o colesterol bom, o HDL ( o crescimento do PIB) acima da referência também; as plaquetas totais (a estabilidade governativa) dentro dos parâmetros esperados, etc, etc…

De modo que o supremo Presidente do júri médico, o Prof. Dr. Marcelo, veio a público acabar com a questão e proferiu a definitiva pergunta: Têm algum relatório médico? Um assinado? Então mostrem-no…Não têm? Então calem-se…E, ainda hoje mesmo, aquele tipo de nome bolchevique, o Moscovici, em representação da entidade médica superior da Europa, o veio peremptoriamente afirmar: goza de boa saúde e com desempenho melhor que o esperado. Mas tomou algum suplemento (receitas extraordinárias) para o conseguir? Até pode ter tomado mas, mesmo assim, ficaria amplamente aprovado. Então calem-se, repetiu o Marcelo…

Mas, pelas leituras das primeiras páginas dos jornais do fim de semana (é, como já várias vezes disse, o que apenas leio), ficamos a saber que o PSD não se calou e começa também a insinuar estar o Presidente Marcelo, também ele, “muito fragilizado”!

O Marcelo, vendo as últimas sondagens, deve ter-se fartado de rir e, ao mesmo tempo, em Espanha e ao El Pais, diz coisas de uma inanidade tal (para os seus, que não o queriam, mas depois lá tiveram que nele votar e agora já não querem outra vez…), tais como “A Geringonça tem tido um desempenho superior ao esperado”, “uma agradável surpresa até para ele” e coisas assim e de um absurdo tal que até o José Eduardo Martins confessou “sentir-se embaraçado” , acrescentando mesmo que “ sendo ele a última pessoa no PSD que ele (julgo que o Marcelo) poderia embaraçar…”, está tudo dito! Tudo dito? Não, nada disso. Depois de o Marcantónio se declarar “perplexo” com o que ele está a fazer ao PSD, o José Eduardo Martins vem colocar mais lenha na fogueira e só por uma unha negra não o acusa de pirómano. Disse ele : “Ninguém pode ser feliz pegando fogo ao sitio onde nasceu…”.

Ora eu, que até sou amigo do JEM no Facebook, que o considero e acho uma pessoa inteligente e preparada, oriundo dessa bela terra que também é a da minha esposa- Paredes de Coura- onde temos muitos amigos comuns e onde toda a gente se dá bem, só lhe poderei perguntar: Ó Dr. José Eduardo Martins, você passou-se? Passou-lhe assim alguma coisa pelo frontispício? Então você que, quando o Passos era governo, era contra o tipo, agora que ele não é governo resolve ser a favor e vira-se contra o Presidente? Você ainda não se convenceu que ele não pode ser candidato a Lisboa, homem? Ele agora é o Presidente, ainda não perceberam?

Eu sei que o que não percebem é essa coisa das sondagens. Ser da oposição e descer constantemente nas sondagens? Serem contra um Presidente e ele manter níveis de aprovação na ordem dos 80%? Eu sei e é como já disse: O PSD não desce nas sondagens, desce qual quê? Tem tido é um “crescimento negativo”… Não é Drª Maria Luis?

“Fragilizados”? Não, quem está é o Centeno, o Marcelo e, já agora, o Costa!

Ah! Também não posso deixar de referir aqui, mas isto li no Facebook, a pungente pergunta do Camilo: Jerónimo e Catarina, que é feito de vós? Onde andam vocês?
Devem estar também “muito fragilizados” e por isso não aparecem…É o diabo! O diabo? É isso, está encontrado, finalmente…


Fonte aqui

Anúncios

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s