Maria Luís e Manuela: a qual delas comprava um carro em segunda mão?

(Nicolau Santos, in Expresso Diário, 17/04/2015)

Nicolau Santos

      Nicolau Santos

A pergunta foi feita nos Estados Unidos durante a campanha eleitoral que opôs Richard Nixon a John Kennedy: a qual destes homens compraria um carro em segunda mão? Na verdade, Nixon era brilhante, mas nunca se conseguiu livrar da alcunha «Tricky Dick» (Ricardinho dos truques). E o certo é que perdeu essas eleições. Façamos o exercício para Portugal.

A ministra das Finanças apresentou o programa de estabilidade e o programa de reformas 2015-2019. Vou repetir: 2015-2019. Há eleições legislativas daqui a seis meses. Diz Maria Luís que o crescimento acumulado da economia portuguesa durante esse período será da ordem dos 9%, o que supera os quase 8% de recessão acumulados durante o período de ajustamento.

No caso da dívida, que este ano deverá ser de 124,2% nas contas do PEC, Maria Luís prevê que diminua gradualmente até 107,6% em 2019. Um valor distante do esperado pelo FMI que, no relatório Fiscal Monitor aponta para uma dívida na ordem dos 120% em 2020.

Manuela Ferreira Leite defende que o Governo pretende descer a TSU para os patrões para depois colocar os portugueses perante o facto consumado da “insustentabilidade irreversível” da Segurança Social.

Por outro lado, Maria Luís propõe-se repor gradualmente até 2018, a um ritmo de 20% por ano, os cortes salariais na função pública e reduzir a sobretaxa de 3,5% sobre o IRS até 2019. Insisto: há eleições daqui a seus meses.

Por seu turno, Manuela Ferreira Leite, ex-ministra das Finanças e ex-líder do PSD, defende que o Governo pretende descer a Taxa Social única para os patrões para depois colocar os portugueses perante o facto consumado da “insustentabilidade irreversível” da Segurança Social.

E acrescenta: o principal problema dos patrões não são os encargos com o pessoal, mas antes o endividamento excessivo e a descapitalização, que as impede de obter crédito junto da banca. “A falta de financiamento é que é o grande problema dos empresários”, disse.

E insistiu: “Nunca ouvi nenhuma organização patronal queixar-se dos encargos com o pessoal. Estamos num país onde é possível contratar um engenheiro por 500 euros. Não me venham dizer que são os encargos com o pessoal que estão a estrangular as empresas.”

Compare agora as previsões e as afirmações e responda, mutatis mutandis, à pergunta inicial: a quem, Maria Luís Albuquerque ou Manuela Ferreira Leite compraria um carro em segunda mão?

Advertisements

2 pensamentos sobre “Maria Luís e Manuela: a qual delas comprava um carro em segunda mão?

  1. Nem uma bicicleta compraria a quem está “tranquila e com os cofres cheios,” … Num país em que se morre por falta de assistência médica, em que crianças desmaiam de fome, e jovens são atirados borda fora por falta de emprego… E se pede aos jovens para se multiplicarem…

    Gostar

  2. Comprar-lhes um carro? Atirava-lhes era com a minha sucata para cima,que o cofre cheio e o pagamento por conta aguentam,ai aguentam,aguentam! Haja peso!

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s