CUIDADO COM OS RUSSOS

(In Blog O Jumento, 30/03/2018)
Vem-ai-os-Ruos-Vem-ai-os-Ruos
No imaginário ocidental os russos fazem o papel de lobo mau, passa-se a imagem de grunhos que passam a vida a encontrar meios de prejudicar o Ocidente, como se na história da Europa e, mais tarde, com a implantação do comunismo, todos os perigos para o maravilhoso mundo ocidental viessem do leste.
Temos os bons e os maus que são os russos, armas atómicas boas e as más que são as russas, armas químicas boas e armas químicas más que são as russas, extremistas islâmicos bons e árabes maus que são os apoiados pela Rússia. Temos um Trump bom e um Putin mau. Até os fascistas são bons se forem ucranianos e quiserem fazer frente a Putin.
A Rússia ficou com a Crimeia onde a esmagadora maioria da população é russa, num território historicamente russo, mas ninguém diz que o que a Rússia fez na Crimeia não foi o mesmo que os EUA fizeram no Texas, uma província que era mexicana e onde os colonos invasores estavam em minoria? A Rússia tem nas suas fronteiras menos territórios conquistados pela força do que os EUA, onde se queixam de em muitas regiões nem ser necessário falar inglês, ignorando que a língua materna desses Estados antes da ocupação era o castelhano.
Não foram os russos que invadiram a França, mas sim Napoleão que tentou conquistar a Rússia. Não foi Stalin que tentou conquistar a Alemanha, mas sim Hitler que tentou ficar com a Rússia. Que se saiba a única vez que os ingleses foram à Rússia não foi para libertar aquele país, mas sim para tentar voltar a colocar o Czar no poder. Já o mesmo não se pode dizer dos russos: a primeira vez que invadiram a Europa Ocidental foi para a libertar e ajudar os ingleses a não serem derrotados pelos alemães.
É verdade que os russos invadiram o Afeganistão e o Ocidente apoiou os que se opuseram, foram apresentados como libertadores, os mesmos libertadores que uns anos depois mandaram abaixo as torres gémeas. Os mesmos que voltaram a ser considerados libertadores no Iraque e na Síria, até ao dia em que degolaram um jornalista americano e começaram a promover atentados no Ocidente. Mais uma vez a Rússia esteve do lado errado, protegendo patrimónios como Palmira e a vida de muitos cristãos, enquanto os americanos apoiaram novamente os seus “heróis”….
Boris Jhonson, Theresa May, Trump e até o nosso esganiçado do Rangel têm razão, esses russos são um perigo! Se o Trump ainda andasse a promover a sua virilidade pagando a atrizes pornográficas, a Theresa May andasse a fazer bolinhos e o Rangel se limitasse a ganhar umas massas em Estrasburgo o mundo estaria bem mais seguro.
Anúncios

5 pensamentos sobre “CUIDADO COM OS RUSSOS

  1. Não é preciso torturar a história para falar na actual e evidente hipocrisia do ocidente. Comparar a anexação da Crimeia com a anexação voluntária do Texas quando o nacionalismo mal existia é um disparate. Já dizer que Estaline não tinha intenções de anexar a Polónia, os Balcãs e a Finlândia, só para começar, é puro revisionismo.

    Gostar

  2. Já agora acrescentar que – consta em alguns livros de História recente (e da Enciclopédia Britânica) – que a invasão do Afeganistão por parte de tropas da URSS foi a pedido do governo da então República Democrática do Afeganistão. Dizem que era uma republica laica (onde os fundamentalistas religiosos eram combatidos) e, cumulo dos pecados, até teria tendências para o socialismo… O Afeganistão agora está muito melhor.

    Gostar

  3. No que escreveu está certo em muito, só duvido que tenham sido afegãos ou outro povo, que não mesmo o americano que derrubaram as torres gémeas. Bush e a CIA, souberam o fazer para acusarem outros e ganhar apoio publica para a invasão do Iraque. Quanto ao resto você está certo, mesmo sobre Estaline e não fez revisionismo algum, como já foi acusado, sim disse a pura e real verdade. A Crimeia sempre foi Russa. O é desde o tempo de Catarina a grande. Poderão dizer ai sim, que a czarina e o poder russo na altura da Crimeia antiga se apoderou, nunca que hoje a Crimeia tenha sido usurpada. Ela foi e bem resgatada das mãos dos fascistas Ucranianos. Se fossem os americanos, nesta situação, eles teriam não só anexado a Crimeia como invadindo a Ucrânia e feito novo conflito de guerra uma vez mais. Russos tem é paciência de mais!

    Liked by 1 person

    • Eu não sei se os Crimeios estão melhor ou pior, gratos ou ingratos, e isso é que importa.
      Mas se vamos por linhas em mapas antigos, Danzig e Memel seriam alemães, a Irlanda parte do Reino Unido, Timor parte da Indonésia e a Hungria, Seŕbia, Croácia e derivados eram austríacos.

      Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.