Rui Rio e o esgoto que corre contra ele

(Carlos Esperança, 25/09/2018)

ventura_2

A família política de Rui Rio não é a minha, mas não posso deixar de denunciar os seus adversários, aqueles vermes que circulam nos esgotos do neosalazarismo e desaguaram nas alfurjas do PSD. São os mais ressentidos reacionários os que mais o contestam.

A decadência ética do partido acelerou quando o cavaquismo se tornou a sua referência e Passos Coelho a escolha de Miguel Relvas e Marco António. Sá Carneiro, Magalhães Mota e Pinto Balsemão desapareceram da memória coletiva do PSD e deram lugar aos adversários da Constituição, seduzidos pelos ventos reacionários que sopram da Europa.

O exemplo húngaro e polaco são o desígnio oculto dessa oposição interna que rejubilou com a eleição de Pablo Casado para a liderança do PP espanhol. Velhos militantes do MRPP e novos neossalazaristas engrossam as fileiras da oposição a Rui Rio, tendo no Observador o órgão oficioso e na generalidade da imprensa os almocreves de serviço.

Quando um partido se sente órfão do ora catedrático Passos Coelho e não permite que o economista Rui Rio o substitua, talvez porque pagou sempre o que devia à Segurança Social e ao Fisco, não arrecadou fundos europeus para uso fraudulento e não tem títulos académicos oferecidos, é porque é infecto o ar da Rua de S. Caetano, à Lapa, e suspeitos os que querem assaltar a liderança. Não são políticos que defendam causas, são piratas ávidos do poder.

O Observador exumou o vereador de Loures, André Ventura, um professor universitário fascista que teve o apoio expresso de Passos Coelho para candidato à autarquia e cujas posições xenófobas e extremistas levaram o CDS, por cálculo ou vergonha, a abandonar a coligação que tinha sido firmada. É ele o atual adversário de Rui Rio.

O primata, professor de direito, defensor da pena de morte, do trabalho obrigatório para reclusos e da castração química de pedófilos, é o académico erudito, com conhecimento aprofundado de hebraico e arábico, que apoia Luís Montenegro para substituir Rui Rio.

Para já, tem tempo de antena e propõe-se arranjar o número de assinaturas necessárias a um congresso extraordinário para afastar Rui Rio. Ao pé dele, até Nuno Melo e João de Almeida, do CDS, parecem democratas, e a Dr.ª Cristas uma estadista.

Com o afastamento do menino guerreiro à procura de gente para o seu novo partido, não faltam guerreiros nas hostes de Passos Coelho cujo regresso aguardam para a batalha de Alcácer-Quibir onde soçobrará o que resta do PSD.

Talvez Marcelo lhe dê a mão e resgate o partido da infâmia, deixando ao CDS o trabalho sujo contra o Estado de Direito.

Advertisements

5 pensamentos sobre “Rui Rio e o esgoto que corre contra ele

  1. Rui Rio, é um candidato limpo,deixou trabalho
    Não compreendo porque não se deixa avançar , melhor dizendo, porque não se ajuda este homem . ? O Santana aparece, ainda não se convenceu que o tempo dele passou com a traição dum presidente PS. O Passos Coelho muito honesto, não chega. Era uma criança com corpo de adulto , faltava-lhe o cariz e não chegou a ganhar . Vamos apoiar um homem com cariz. Vamos combater a anarquia deste país. Vamos devolver os bons costumes,

    • “O Passos Coelho muito honesto, não chega. Era uma criança com corpo de adulto , faltava-lhe o cariz e não chegou a ganhar” ? (Parece-me uma intenção ou ingénua ou capciosa de branquear a ignóbil, demencial hecatombe de destruição dos pilares de um Estado Democrático que um aldrabão degenerado e a sua camarilha, provocaram em Portugal !)

      “Vamos combater a anarquia deste país ?”. (A anarquia existe é no PSD, um partido todo “em cacos partido”…com gente de “ponta e mola” pronta, a cada “esquina da Santana à Lapa” !)

      “A decadência ética do partido acelerou quando o cavaquismo se tornou a sua referência e Passos Coelho a escolha de Miguel Relvas e Marco António. Sá Carneiro, Magalhães Mota e Pinto Balsemão desapareceram da memória coletiva do PSD e deram lugar aos adversários da Constituição, seduzidos pelos ventos reacionários que sopram da Europa”. (Carlos Esperança)

      “Vamos devolver os bons costumes ?” ( Porque é que “isto dos bons costumes”, me faz lembrar “aqueles vermes que circulam nos esgotos do neosalazarismo e desaguaram nas alfurjas do PSD. São os mais ressentidos reacionários os que mais o contestam”. (Carlos Esperança)

      Enfim, parece-me uma intenção ou ingénua ou capciosa de branquear…

  2. Este é mais um que anda no PSD pelo tacho que lhe proporciona!!!! É agora esta a sentir que este tipo de políticos que vagueiam pelo PSD o Rui Rio tem de limpar!!! Não fazes falta nenhuma, vai para o partido do Santana.

  3. Em pânico. Todos estes medriocres que se empoleiraram ou pretendem empoleirar no estado estão em pânico porque o homem (Rui Rio) prepara-se para fazer a limpeza que ainda ninguém teve a coragem de executar.
    Pena o sr. António Costa também não fazer a limpeza no seu quintal. Talvez ainda fossemos a tempo de nos salvar.

  4. Zangam-se os compadres e toda a merda vem ao de cima por isso á já muito tempo que de norte a sul me cheirava tão mal com o mau hálito das múmias…

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.