A alegria de Rui Rio

(In Blog O Jumento, 27/11/2020)

Rui Rio dá ares de quem ganhou um brinquedo novo, parece uma criança a quem ofereceram a primeira bicicleta, finalmente sente-se feliz porque consegue dar ares de líder do PSD. Não lhe importa que tenha conseguido dar ares de líder porque a Catarina Martins lhe emprestou a prancha de bodyboard (surf é demais para as suas capacidades) enquanto do outro lado o André Ventura o segurava para aparecer minimamente equilibrado para a fotografia. 

Não lhe importou que tenha sido uma figura secundária no debate do Novo Banco, não se incomodou de a sua cambalhota ter sido sincronizada com a do Ventura, o que o levou a pensar que afinal o espelho estava enganado, foi o momento de glória proporcionado pelo Novo Banco. O outro andava de chanatas enquanto pôs fim ao BES, este anda de botas cardadas quando dá o pontapé no Novo Banco. 

Mas o mais curioso é ver um ecrã cheio de gente engalfinhada para aparecer ao lado do líder. É a abordagem pacóvia muito típica, uns querem dizer na terra que são importantes porque têm direito a estar atrás do líder, outros aproveitam a foto para meter no Facebook do PSD da sua aldeia. À frente deles um líder excitado berra e como acha que o seu sorriso é lindo não usa máscara, porque deve achar que os portugueses preferem ler nos lábios. 

Este é o senhor que revelou não ter classe nenhuma ao abordar a questão do congresso do PCP. Mas no mesmo telejornal vejo imagens do congresso do PCP, um controlo rigoroso nas entradas, distanciamento social, micros desinfetados após todas as intervenções, todas as cadeiras desinfetadas no intervalo para o jantar. 

Pessoalmente achei que a realização da Festa do Avante revelou alguma falta de bom senso e que o congresso tem muita teimosia ideológica. Mas recuso condenar a realização do congresso, como não condenei outro congresso e manifestações em tempos de pandemia e organizados sem um mínimo de seriedade. O PCP tem direito a fazer o uso dos seus direitos constitucionais e questioná-los, ainda que com os truques pacóvios do Rui Rio, só merece uma condenação. 

Mas depois de ver este Rui Rio acompanhado de um rebanho de gente em menos de dois metros quadrados acho que este palerma deveria pensar um pouco antes de abrir a boca.


7 pensamentos sobre “A alegria de Rui Rio

    • Nota. Epá, eis um assunto mesmo importante para se escrever um posto de sucesso. Eu dou a minha humilde contribuição: que tal o Jumento, A Estátua, a Dondoca d’Um Jeito Manso, a Virgínia da Silva Veiga, o Rei dos Infiéis, o Carlinhos claro, assim ao estilo dos maravilhosos comunicados que periodicamente gatafunham os assessores da Graça Fonseca tão ridículos eles são, ou, mesmo, a personagem Valupiana debruçarem-se sobre a carreira ministerial da gordinha Mariana Vieira da Silva que, depois do lote dos caçadores do discurso de ódio na net, glup!, agora atira as bandeiras portuguesas para o chão quando o seu belo nome surge imortalizado nas placas de inauguração duma mercearia qualquer neste Querido Portugal? Nada dizem, pás? Sentem ao menos a excitação juvenil, ou nem por isso?

    • Nota. Epá, eis um assunto mesmo importante para se escrever um post de sucesso. Eu dou a minha humilde contribuição: que tal o Jumento, A Estátua, a Dondoca d’Um Jeito Manso, a Virgínia da Silva Veiga, o Rei dos Infiéis, o Carlinhos claro, assim ao estilo dos maravilhosos comunicados que periodicamente gatafunham os assessores da Graça Fonseca tão ridículos eles são, ou, mesmo, a personagem Valupiana debruçarem-se sobre a carreira ministerial da gordinha Mariana Vieira da Silva que, depois do lote dos caçadores do discurso de ódio na net, glup!, agora atira as bandeiras portuguesas para o chão quando o seu belo nome surge imortalizado nas placas de inauguração duma mercearia qualquer neste Querido Portugal? Nada dizem, pás? Sentem ao menos a excitação juvenil, ou nem por isso?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.