CDS – A renúncia de Adolfo Mesquita Nunes

(Por Carlos Esperança, 21/03/2019)

Mesquita Nunes

Adolfo Mesquita Nunes, depois da notícia da aceitação do lugar de Administrador não executivo na Galp, anunciou a sua demissão de vice-presidente do CDS. Correu mal a notícia da nomeação, anterior a renúncia, quando, politicamente, convinha o contrário.

O dirigente do CDS pode ter feito uma carreira beneficiado pela visibilidade política, mas tinha a formação que lhe permitiu trocar a política por cargos mais rendosos, que aguardam pessoas de direita, de preferência qualificadas. Mesquita Nunes não é a Celeste Cardona ou o Armando Vara da CGD, é um quadro político preparado para a advocacia e a gestão empresarial.

Era a face moderada do CDS, o conservador prudente, sem a estridência da Dr.ª Cristas, um homem delicado, e a exceção no conservadorismo beato do partido, que defendeu o “Sim” no referendo à despenalização do aborto, de 11 de fevereiro de 2007, e assumiu a sua homossexualidade sem complexos.

Era o único liberal nos costumes no partido de que era simultaneamente um ornamento liberal e a cabeça pensante que não insultava adversários. Agora ficam os neoliberais da economia e reacionários nos costumes sem a cobertura que este conservador lhes dava.

O CDS da D. Cristas e Nuno Melo fica mais perigoso e disponível para se coligar com o fascista André Ventura, escolha de Passos Coelho para liderar a lista autárquica do PSD à Câmara de Loures, que não conseguindo legalizar o seu partido – Chega –, por falta de assinaturas válidas, conseguiu que o PPM e outra excrescência legalizada o aceitassem como cabeça da “coligação Chega” às eleições europeias.

O neofascismo, puro e duro, começa a ter rostos em Portugal e, à semelhança de outros países, a contar com o patrocínio do enviado de Trump e financiamentos necessários.

Ao CDS não faltará outro Adolfo, menos recomendável, mais adequado à dupla Cristas e Nuno Melo. O regresso de Manuel Monteiro pode ser o Adolfo do partido que o PPE já expulsou uma vez e que só as necessidades da direita, a pedido de Durão Barroso, devolveram ao convívio dos partidos conservadores e democrata-cristãos europeus.

Sucedeu então ao CDS o que ontem foi decidido contra o partido húngaro Fidesz, de Orbán, no poder desde 2010. Foi suspenso, por tempo indefinido, do Partido Popular Europeu, que não continuou a pactuar com afrontas grosseiras aos direitos humanos e princípios democráticos dos Estados de direito.

A liberdade judicial, de expressão e de imprensa, assim como a liberdade académica e direitos das minorias e dos refugiados, têm sido gravemente restringidas na Hungria e o PPE decidiu regressar à matriz dos partidos conservadores do pós-guerra.

O CDS tem sido agora mais cauto, mas pode sempre fugir-lhe o pé para a chinela.


Advertisements

13 pensamentos sobre “CDS – A renúncia de Adolfo Mesquita Nunes

  1. Hum.

    Nota. Li e não discordo da primeira parte, enfim!, mas depois lá vem mais uma carrada de disparates («O CDS da D. Cristas e Nuno Melo fica mais perigoso e disponível», e tal). Para uma troca justa, embora o post do tipo do Ouriquense não o refira, há um problema-maior e que desaconselharia que o Adolfo Mesquita Nunes aceitasse o convite da senhora da Sonae. É que à frente dos dossiers do sector estará o seu amigo João Galamba, titular da secretaria de estado da Energia, e terá sido esse o motivo da escolha da Paula Amorim.

    #lobbying

    Mesquita Nunes, defendendo a carreira profissional fora da política, diz que “tem de haver espaço nos partidos para quem tem vida profissional”, como se quem o escolheu para a Galp não tivesse tido em consideração o seu percurso políitico, incluindo o brilhante futuro político de que todos falam. A Pedro Nuno Santos coube dizer que a mulher “não merece ser menorizada no seu percurso profissional” por causa dele, pelo que ter ido para o Governo (como chefe de gabinte do amigo Duarte Cordeiro) é natural. Destas afirmações podemos concluir que a promiscuidade entre a política e os negócios, bem como o compadrio e nepotismo sob o manto da “confiança política”, estão para durar pelo menos uns bons 30 anos, que é o período de vida activa que Mesquita Nunes e Nuno Santos têm pela frente.

    Sócrates, por ser um caso extremo, habituou-nos mal. Os políticos não tendem a ser tão mentirosos como o ex-PM, pois geralmente chega-lhes a arte da tanga. As duas recentes afirmações da nata política da minha geração são apenas isso, duas grandes tangas. Mas a tanga é muito mais difícil de combater do que a mentira.

    […]

    https://ouriquense.blogs.sapo.pt/never-tell-a-lie-when-you-can-bullshit-778334#comentarios , tem um link com literatura que bastante falta faz a todos nós… para os interessados.

    • […]

      Do lado de Paula Amorim, a líder do principal acionista da Galp (Amorim Energia) que indicou o nome de Mesquita Nunes, não tenho grandes dúvidas sobre o seu objetivo em convidar um advogado que não tem experiência na rea petrolífera: ter do seu lado um dos homens que estará no centro do próximo Governo liderado pelo centro-direita. Apostar agora para colher no futuro — é esse o lema de qualquer gestor que invista em políticos.

      Nota. Este é o ponto essencial da questão, está lá no meio, e este é um artigo a sério no Observador.

        • Quando um erro de simpatia se sobrepõe à luta de classes, ontem.

          Nota. Sinal dos tempos, são agora duas as damas herdeiras de Belmiro de Azevedo (Sonae) e de Américo Amorim (Corticeira Amorim) quem mais ordena.

          Onde se lê: «que desaconselharia que o Adolfo Mesquita Nunes aceitasse o convite da senhora da Sonae.»

          Deve ler-se: «que desaconselharia que o Adolfo Mesquita Nunes aceitasse o convite da, digamos, senhora das Rolhas de Cortiça.»

            • Nota. Antes isso, Manuel G., que, como a primavera chegou e os passarinhos vêm a caminho, eu prometo que não direi nada sobre o que aXo (vem de enxada?) dalguma da nobre gente, a tal, a d’aqui.

              Março 22, 2019 às 1:05 pm
              Março 21, 2019 às 9:26 pm
              Março 21, 2019 às 6:59 pm, Ouriquense, Observador, mercearias, gasoil, petroil, cortiçol, e só Deus sabe qu’isto não é razão para haver tanto arrepio.

  2. … Cara “Estátua de Sal”, venho desabafar exclamando “Já estou farta deste RFC !, . Será irmão do Ventura…? “…!?!…
    Quanto à análise do Carlos Esperança sobre o jovem CDS Adolfo Mesquita Nines, é mais um retrato realista da triste/básica e perigosa Direita “à portuguesa”…

    • Ah, a queixa é do Mendes que é fã de mentiras & tangas e que exibe, por aí, a sua inteligência poderosa (apesar do masculino trata-se de uma senhora, descobri há tempos). Ora, reparei nisso, devo dizer que foi a única alma que endereçou um bom ano ao tipo do Aspirina B. E, acredite-se ou não, até eu senti um impulso de ir aquecer o Valulupizinho e partilhar uma posta de bacalhau naquela época em que o frio bate feio (em Évora, nomeadamente).

      No entanto, tenho alguns reparos a fazer:

      – «venho desabafar exclamando», gostei!
      – …!?!…, gostei também.
      – Adolfo Mesquita Nines, hihihi… adoreiiiiii!

  3. O Ricardo F Costa (RFC), já tem o seu jornal para escrever patetices e corrigir gralhas na escrita (principalmente as suas). Por simples medida de higiene a Estátua devia descarregar o autoclismo sempre que ele caga. Este blog não é nenhuma retrete privada. Desinfectar a casa, higienizar, não é censurar! Mande se a merda do homem pelo esgoto abaixo. Ou então o homem que tome a iniciativa de ir cagar para outro lado. O que não falta por aí são retretes!

  4. O MERDAS DO RFC
    https://twitter.com/raulfcurvelo

    Quando é que alguém toma a iniciativa de ir a esta espelunca:
    http://iscte-iul.academia.edu/RaúlFCURVÊLO
    apresentar queixa deste energumeno que em vez de estar a trabalhar está a gastar o dinheiro dos contribuintes a brincar aos pseudo intelectuais da treta e a espalhar esta doutrina de merda insultando tudo e todos sem que seja chamado à razão. fodam este cabrão duma vez por todas ou terei que ir aí enfiar com uma moca de pregos pelo cú do paneleiro adentro.

    EIS A FOTO DO SUINO TROGLODITA RFC
    https://0.academia-photos.com/369688/99851/117572/s200_ra_l_f..curv_lo.jpg

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.