Sete razões para o PS não apoiar Maria de Belém

(Nicolau Santos, in Expresso Diário, 21/08/2015)

nicolau

Pessoalmente, Maria de Belém é uma pessoa encantadora, de uma enorme gentileza e que exerceu sem rasgo mas com competência as funções públicas que lhe têm sido confiadas. Mas a sua decisão de avançar com uma candidatura à Presidência da República tem obviamente de ser apreciada politicamente. E há sete razões para o PS não a apoiar.

1) Esta candidatura não nasce por convicção mas por reação – reação ao possível apoio do PS a Sampaio da Nóvoa, que alguns notáveis do PS não apadrinham nem aceitam. Não é um bom motivo para avançar. Até agora nunca Maria de Belém tinha dito uma palavra ou passado uma mensagem que permitisse adivinhar que o seu grande desígnio era um dia ocupar o Palácio de Belém.

2) Esta candidatura nasce contra a atual direção do PS. Maria de Belém era presidente do partido por indicação de António José Seguro. Esteve discretamente com ele quando António Costa desafiou a sua liderança e o afastou do cargo de secretário-geral do PS. Ficou seguramente magoada quando Costa a substituiu por Carlos César. Agora serve a sua vingança. Fria, como é da norma para doer mais.

3) É verdade que Maria de Belém, durante uma ação de campanha (a entrega das listas de deputados do PS às próximas eleições legislativas), aproveitou para anunciar a Costa que se ia candidatar a Belém, como se essa fosse uma questão de somenos que se resolvesse com uma conversinha num canto de um corredor de um tribunal. Mas fazer depois o anúncio público quando António Costa estava num direto da SIC, esvaziando a mensagem que ele pretendia passar e obrigando-o a voltar ao tema das presidenciais quando ele tem insistido que o importante neste momento são as legislativas foi no mínimo, para ser simpático, uma enorme deselegância. Para ser antipático, foi uma facada nas costas.

4) A forma como todo o processo está a ser conduzido por Maria de Belém desvia as atenções do essencial – as legislativas – e lança ainda mais confusão, se preciso fosse, no campo socialista, já a braços com uma campanha que tem sido bastante acidentada. Numa análise pura e dura, quanto pior for o resultado do PS nas legislativas, melhor será para a candidata na sua corrida a Belém, já que os portugueses têm por norma não colocar todos os ovos no mesmo cesto. Ora objetivamente com esta sua decisão, da forma e no tempo que a anunciou, Maria de Belém está a prejudicar os resultados eleitorais do PS nas legislativas. Sendo militante do PS, é imperdoável o que fez.

Maria de Belém no fundo está a apostar (mesmo que não deliberadamente, mesmo que não conscientemente) na derrota dos socialistas nas legislativas e na substituição de António Costa

5) Maria de Belém apresenta-se apoiada por Manuel Alegre (seguramente porque Alegre é um cavalheiro e está agora a pagar o favor que Maria de Belém lhe fez quando foi a sua mandatária nacional em 2011 na altura em que o histórico socialista se candidatou à Presidência da República), por Vera Jardim (que é seu amigo de longa data), por Nuno Júdice (um enorme poeta, que muito admito) e por Eurico Brilhante Dias (um dos braços direitos de Seguro). São pessoas que muito aprecio e que conheço pessoalmente. Depois, tem ainda os apoios de uma diretora da Associação Nacional de Farmácias, do presidente da Amorim Turismo, de outra administradora agora do grupo Altis, de um gestor do BES Numismática e de um gestor do Instituto Português de Estudos Maçónicos. Para já, claro. Outros apoios aparecerão. Em contrapartida, houve dois notáveis militantes do PS, ex-Presidentes da República, um dos quais por acaso é seu fundador, que apoiam outra candidatura (Mário Soares e Jorge Sampaio) e outro ex-presidente da República (Ramalho Eanes) que também apoia a outra candidatura que visa ganhar o apoio socialista e que já está no terreno há algum tempo. As pessoas valem todas a mesma coisa. Mas há uns que têm mais peso politico perante os eleitores do que outros. Ou seja, há claramente uma diferença substancial do peso dos apoios entre Maria de Belém e Sampaio da Nóvoa. E não é a favor da candidata.

6) Por mais voltas que dê, Maria de Belém veio objetivamente dividir o campo socialista nesta matéria, tanto mais que se conhecem há muito uma série de sinais de que o líder do PS iria apoiar Sampaio da Nóvoa. Que outra pessoa do campo socialista mas não militante do PS apresente a sua candidatura aceita-se sem reservas. Que isso seja feito por alguém que participa nas reuniões na sede do partido no Rato já é menos compreensível – e não é seguramente inocente. Quem desafia a linha oficiosa do partido não merece seguramente ser apoiada por ele, pelo menos enquanto for António Costa o secretário-geral do PS.

7) Finalmente, o atual PS não pode apoiar Maria de Belém porque, no fundo, ela está a apostar (mesmo que não deliberadamente, mesmo que não conscientemente) na derrota dos socialistas nas legislativas e na substituição de António Costa – pela única e simples razão de saber que, com Costa, não terá nem, cargos, nem prebendas, nem sinecuras nos próximos anos se este chegar a primeiro-ministro. O regresso de Seguro é o seu seguro de vida política futura. Maria de Belém está a trabalhar para isso.

20 pensamentos sobre “Sete razões para o PS não apoiar Maria de Belém

  1. Acho a análise algo insultuosa para Maria de Belém. Ela não precisa nesta fase da vida de nada do que Nicolau Santos aqui indica e não me parece que tenha clientelas a satisfazer. A sua candidatura é completamente extemporânea (ou tinha anunciado há meses como fez em 1995 Jorge Sampaio, ou fez agora Sampaio da Nóvoa, ou esperava por depois de 4 de Outubro) e perguntar-se-à, o que fez Maria de Belém de tão relevante ao longo da sua vida pública? Haverá talvez algum desejo de vingança em relação a António Costa, o que a acontecer revela alguma mesquinhez, mas se isso contribuir para a derrota do PS em Outubro, seguramente nada fará seja pela sua candidatura, seja por um regresso de Seguro (os Partidos não gostam de facadas pelas costas dadas antes das eleições).

    Gostar

    • Concordo. Já tinha avisado esta Srª que estava a procedermuito male a prejudicar o Partido. Mais disse-lhe que não parece uma Pessoa da Familia Roseira aqui no Porto, e que nada tem a ver com a Srª. Penso que deve ser convidada asair do Partido. Quanto ao Seguro teve uma oportunidade, e perdeu-a, por estar muito á direita. O PS é centro esquerda. Nunca fez coligação á esquerda exceto na CML, porque o PCP é intratável.

      Gostar

  2. Uma vez mais, como regularmente faz, NS brinda-nos com uma sintese analitica precisa e clara, neste caso sobre o azedume que perpassa as hostes seguristas. Nunca saradas as cicatrizes do velho aparelho provinciano, populista e facilitista, a oportunidade de tramar Roger Costa Rabbit era demasiado tentadora. O resto ficara por conta da previsivel decisao do Juiz Carlos Alexandre relativamente a termodinamicamente desestabilizadora libertacao vigiada de Jose Socrates na vespera das legislativas. “Clouds are gathering over Rato Fields”. Mesmo ficando Maria a ver Belem – como ficara – por um velho oculo quinhentista. Como se diria em franciu, “match nul”. E rolhas de Veuve Cliquot a saltarem na Sao Caetano.

    Gostar

  3. Completamente de acordo. Embora seja óbviamente primário a situação é simples – Ou estás comigo ou contra mim e esta senhora está claramente contra. Talvez encontremos mais explicações se relembrar-mos q a senhora já em Abril pedia apoio no CDS……levou algum tempo para dps precisar de usar o tempo de uma entrevista televisiva do leader do partido para fazer o anúncio da dita candidatura. Mais uma q se desmascara

    Gostar

  4. Nicolau, ao contrário de Jaime Santos, e sou assumidamente socialista, acho a sua análise como é seu apanágio,objectiva e verdadeira. É verdade, Maria de Belém veio estragar tudo, não sei se deliberadamente ou não mas que vem desestabilizar isso sem duvida. Quanto às facadas nas costas, não gosta o PS e nenhum outro porque não só pode prejudicar o seu partido como revela uma boa dose de mesquinhez. Também não tenho nada contra a Sra, mas não posso deixar de concordar quando diz que pode até contribuir para a derrota do PS em Outubro. o que muito lamentaria. Parabéns pelo bom artigo.

    Gostar

  5. Concordo com toda a análise, exceto com a parte da comparação qualitativa de apoios.
    Não creio de forma alguma que o apoio de Soares seja uma mais valia. Se algo o povo português tem demonstrado é que está farto de baronatos e de líderes políticos pastorais que julgam que a sua palavra e o seu apoio são regra quase bíblica para o eleitorado.
    Não é que Maria de Belém transpire a tão aclamada alternativa em detrimento da já esgotada alternância, mas pode comecar a ser identificada como a anti-messiânica que já começa a recolher simpatia do eleitorado, enquanto que Sampaio da Nóvoa vai sendo crescentemente enredado no “establishment” socialista.

    Gostar

  6. E eu que pensava que tudo estava estragado muito antes de a referida senhora dar o abismal passo…Eu gosto muito do Nicolau e gosto também do que ele escreve. Leia-se como mais de uma vez põe a hipótese de a senhora não ter feito o que fez intencionalmente, conscientemente, enfim, esticando a passadeira nos dois sentidos para que a senhora possa transitar à vontade. Conhecendo-a eu igualmente, não me compete no entanto tanto dever de elegância, já que nessa matéria a senhora é só por aspecto, porque do interior estão os resultados à vista. Trata-se de uma pessoa despeitada, louca pelo poder, vingativa para além do que a política a sério poderá algum dia permitir. Mas será ela agora a culpada de tudo? Nem pensar. Os labirintos da saudade do poder levam Maria de Belém e seus pares pelo pior do PS e de si própria, fazendo-nos crer que António Costa não sendo desta estirpe, é, e de que maneira, desta família. Enquanto estiverem aparentemente inactivos os grandes chefes deste lado igual do infame “arco do poder”, não poderá o nosso País ambicionar a mais do que meia dúzia de bons rapazes em luta contra os camartelos de vento e aço que periodicamente se levantam na partilha do esbulhamento da Pátria que já foi.

    Gostar

  7. Estas são análises do jogo partidário: facadas, mesquinhez, traições e outras más acções. Mas o povo português, que está pagando na carne esta antipatriótica governação de direita, vai (poder) ser a grande vitima destes desentendimentos que já não são só da esquerda, mas dentro do próprio PS. Terei respeito por alguns amigos da senhora que são do CDS, mas a luta politica não se faz com caridadezinha, sorrisos, vaidades e/ou simpatia pessoal, mas com determinação, competência, humildade e espirito de sacrifício. A Dra. Maria de Belém está (já) a fazer um mau serviço a Portugal e à democracia, por está já a abrir as portas à continuação da governação de direita como se já não chegasse já 4 anos de Passos Coelho/Portas/austeridade e 10 anos de Cavaco.
    Deste trágico período de 4 anos, demoraremos décadas para recuperar a dignidade e o Futuro deste país, a menos que as oposições surdas à Democracia e Liberdade travam e façam descarrilar o cambóio de Portugal.

    Gostar

  8. Já estão a transformar a Maria de Belém no bode expiatório da inabilidade política de António Costa! Quem precipitou o anúncio da candidatura foi o próprio AC que embora tenha dito que presidenciais só depois de 4 de Outubro numa entrevista à Visão te e rasgados elogios a Sampaio da Novoa!!

    Gostar

  9. Além de outros pequenos pormenores: quando saiu do Ministério da Saúde foi trabalhar para um consórcio de Hospitais Privados; como deputada e Presidente de Comissão Parlamentar da Saúde não a inibiu de emitir pareceres a pedido de Hospitais Privados… É só a mim que isso faz comichão?

    Gostar

  10. A análise de Nicolau Santos é objectiva e espelha com rigor, aquilo que se está a passar no interior do PS. Por muita legitimidade, que MBR tenha, para se candidatar á presidência da república, isso não lhe dá o direito de prejudicar o PS, e é isso que está a acontecer, quem disser o contrário está a faltar á verdade. Já é tempo de os socialistas deixarem de dar “tiros no pé”.

    Gostar

  11. Quanto à “facada pelas costas” não ouvi Nicolau Santos referir a facada pelas costas de António Costa a António José Seguro e a todo o PS. .Deixou-nos estupefactos ao ouvi-lo, na homenagem a Maria José Nogueira Pinto,. anunciar a sua intenção de avançar para secretário-geral do PS. A esquerda festiva e caviar só tem manchado o bom nome da ESQUERDA. Hàja civismo..

    Gostar

  12. Vai haver um momento em que um dos candidatos, antes do acto eleitoral, se confrontará com a realidade, o de ganhador ou derrotado,. Espero que Nóvoa e Belém não repitam o que Mário Soares fez em 2006 e 2011, o de num “ajuste de contas” com Manuel Alegre, não se retirar dando assim a vitória a Cavaco. Espero que os apoiantes de ambas as candidaturas tenham sempre presente que vai chegar o momento em que UM vai precisar do OUTRO. Seja-se, cidadãos “na sua total inteireza” como dizia Sophia de M. Breyner.Cunhal soube sê-lo quando apelou ao voto em Soares. É bom recordar

    Gostar

  13. O que se nota é que o Nicolau nao gostou nada da jogada da belém. Mas vamos por partes: O 1º ponto nem vale a pena discutir, porque é apenas uma opiniao, e valida como tantas outras. No 2º ponto, o Nicolau tem toda a razão, mas ao contrario do azedume do nicolau a belem tem todo o direito de se querer vingar do costa, e mostra que está ao lado do seguro. Até aqui foi uma boa jogada. O ponto 3º é para mim o mais importante, porque se o anuncio da candidatura foi anunciado,quando costa estava num directo, foi um momento chave escolhido por belem para fazer o anuncio e entalar o costa. E se o nicolau diz que foi uma facada nas costas, ok, pode ter sido, mas foi uma facada bem aplicada e merecida, porque facada foi o que o costa fez ao seguro. Porque teve oportunidade de se candidatar no congresso contra seguro, e nao o fez, por medo. Há um ditado que diz “olho por olho, dente por dente”, e o costa teve o que merecia. O 4º ponto e no seguimento do ponto anterior, embora seja mau, mesmo muito mau o psd ganhar, também será muito mau ser o ps a ganhar, assim era bom que o ps levasse uma banhada, e o costa ficasse envergonhado, e pusesse uma corda ao pescoço como o egas e fosse pedir perdao ao seguro. No 5º ponto nada a assinalar. Agora no 6º ponto, o nicolau comete uma pequena imprecisão, quando diz que a linha oficiosa do ps nao será apoiada quem for contra ela, mas nao foi isso precisamente que o costa fez ao nao apoiar a linha oficiosa do seguro?????? Esta ó nicolau foi de mestre!!!!!! O 7º ponto parece-me mais uma opiniao de um despeitado, nao sei, nem quero saber, se o nicolau tem algum interesse que o ps ganhe, mas que o comentario mais parece uma encomenda, aí, isso parece!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    Gostar

  14. É triste e lamentável que os meus comentários sejam censurados, e que os restantes não o sejam. Será por discordância !!?? Reina o LAPIZ AZUL!!?? . Os meus amigos não vizualizam os meus comentários.

    Gostar

    • Os seus comentários não são censurados. Tem apenas que ser aprovados. E depois de ser aprovado o primeiro, a partir daí a aprovação é automática. Até ao momento, com a identificação que agora está a usar, ainda não tinha sido submetido qualquer comentário.

      Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s