Roubo em preparação pelo Novo Banco

(Dieter Dellinger, 13/10/2018)

novo_banco.jpg

O Novo Banco vai vender – diz o Expresso – 8726 imóveis com valor contabilístico de 716,7 milhões de euros por apenas 388,9 milhões ao fundo Norte Americano Anchorage.

Depois vai pedir ao Fundo de Resolução (Estado) mais dinheiro para capitalizar.

Esta venda pode ser um ROUBO. O Banco de Portugal e o Fundo de Resolução têm de analisar o negócio e verificar se a venda dos imóveis através da Remax e outras empresas do género um a um não vai ser mais rentável, tanto mais que o preço dos imóveis ainda estão em alta considerável. Ambas as organizações serão responsabilizadas pelo ROUBO.

O Banco de Portugal tem o dever de verificar os grandes negócios dos bancos e o Fundo de Resolução meteu muitos milhões no Novo Banco, pelo que tem o direito de verificar e dar a sua aprovação ou reprovação.

A recapitalização do Novo Banco custou aos contribuintes este ano a módica quantia de 792 milhões de euros, pelo que o dinheiro da venda pelo valor contabilístico do património imobiliário deveria reverter para o Estado. Os lesados do BES já nos levaram este ano 121,4 milhões, podendo este valor subir para 145 milhões de euros.

A concretizar-se a venda, o Ministério Público deve investigar se não houve dinheiro debaixo da mesa e se os administradores do Novo Banco, Banco de Portugal e Fundo de Resolução não vão encaixar uns milhões a título particular e colocado numa offshore qualquer.

Nós, os contribuintes, já fomos muito ROUBADOS pelo Novo Banco. Depopis desta venda, o Fundo de Resolução maioritariamente do Estado não deve meter mais um cêntimo no Novo Banco.

Parece que o Fundo Anchorage quer vender a uma grande empresa americana por ações que aluga casas e pretende procurar compradores de ações, estando já a enviar formulários a perguntar a opinião de pessoas acerca desse tipo de investimento.

Advertisements

7 pensamentos sobre “Roubo em preparação pelo Novo Banco

  1. Como é possível tratar asim do patrimônio que também é nosso.É preciso agir antes da venda se concretizar.

  2. “Nós, os contribuintes, já fomos muito ROUBADOS pelo Novo Banco. Depois desta venda, o Fundo de Resolução maioritariamente do Estado não deve meter mais um cêntimo no Novo Banco.”
    Não há dinheiro para o Serviço Nacional de Saúde, para equipamentos e medicamentos, médicos, enfermeiros e restante pessoal, não há dinheiro para a Educação, escolas, professores e restante pessoal, não há dinheiro para o Ambiente, para a Justiça, etc. Mas há dinheiro para os Bancos que até não pagam impostos como as restantes empresas. Se dá revolta?! Oh se dá !! Basta te tanto roubar os portugueses !

  3. Concordo e subscrevo ! Atencao que os contribuintes ja foram lesados com este assunto. E sim, nao vejo nenhuma razão para darem de bandeja este negócio a estrangeiros, quando as mediadoras imobiliárias portuguesas conseguem melhores resultados em que o banco encaixa mais dinheiro, as imobiliárias ganham também, pagam impostos ao estado bem como os compradores e assim se dinamiza a economia em que ficamos todos a ganhar. E os portugueses tambem precisam de casas!

Responder a Americo viana Cancelar resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.