Isto vai, meu dilecto, isto vai!

(Baptista Bastos, in Jornal de Negócios, 13/11/2015)

Baptista Bastos

Baptista Bastos

Três séculos de Inquisição, de cantochão e de arrocho, de superstição e de fanatismo, com mais 50 anos de fascismo, fizeram dos portugueses um povo amedrontado e receoso do futuro.


A direita está lentamente a recompor-se do abanão que levou nas suas certezas. O velho tema do medo voltou aos jornais, à rádio e às televisões. O medo é uma arma insidiosa e terrível, tanto mais que a direita, como dispõe do dinheiro e de inúmeros meios de comunicação, que foi adquirindo, ao longo dos anos, utiliza-os, através de estipendiados, para manter o poder. Nesse extraordinário “O poema pouco original do medo”, Alexandre O’Neill recita que “o medo vai ter tudo” e faz a enumeração desse “tudo” com a vertiginosa criatividade que faz dele o grande e imparável poeta.

Nas notícias mais breves, nos comentários mais amenos, lá vem o medo. Se atentarmos nos programas de economia, logo o medo é imposto, através de insinuações acerca dos “mercados” e do seu “comportamento” com o novo quadro político.

O pobre Paulo Portas, apoplético e raivoso, fala da união de esquerda como se do apocalipse se tratasse. É uma criatura desprovida do mais módico resquício de respeitabilidade e o seu passado, neste aspecto, é de fazer corar o mais insensível. A verdade é que o acontecido é o que tinha de acontecer. E o Governo de Passos Coelho puxou a corda do enforcado até limites insuportáveis.

Durante quatro anos e meio, os portugueses mais débeis foram esmagados com uma ofensiva nunca vista em democracia. Esta ofensiva teve o respaldo de parte da imprensa e de uma televisão conformada com a vilania. Um milhão e meio de compatriotas nossos foram arredados, ostensivamente, dos mais simples actos de cidadania. O “arco do poder”, constituído pelo PSD e pelo PS (o CDS só conta como sobressalente), dominou, como quis e entendeu, a desgraça portuguesa. E os anos da coligação acentuaram esse infortúnio. Assisti, confrangido por eles, à triste manifestação em São Bento, dos que eram contra a rejeição do programa do Governo. Como é possível, 40 anos depois de Abril, haver gente tão tacanha, tão atrozmente reaccionária como esta; como é possível? Trata-se, sobretudo, de uma questão de mentalidade, de arejamento das células cinzentas, que me parecem afastadas daquela melancólica turma. É o medo que também os inspira.

O medo é uma componente da sociedade portuguesa. Três séculos de Inquisição, de cantochão e de arrocho, de superstição e de fanatismo, com mais 50 anos de fascismo, fizeram dos portugueses um povo amedrontado e receoso do futuro, tido como maléfico pelas forças mais conservadoras. Quando Pedro Passos Coelho, num cabisbaixo discurso, no dia do adeus, diz que não abandona Portugal, a frase morre pelo ridículo e pelo descaramento. Foram ele e os seus que empobreceram o país, que enviaram um milhão de miúdos para a fome e para a penúria, que desprezaram os velhos, que tentaram liquidar a escola pública, o Sistema Nacional de Saúde, e a Segurança Social para os fojos, que tornaram a pátria num protectorado alemão – e têm agora, suprema injúria!, o descoco de usar as frases do cordeiro.

O que espera o Governo da união das esquerdas exige dos seus protagonistas uma tenacidade enorme. A direita está disposta a tudo, e até se apoia, desavergonhadamente, nas organizações políticas estrangeiras para procurar manter os seus privilégios e desmandos. A mentira, o embuste, a cilada e a calúnia fazem parte do arsenal habitualmente utilizado. Mas o que foi já está. Um círculo vicioso de poder foi interrompido e, oxalá!, desmantelado. Não digo que uma nova era vai surgir instantaneamente. Não digo. Mas que muitas coisas vão mudar e para sempre, lá isso vão! “Ça ira!”

Anúncios

9 pensamentos sobre “Isto vai, meu dilecto, isto vai!

    • só não tem medo quem não tem cu…se bem me lembro os do ça ira morreram de fome e de frio por essa europa fora ou na noção da república de famélicos ou do império que matou 4 milhões de franceses desde 1789 a 1815 e matou-os requisitando trigo carunchoso aos camponeses revoltados que abateu a tiro por serem contra-revolucionários e não quererem passar fome a bem da noção do ça ira fais pas ci fais pas ça

      Gostar

  1. quem não tem medo morre fuzilado pelos cidadãos famintos
    Baptista Bastos tal como guterres não consegue contar pelos dedos

    Menos de Três séculos de Inquisição, que matou mais em efígie do que bruxas e hereges de cantochão e de arrocho em fogueira , 100 mil anos de superstição e de fanatismo, com mais anos de sidónios pais república podre e corrupta como a thalassocracia anterior, golpes de estado militares em abriladas várias desde que os franceses e os britânicos abandonaram a pilhagem armada desta colónia e 4 anos de ditadura militar e 40 outros dum estado novo que caiu de velho que passam por 50 anos de fascismo,sem Marias Montessori a apoiar nem Annunzios a fazerem fogo de revista, todos esses anos quase 900 de servos da gleba de nobres de importação não fizeram dos portugueses um povo amedrontado e receoso do futuro. o que fez os portugueses receosos do futuro foi um clima de merda, um solo pobre que garante fomes a rodos e um mar que afoga periodicamente quem se tenta alimentar à sua custa….PORTUGAL É FADADO GEOLÓGICA E CLIMATOLOGICAMENTE A SER UM PAÍS DOS MAIS FODIDOS DA EUROPA …QUE SÓ É BOM PARA QUEM ASPIRE A CANCROS DE PELE A RODOS E ÁGUA SALGADA A DAR PELO TOUTIÇO OU MAIS ACIMA

    A direita QUE SEMPRE FOI DAS MAIS ESQUERDISTAS DA EUROPA TÃO MANSA COMO OS CORNOS MANSOS QUE PERIODICAMENTE TUTELA está lentamente a recompor-se do abanão que levou nas suas certezas DE ESTATISTICAMENTE PODER GOVERNAR O PAÍS E TODAS AS PEQUENAS CORTES MINISTERIAIS E INSTITUCIONAIS QUE PARASITAM O CORPO PODRE DA NAÇÃO EM DECOMPOSIÇÃO . O velho tema do medo CRUZ CREDO 1,2,3 VEM AÍ A BOTA BOTILDE A COLA-CAO E OS ZOMBIES BOTAS DE ELÁSTICO COM LACINHO DE MENINO DE LYCEO voltou aos jornais QUE QUASE NINGUÉM LÊ , à rádio QUE QUASE NINGUÉM OUVE TIRANDO A RÁDIO AMÁLIA PRÓS MAIS VELHOTES E O LEITOR DE CD’S O IPHODEPHODE OU CHALAÇAS NAS FILAS DE TRÂNSITO e às televisões QUE SÓ PESSOAL COM MUITA PACHORRA OU COM 4 CANAIS OU MENOS NÃO CONSEGUE MUDAR DE CANAL OU VER UM FILME EM DVD OU MESMO EM CASSETE PIRATA . O medo é BIOLÓGICO PERMITE AO INDIVÍDUO PERSISTIR NO TEMPO O MEDO NÃO É uma arma insidiosa e terrível PODE-SE TENTAR INSTILAR MEDO PELO FUTURO MAS O FUTURO É SEMPRE INCERTO E A MORTE É CERTA PODE-SE INSTILAR MEDO DE QUE A VIDA VÁ SER PIOR QUE A MORTE MAS QUEM TENHA MAIS DE 20 ANOS JÁ SABE ISSO E MUITOS DOS QUE NEM 20 ANOS TÊM TAMBÉM JÁ O SABEM DESDE QUE NASCERAM , tanto mais que a direita E AS MUITAS ESQUERDAS, como dispõem do dinheiro, DO ESTADO E DOS SEUS inúmeros meios de INcomunicação PARA BLOUKEAREM O CIDADÃO ESTRANHO A ESSAS FORÇAS LOUCAS QUE NOS DOMINAM , NESSE PODER que foi adquirindo, ao longo dos 40 anos DE PSEUDO-DEMOCRACIA PARTIDÁRIA, utiliza-os, através de estipendiados VÁRIOS EM MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE POUCO OU NADA COMUNICAM , para manter o poder E PHODEREM PUTOS DE TODAS AS CASAS PIAS DESTE PAÍS ONDE OS GAROTOS ESTÃO GARANTIDOS ATÉ SEREM SEXAGENÁRIOS E ONDE SE É JOVEM ATÉ AOS 70 OU MAIS ALÉM . Nesse extraordinário PARA A GERONTOCRACIA DOMINANTE “O poema MUITO pouco original do medo”, Alexandre O’Neill recitaVA SE ESTIVESSE VIVO MAS O MEDO DE VIVER LEVOU-O À MORTE que “o medo vai ter tudo, QUE O MEDO NUNCA VAI DESNUDO, QUE O MEDO É NADA NUM CANUDO E OUTRAS COUSAS QUE FAÇAM RIMAR O MEDO COM ENTRUDO ATÉ QUE O MEDO FIQUE QUEDO NESTE LUDO ROMANO OU GREGO PARA O CASO TANTO FAZ ” e faz a enumeração ATÉ AO INFINITO COMEÇANDO NOS NÚMEROS IMAGINÁRIOS desse “tudo QUE APARENTEMENTE É FINITO ” com a vertiginosa criatividade DA SENIL IDADE que faz dele o grande FALO DESTE PAÍS DE CARALHOS PEDANTES COMO A MERDA QUE PAGAM 50 EUROS POR UM LIVRO COM DISCO QUE FOI MIJADO POR RATOS E ESTEVE NUMA ESTERQUEIRA COM UM ODOR IMPOSSÍVEL DURANTE ANNUS ENFIM ENTERRADO e imparável poeta NÃO JOGAM POIS TAL COMO FERNANDO NAMORA E TANTOS OUTROS É UM POETA PATETA DUMA DOBRA ESPACIAL PARTICULAR PRESA NUM TEMPO QUE DIFICILMENTE SERÁ VISITADA NO SÉCULO XXI TARDIO AFOGADO EM MIASMAS VÁRIOS OU NUM XXII EM QUE AS ARRIBAS FÓSSEIS DA CAPARICA ESTARÃO COM MUITA AFLUÊNCIA PARA UMA BANHOCA RÁPIDA

    Nas notícias mais breves O JORNALISMO SEMPRE VENDEU MEDO SICRANO PERDA IRREPARÁVEL DA INCULTURA PORTUGUESA DEIXOU-NOS ENFIANDO A CORNADURA NUM CHAPARRO, nos comentários mais amenos METESTE 6 ECSTASY’S NO BUCHO GANDA MALUCO, lá vem o medo INDA QUINAS . Se atentarmos nos programas de economia QUE FOI SEMPRE FODIDA PARA A RALÉ , logo o medo é imposto OU PAGAS OU PENHORAMOS-TE A BARRACA LÁ DIZ O ESTADO , através de insinuações SOBRE HONRA AMOR À FARDA E DIGNIDADE MILITAR acerca dos “mercados DO FUNCIONALISMO PÚBICO ” e do seu “comportamento ANAL ” com o novo quadro político QUE NADA MUDA POIS PORTUGAL É SUBSIDIADO HÁ SÉCULOS A BEM OU A MAL É NORMAL .

    O pobre COM APENAS 600 MIL EUROS DECLARADOS PP , apoplético e raivoso QUAL CÃO LOUCO OU JIHADISTA ISLÂMICO OU ESTALINE BIGODUDO OU JORNALISTA QUE MORDE TAPETES À MODA DE HITLER ESPUMANDO PELA BOCA TORTA DOS MUITOS AVC”S TIDOS A DESTILAR MERDA , fala da união de UMA esquerda DESUNIDA TAL COMO A TAL DIREITA QUE FOI PAI DE TODO O FUNCIONALISMO CAVAQUISTA como se do apocalipse se tratasse QUANDO É NORMAL POIS A ESQUERDA DOMINA MUITOS DOS MILHARES DE MILHÕES DE EUROS DOS IMPOSTOS E APENAS VAI ALARGAR A SUA QUOTA-PARTE OU QUOTA-PARTEI UMA PARTIDARICE DESSAS. É uma criatura desprovida do mais módico resquício de respeitabilidade e o seu passado, neste aspecto, é de fazer corar o mais insensível. QUEM? QUALQUER UM METIDO NA POLITIQUEIRA NAZIONAL É UNIVERSAL …JÁ LÁ DIZIA ESSE POETA POLÍTICO QUEM NUNCA FOI UMA CRIATURA DESPROVIDA QUE ATIRE A PRIMEIRA VIRGEM …E ASSIS SE VAI PARADO EM PORTUCALE ..ÇA IRA? Ó FILHA ISTO ESTÁ emPANado faz annus faz mesmo milénios desde Foscôa

    Gostar

  2. só hoy descobri cu bataclan num era só da gabriela cravo e …é nada é original dãos famintos
    Baptista Bastos tal como guterres não consegue contar pelos dedos

    Menos de Três séculos de Inquisição, que matou mais em efígie do que bruxas e hereges de cantochão e de arrocho em fogueira , 100 mil anos de superstição e de fanatismo, com mais anos de sidónios pais república podre e corrupta como a thalassocracia anterior, golpes de estado militares em abriladas várias desde que os franceses e os britânicos abandonaram a pilhagem armada desta colónia e 4 anos de ditadura militar e 40 outros dum estado novo que caiu de velho que passam por 50 anos de fascismo,sem Marias Montessori a apoiar nem Annunzios a fazerem fogo de revista, todos esses anos quase 900 de servos da gleba de nobres de importação não fizeram dos portugueses um povo amedrontado e receoso do futuro. o que fez os portugueses receosos do futuro foi um clima de merda, um solo pobre que garante fomes a rodos e um mar que afoga periodicamente quem se tenta alimentar à sua custa….PORTUGAL É FADADO GEOLÓGICA E CLIMATOLOGICAMENTE A SER UM PAÍS DOS MAIS FODIDOS DA EUROPA …QUE SÓ É BOM PARA QUEM ASPIRE A CANCROS DE PELE A RODOS E ÁGUA SALGADA A DAR PELO TOUTIÇO OU MAIS ACIMA

    A direita QUE SEMPRE FOI DAS MAIS ESQUERDISTAS DA EUROPA TÃO MANSA COMO OS CORNOS MANSOS QUE PERIODICAMENTE TUTELA está lentamente a recompor-se do abanão que levou nas suas certezas DE ESTATISTICAMENTE PODER GOVERNAR O PAÍS E TODAS AS PEQUENAS CORTES MINISTERIAIS E INSTITUCIONAIS QUE PARASITAM O CORPO PODRE DA NAÇÃO EM DECOMPOSIÇÃO . O velho tema do medo CRUZ CREDO 1,2,3 VEM AÍ A BOTA BOTILDE A COLA-CAO E OS ZOMBIES BOTAS DE ELÁSTICO COM LACINHO DE MENINO DE LYCEO voltou aos jornais QUE QUASE NINGUÉM LÊ , à rádio QUE QUASE NINGUÉM OUVE TIRANDO A RÁDIO AMÁLIA PRÓS MAIS VELHOTES E O LEITOR DE CD’S O IPHODEPHODE OU CHALAÇAS NAS FILAS DE TRÂNSITO e às televisões QUE SÓ PESSOAL COM MUITA PACHORRA OU COM 4 CANAIS OU MENOS NÃO CONSEGUE MUDAR DE CANAL OU VER UM FILME EM DVD OU MESMO EM CASSETE PIRATA . O medo é BIOLÓGICO PERMITE AO INDIVÍDUO PERSISTIR NO TEMPO O MEDO NÃO É uma arma insidiosa e terrível PODE-SE TENTAR INSTILAR MEDO PELO FUTURO MAS O FUTURO É SEMPRE INCERTO E A MORTE É CERTA PODE-SE INSTILAR MEDO DE QUE A VIDA VÁ SER PIOR QUE A MORTE MAS QUEM TENHA MAIS DE 20 ANOS JÁ SABE ISSO E MUITOS DOS QUE NEM 20 ANOS TÊM TAMBÉM JÁ O SABEM DESDE QUE NASCERAM , tanto mais que a direita E AS MUITAS ESQUERDAS, como dispõem do dinheiro, DO ESTADO E DOS SEUS inúmeros meios de INcomunicação PARA BLOUKEAREM O CIDADÃO ESTRANHO A ESSAS FORÇAS LOUCAS QUE NOS DOMINAM , NESSE PODER que foi adquirindo, ao longo dos 40 anos DE PSEUDO-DEMOCRACIA PARTIDÁRIA, utiliza-os, através de estipendiados VÁRIOS EM MEIOS DE COMUNICAÇÃO QUE POUCO OU NADA COMUNICAM , para manter o poder E PHODEREM PUTOS DE TODAS AS CASAS PIAS DESTE PAÍS ONDE OS GAROTOS ESTÃO GARANTIDOS ATÉ SEREM SEXAGENÁRIOS E ONDE SE É JOVEM ATÉ AOS 70 OU MAIS ALÉM . Nesse extraordinário PARA A GERONTOCRACIA DOMINANTE “O poema MUITO pouco original do medo”, Alexandre O’Neill recitaVA SE ESTIVESSE VIVO MAS O MEDO DE VIVER LEVOU-O À MORTE que “o medo vai ter tudo, QUE O MEDO NUNCA VAI DESNUDO, QUE O MEDO É NADA NUM CANUDO E OUTRAS COUSAS QUE FAÇAM RIMAR O MEDO COM ENTRUDO ATÉ QUE O MEDO FIQUE QUEDO NESTE LUDO ROMANO OU GREGO PARA O CASO TANTO FAZ ” e faz a enumeração ATÉ AO INFINITO COMEÇANDO NOS NÚMEROS IMAGINÁRIOS desse “tudo QUE APARENTEMENTE É FINITO ” com a vertiginosa criatividade DA SENIL IDADE que faz dele o grande FALO DESTE PAÍS DE CARALHOS PEDANTES COMO A MERDA QUE PAGAM 50 EUROS POR UM LIVRO COM DISCO QUE FOI MIJADO POR RATOS E ESTEVE NUMA ESTERQUEIRA COM UM ODOR IMPOSSÍVEL DURANTE ANNUS ENFIM ENTERRADO e imparável poeta NÃO JOGAM POIS TAL COMO FERNANDO NAMORA E TANTOS OUTROS É UM POETA PATETA DUMA DOBRA ESPACIAL PARTICULAR PRESA NUM TEMPO QUE DIFICILMENTE SERÁ VISITADA NO SÉCULO XXI TARDIO AFOGADO EM MIASMAS VÁRIOS OU NUM XXII EM QUE AS ARRIBAS FÓSSEIS DA CAPARICA ESTARÃO COM MUITA AFLUÊNCIA PARA UMA BANHOCA RÁPIDA

    Nas notícias mais breves O JORNALISMO SEMPRE VENDEU MEDO SICRANO PERDA IRREPARÁVEL DA INCULTURA PORTUGUESA DEIXOU-NOS ENFIANDO A CORNADURA NUM CHAPARRO, nos comentários mais amenos METESTE 6 ECSTASY’S NO BUCHO GANDA MALUCO, lá vem o medo INDA QUINAS . Se atentarmos nos programas de economia QUE FOI SEMPRE FODIDA PARA A RALÉ , logo o medo é imposto OU PAGAS OU PENHORAMOS-TE A BARRACA LÁ DIZ O ESTADO , através de insinuações SOBRE HONRA AMOR À FARDA E DIGNIDADE MILITAR acerca dos “mercados DO FUNCIONALISMO PÚBICO ” e do seu “comportamento ANAL ” com o novo quadro político QUE NADA MUDA POIS PORTUGAL É SUBSIDIADO HÁ SÉCULOS A BEM OU A MAL É NORMAL .

    O pobre COM APENAS 600 MIL EUROS DECLARADOS PP , apoplético e raivoso QUAL CÃO LOUCO OU JIHADISTA ISLÂMICO OU ESTALINE BIGODUDO OU JORNALISTA QUE MORDE TAPETES À MODA DE HITLER ESPUMANDO PELA BOCA TORTA DOS MUITOS AVC”S TIDOS A DESTILAR MERDA , fala da união de UMA esquerda DESUNIDA TAL COMO A TAL DIREITA QUE FOI PAI DE TODO O FUNCIONALISMO CAVAQUISTA como se do apocalipse se tratasse QUANDO É NORMAL POIS A ESQUERDA DOMINA MUITOS DOS MILHARES DE MILHÕES DE EUROS DOS IMPOSTOS E APENAS VAI ALARGAR A SUA QUOTA-PARTE OU QUOTA-PARTEI UMA PARTIDARICE DESSAS. É uma criatura desprovida do mais módico resquício de respeitabilidade e o seu passado, neste aspecto, é de fazer corar o mais insensível. QUEM? QUALQUER UM METIDO NA POLITIQUEIRA NAZIONAL É UNIVERSAL …JÁ LÁ DIZIA ESSE POETA POLÍTICO QUEM NUNCA FOI UMA CRIATURA DESPROVIDA QUE ATIRE A PRIMEIRA VIRGEM …E ASSIS SE VAI PARADO EM PORTUCALE ..ÇA IRA? Ó FILHA ISTO ESTÁ emPANado faz annus faz mesmo milénios desde Foscôa

    Gostar

  3. Ainda bem que a “direita” nao consegue fazer-lhe mal, porque a sua escrita continua a dar muito alento ao nosso viver, neste país. Obrigado Sr Bastos. António da Silva Vieira-Artista plástico-Barreiro-Sanlúcar de Guadiana-Espanha

    Gostar

  4. Que grande privilégio tem sido acompanhar as suas crónicas ao longo de tantos ano! Jornalistas como o Senhor já vqmos tendo poucos. Respeito, muito respeito pela força e lucidez da sua voz!

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s