Sócrates diz que única agenda da direita era manter PGR

(In SIC Notícias, 22/09/2018)

(Sócrates diz o óbvio. Mas que muitos responsáveis políticos de esquerda não se atrevem a dizer, seja por cobardia, seja por puro tacticismo.

Comentário da Estátua, 22/09/2018)


José Sócrates diz que nos últimos quatro anos o Ministério Público atacou os adversários políticos da direita. O antigo primeiro-ministro e arguido na Operação Marquês deu uma conferência de imprensa este sábado, no Porto, onde comentou a substituição da procuradora-geral da República.


Ver vídeo aqui: SIC Notícias | Sócrates diz que única agenda da direita era manter PGR

Anúncios

5 pensamentos sobre “Sócrates diz que única agenda da direita era manter PGR

  1. (Sócrates diz o óbvio. Mas que muitos responsáveis políticos de esquerda não se atrevem a dizer, seja por cobardia, seja por puro tacticismo.

    Comentário da Estátua, 22/09/2018)

    _____

    Manuel G, louvo o teu infinito empreendorismo no que à figura de José Sócrates diz respeito, mas, a bem da verdade, dos bons costumes e do rigor que pedes aos outros, parece-me que o tipo da Covilhã, hoje por hoje, não disse apenas isso exactamente. Cito, que até pode arrepiar mas que está em consonância com as mais alucinadas bacoradas que se fazem ouvir no Aspirina B, principalmente, e também por aqui: o Partido Socialista “foi cúmplice de todos os abusos” (sublinhado!). Nem mais, nem menos, pelo que nem a mais redonda prosa de um Dieter Dellinger conseguiria explicar melhor!

    José Sócrates afirmou, em entrevista ao jornal brasileiro Folha de São Paulo, que ao contrário do Partidos dos Trabalhadores (PT), que se manteve sempre ao lado de Lula da Silva, o Partido Socialista (PS) se afastou quando “foi cúmplice de todos os abusos”. Questionado se considerava que o PS o havia traído, o antigo primeiro-ministro respondeu que “a traição tem uma dimensão pessoal”.

    “A diferença é que o PT [Partido dos Trabalhadores] manteve-se sempre ao lado do Lula. A primeira coisa que o Partido Socialista fez foi procurar afastar-se. A verdade é que o PS, ao longo de dois anos, foi cúmplice de todos os abusos”, disse José Sócrates, que está acusado de corrupção, branqueamento de capitais e fraude fiscal na Operação Marquês, revelando ainda que tencionava escrever um livro sobre a investigação.

    […]

    No jornal I, onlne.

    Gostar

      • OK, Manuel G.

        Mas ela a frase é bastante clarificadora e explica a toda a gente, muito bem!, quais as bacoradas que vão por aquelas cabeças, cabecinhas ou cabeçorras. Por isso eu citei o Dieter Dellinger, e ele que me desculpe que isto não é nada pessoal!, mas, para quem sabe alguma coisa do dernier cri do socratismo, percebe-se melhor que custa ler os arrebatamentos do senhor sobre o Partido Socialista, Deus e o Dr. António Costa quandome parece que o que se quer é misturar à martelada a água com o vinho.

        Isso é fazer pura alquimia, bruxaria!

        Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.