O troglodita

(Estátua de Sal, 22/04/2018)

lpn2

Acabei de assistir ao Eixo do Mal. Daniel Oliveira ausente. Presentes Pedro Marques Lopes, Clara Ferreira Alves e um troglodita, Luís Pedro Nunes de seu nome. O assunto era a avaliação da transmissão pela SIC e CMTV dos vídeos do interrogatório a José Sócrates.

Marques Lopes e Clara, tendo ambos professado que consideram que Sócrates é culpado – na sua avaliação pessoal, pelo menos, e para já, no plano ético -, defenderam os formalismos do Estado de Direito, consideraram a transmissão das televisões um espectáculo de pornografia em horário nobre, um crime previsto no Código Penal a exigir investigação rápida e aprofundada, culminando nas previstas sanções legais. E foram os primeiros a pronunciar-se.

Qual o meu espanto quando o Nunes começa, em gesticulação de possesso, a largar as maiores alarvidades que tem sido dadas à estampa em televisão nos últimos tempos. Que a SIC tinha feito muito bem. Que as “peças” tinham sido muito bem feitas e que tinham um relevante interesse jornalístico. Que os crimes eram de tão alto coturno, sendo Sócrates o grande destruidor do país, pelo que era perfeitamente justificável a decisão das televisões. E bateu o pé aos seus colegas de programa quando estes o interpelaram e contradisseram.

Ó Nunes, que tu eras um parvinho, uma espécie de bobo do Eixo, já todos nós sabíamos. Que desças tão baixo, que queiras colocar o Estado de Direito debaixo do tapete para dares vazão à tua conhecida fobia a Sócrates – uma espécie de caso clínico a necessitar de urgente tratamento -, ultrapassou todos os limites. Tu, afinal, és um troglodita. Só te falta o machado de sílex para atacares ursos, como se estivesses no tempo da barbárie e da pedra lascada.

Não é que não suspeitasse, mas confirmei, as razões pelas quais te é dado tanto tempo de antena. És uma voz ausente de princípios, um personagem de ópera bufa, vazio, e pronto colocares o teu latim de gago que se baba ao serviço de quem te paga as mordomias.

E falas tu do Sócrates ter destruído o país. O que destrói o país e corrói o nosso desígnio colectivo é pulularem por aí chusmas de tipos como tu, sem cerviz nem neurónios que se vejam, tipos que defendem o regresso à barbárie, à terra sem lei, e que da civilização tem apenas um verniz postiço à flor da pele.

 

Anúncios

16 pensamentos sobre “O troglodita

  1. Com a liberdade absoluta de transferência de dinheiros que hoje existe globalmente para contas fantasma em offshores e afins, complementadas com retransferências…etc…etc….alguém me pode explicar como é possível provar que alguém é corrupto???????????
    SOLUÇÃO????…….Proibir offshores…..Proibir transferências de dinheiros sem justificação comercial…..Fazer legislação de enriquecimento ilícito

    Gostar

    • Proibir offshores é uma opção que nos tempos mais próximos vai ser impensável. Para muitos territórios, é a única mais valia comercial que têm e, ao mesmo tempo, os gigantes multinacionais são um lobby poderosíssimo de bloqueio a uma alteração global do atual paradigma.

      Uma solução possível e que já começa a ser estudada em alguns países é a inversão do ónus da prova para crimes do foro económico. Em termos muito simplistas, significa que, não sendo a prova meramente material (como no caso de um homicídio em que há vestígios, um espaço físico concreto, entre outros elementos materiais de prova), no caso de crimes como Branqueamento, Fraude Fiscal, corrupção e afins, o dever de provar a proveniência de montantes não declarados ou não condicentes com os rendimentos passa para o suspeito. É quase como tratar um processo crime de forma administrativa.
      Pese embora seja polémico, no que concerne ao Branqueamento já se faz em alguns países europeus.

      Gostar

  2. Também vi o “teatro” do burro representado à maneira das telenovelas; gesticulando e agarrando a fronha aos gritos destemperados num fingimento telenovesco dramatizado à força para enfatizar o seu ódio mentecapto a Sócrates.
    Aquela gente não vale nada vive de joelhos e pensa como o cão de Pavlov. Precisam duma boa ração diária por hábito de bem-estar e por tal vendem a liberdade pela servidão.
    São, precisamente, gente desta que a toda a hora dão opinião na tv. Esta está para Sócrates como está para o futebol: é preciso vender imagem nem que tenham de vender a alma ao diabo. E realmente toda esta chusma de comentadores se fazem acusadores com palavras e moral sobre suposições sem a mais leve prova documental concreta.
    É, como diz, gente desta que se corrompe mais vilmente que qualquer corrupto venal pois vendem o mais intimo do homem, o pensamento, a troco da ração e do fatinho diário que mais mal fazem ao país instrumentalizando as consciências morais e éticas da população incutindo-lhes ideias feitas em vez de raciocínios.
    Com tal trupe de gente comandada pelo general pedante, invejoso e vingativo mano Costa da sic, eixo-do-mal e fedoremtos governos-sombra e mais uma chusma de ajudantes à procura dos restos o país arrisca-se a ir pelo caneiro de uma qualquer corporação de cariz justicialista.
    Com Trump o mundo parece seguir nessa direcção. Será que ninguém pára isto?

    Liked by 1 person

  3. António Martinho Marques
    Agora mesmo ·
    Este mocinho desabrido, deve ir tratar-se dos fecalomas cerebrais que produz com abundância,.
    em qualquer hospício especializado da Coreia do Norte! Eu abro a subscrição para a “viagem”

    Liked by 1 person

  4. O que mais admiro é asfalta de ética de alguns jornalistas o Sr P Nunes não admira que fassa
    Esses comentários .É muito básico eu se fosse director deste canal despedia ,mas olhando á minha volta o que mais vejo são pessoas como ele por isso o melhor é eu me despedir adeus
    até ao meu regresso

    Liked by 1 person

  5. O mais engraçado do «sectarismo» é que até a Clarinha e o simpático Pedro Marques Lopes pareciam estarrecidos com a pesporrência do Troglodita… Ora sucede que nem a Clarinha nem o simpático Pedro Marques Lopes são pessoas «amigas» do tal de Sócrates. Só tentavam, pelo que se viu, inutilmente, explicar ao Troglodita algumas questões mais elementares de senso comum e de Direito!… «Pérolas a porcos», diria um velhote da minha aldeia.

    Gostar

  6. estava a assistir e esta #criatura sempre me tira do sério. Mas neste programa desceu tanto o nível, que já era baixíssimo, que como se dizia na minha juventude ficou ao nível de “cócó de cão pisado”. Repugnante. Como podem considerar e pagar a #criaturas assim para serem comentadores. Para ele a democracia é um estorvo. E aina me lembro de ele se referir ao 1º Ministro como “o Buda do Chiado”. Repugnante. Viscoso e oleoso. Deve ser por isso que o que sai daquela cabeça quadrada é…quadrado

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.