Santana Lopes e suicídio das velhas baratas

(Carlos Matos Gomes, 19/08/2018)

santana_barata.PNG

(Este texto merece séria reflexão. Tão séria quanto a atenção que deve ser dada ao nascente partido de Santana. Quando a terra está de feição não é preciso ser grande agricultor para alcançar uma boa safra é, em síntese, a metáfora que me ocorre para dar conta das preocupações do autor.

Comentário da Estátua, 20/08/2018)


Santana Lopes e suicídio das velhas baratas. O Partido Santana Lopes, os reis que vão nus. Desde logo: o rei que vai nu não é o Pedro Santana Lopes. Os reis que vão nus são o BE, que não é radical nem revolucionário, é o PC, que não é comunista, é o PSD, que não é social democrata, é o CDS que não é democrata cristão. Resta o PS, que se assumiu desde o comício da Fonte Luminosa, em 1975 como o “rassemblement” de sociais democratas e democratas sociais, no sentido que a social democracia e a encíclica Rerum Novarum de Leão XIII tomaram no pós-guerra e na guerra fria.

Esses é que vão nus: não têm roupagem ideológica que lhes cubra o corpinho. Nem o BE nem o PC podem (nem querem, nem existem as tais condições objectivas) fazer qualquer mudança estrutural do regime demo capitalista, nem o PSD e o CDS podem fazer mais do que fazem: alterações pontuais na distribuição da riqueza entre assalariados e gestores, com o grosso a ser acumulado pelo sistema financeiro.

De Pedro Santana Lopes se poderá dizer o mesmo que o Santo Agostinho dizia pragmaticamente do Diabo: O Diabo não é diabo por ser mau, mas porque é velho. Pedro Santana Lopes não é mau por ser liberal, não é político por querer o bem do povo, mas porque anda cá há tempo suficiente para perceber o que está a dar para o povo comprar.

Ele está no mercado da política há muito tempo. O liberalismo de face descoberta está em alta. Vende. E com as ajudas certas da concorrência ainda vende melhor. Não existe melhor promotor do liberalismo que maus serviços públicos. Que um Estado que não proporciona serviços básicos de qualidade.

Pedro Santana Lopes percebeu – não é difícil – que o mercado político em Portugal está polarizado num Partido Socialista que tem, tant bien que mal, uma identidade ideológica, e que o resto são produtos contrafeitos, que, por isso não ganham eleições e não dão acesso ao poder.

O PC e o BE são hoje porta-vozes dos sindicatos da função pública. E os grandes sindicatos da função pública, aqueles que asseguram os serviços que dão alguma “alma” ao estado social, sindicatos da saúde, do ensino e dos transportes, são, com as suas ditas (e sempre justas) lutas – em que se alegram e celebram como vitórias terem deixado 2000 doentes sem cirurgias, ou 90% de uma população sem transporte, ou os alunos sem aulas nem exames – aliados de beijo na boca de um partido liberal, que defenda a liberalização dos serviços essenciais.

É que não há greves nos hospitais e clinicas privadas, nem nos colégios privados, nem lutas por descongelamentos de carreiras, nem cirurgias adiadas! Dirá Santana Lopes, dizem os liberais!

É demagogia? É. Mas é isto que um partido liberal vai vender e não há como contestar – para mais com a ajuda da comunicação social engajada. O partido de Santana Lopes vai vender seguros de saúde, vai vender planos de reforma. Vai fazer na saúde e na educação o que está a ser feito – sem um ai dos sindicatos, se bem repararam, sem uma excitação nem de Jerónimo nem de Arménio, nem da Catarina – o que os bancos estão a fazer: despedir, fechar, cobrar todos os serviços.

Pedro Santana Lopes sabe tudo isto. Vão chamar-lhe demagogo. E ele vai agradecer a demagogia do Mário Nogueira e da FENPROF, a demagogia do médico, ou enfermeiro que se ufanou de ter anulado 2 mil cirurgias nos hospitais públicos.

O Partido Santana Lopes vai meter o dedo na virilha dos partidos da demagogia, sim, os do sistema, vai meter o dedo na virilha dos sindicatos do funcionalismo. Mais interessante, vai utilizá-los para a sua promoção.

Quando, para os maiores partidos do sistema, os principais problemas são o descongelamento das carreiras dos professores do secundário (o tal 432 do desmiolado Nogueira), ou das horas extraordinárias de médicos e enfermeiros, que se batem pela diminuição da carga horária no SNS para irem arredondar o salário no privado, quando o PSD de Rio não sabe se o problema é do défice ou da dívida e o CDS da Cristas diz o que os ventos do dia e os incêndios ditam, entre o eucalipto e a velocidade dos tuk tuk, é óbvio que apresentar uma alternativa liberal – de privatização dos serviços essenciais – faz sentido: cheque saúde, cheque educação, cheque dentista, planos de reforma, parcerias público-privadas – o programa é conhecido e PSL não necessita de think tanks da Católica ou do Observador para o escrevinhar.

Pedro Santana Lopes tem bons aliados nos reis nus, que vão de Jerónimo de Sousa a Cristas, de Rio a Arménio, de Nogueira a Catarina, à Ana Avoila. Os ventos sopram-lhe de feição. Há dois projectos de sociedade em Portugal: o da social democracia de baixa intensidade de Costa e o liberalismo 5 estrelas de PSL. Os projectos do Observador, a venda de 2/3 da Impresa (Balsemão) ao Delgado amigo de Santana, a incorporação da SIC e da TVI numa fanfarra liberal não foram, nem são por acaso. O partido de Santana não surge de uma birra de menino guerreiro. É um ato para ser levado a sério.

Gosto desta dicotomia? Não.

Mas presumo que a festa do Avante, o comício do Pontal, as peixeiradas da Cristas, os acampamentos multicolores do BE, típicos da rentrée me confirmarão a seca de ideias e a cegueira de horizontes. Que as orquestras continuarão a tocar no Titanic, que foi o sistema partidário português até agora, e que os seus reizinhos nus se suicidem alegremente como as baratas da foto – mas em luta pelos seus direitos – como dizem.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Santana Lopes e suicídio das velhas baratas

  1. O Carlos devia ter olhado bem para o programa eleitoral e a campanha de Costa, não é graças ao seu voto de amor que a saúde e a segurança social não foram mais privatizadas; aliás, a “reforma” da Maria há-de o vir demonstrar em Setembro.
    Mas pronto, se o partido “socialista” está bom para o nome porque gosta muito de trabalhadores precários para os capitalistas se tratarem bem, tá tudo dito sobre o progressismo de quem nada aprendeu nem com Guterres e Sócrates, nem com Blair, Schroeder e Scholz. O que vale é que a Le Pen vem cá explicar outra vez.

    Gostar

  2. Não concordo completamente com este artigo.
    Começa que, enumera e classifica todos os partidos, menos o PAN… porque será?
    Por outro lado, a crítica que faz às greves, é absolutamente negativa. Se as greves não causassem perturbações, para que é que serviam ?!!
    Quanto ao PSL, o melhor é não o levar a sério (o articulista acha o contrário).
    PSL está completamente ressabiado de tudo o que, na política, lhe tem acontecido. A formação deste novo partido, conta com muita gente do PSD que não concorda com a eleição do Rio. Apenas por isso vai aderir… E, quantos mais partidos da direita houverem, mais dividida fica. E as consequências podem ser graves!!
    Penso que, se o PSL for presidente deste novo partido, dificilmente vai conseguir aquilo que o articulista acha que é o que o PSL quer. É a minha convicção.

    Gostar

  3. quanto á dicotomia politica já existe e fortemente penalizadora do sistema social vigente . afinal que temos nós ? a continuaçao do capitalismo encapotado pelo PS com apoio da esquerda dita extrema que mais parece direita para salvar tachos dos sindicalistas e das CT´S !!! afinal quem governa é o capital com uns gestores dum partido que de socialista apenas tem o nome mas ainda assim vai beneficiando os que mais precisam : OS POBRES DESTE PAÍS ! E NÃO É NADA FÁCIL ! teremos que aceitar que PORTUGAL NÃO MERECE MELHOR ! TEMOS E VAMOS QUERER QUE O PS CONTINUE AINDA QUE TENHA QUE LAVAR CARAS E SUBSTITUIR ELEMENTOS SUGESTIVAMENTE ANACRÓNICOS E IRRITANTES QUE MAIS PARECEM CORVOS E CORUJAS AGOIRENTAS ! vamos no caminho certo e vamos construir um PORTUGAL destruido por muitos abusadores da direita reaccionária que TUDO ROUBOU E PAPOU E LEVOU PARA AS OFF SHORES ! há muita gente que só quer incendios por que isso lhe dá receitas imediatas ! e mais não digo ! mas há muito mais !!!!!——??????

    Gostar

  4. Únicas coisa que espero é que a ganância dos que trabalham no sector público aliada à demagogia e programa viscoso da nova direita Trumpista de mala cheia de malabarismos, efeitos especiais e ajudas externas .
    Uma velha expressão portuguesa : ´Mais vale 1 pássaro na mão que 2 a voar` – pois pensem bem nisso quando pensarem em apoiar os inimigos de Rui Rio, do PS e ´aliados` e acima de tudo – Portugal .
    Não queiram instalar um sistema sonho da direita neste país de espertalhões (greves para manter a desigualdade e o previlégio na maioria dos casos, uma greve que promova a partilha, fraternidade e a filantropia em geral – isso é que eu espero ver antes de morrer … ) , tentem imaginar isto entregue ao sector privado , se já assim é o que é e ainda temos um governo de faz de conta , MAS , que mesmo assim continua a mostrar – nos algo de SOCIALISMO ( já de esqueceram do significado ? Google aí com força … ) e de DEMOCRÁTICO.

    Este Lobby dentro do PSD que não pode com Rui Rio pelo seu carácter pouco dado a ´politicas de lamaçal` ( na opinião de Montenegros a afins, ´oposição` é contrariar e sabotar o governo sem olhar a meios, mesmo quando já tentaram fazer aprovar a mesma coisa ou/e acham uma idéia genial . ) mal desespera para poder usurpar mais uma vez o poder , e desta vez , sim, acabar com o que restou do nosso SNS , sector público em geral , tudo que ainda ´é do povo para o povo` – é isto que a política de direita desespera por entregar à elite ( gosto em especial das excepcoes , casos pontuais que passam nos canais de TV como generalizações grosseiras, dar a idéia que tudo está virado de pantanas neste país , NUNCA uma insinuação sequer que talvez algo se deva a políticas passadas adoptadas por certos ministros do PSD/CDS – népia !
    Mesmo sem conhecimento algum de causa é tão , mas tão óbvio o carácter e a côr dos donos e assalariados destes canais de TV .
    Privados, grande capital, não interessa proveniência , que nos explorem até à medula por uns tachos ali numa grande multi nacional , grande Farma, por aí , ´Eles` não se costumam esquecer dos favores feitos enquanto Ministros dum governo… olha , a Goldman Sachs parece gostar de ´portugueses` nas suas fileiras ,porque será ?
    Basicamente um parlamento de direita pago pelos privados para que se aprove o jugo do lucro e capitalismo desleal, elitista e desenfreado que passará a controlar todos os sectores da nossa vida … só depois se acrescentam mais uns trocos – o salário ( e extras ) como membro do parlamento que ,esse sim , faz parte do aforismo que define a Democracia de direita : ´povo de Nós para Nós ` , ´reciprocidade` é das palavras que não constam em nenhum documento associado a estes , olhem para os exemplos maravilhosos da última quimera de direita que tivemos e se não estiveram atentos pesquisem algo que tenha engradecido o país e o seu povo em detrimento dos grandes interesses corporativos, bancos e ademais .
    Desculpem lá a seca … só para reforçar a idéia que este governo não nos vai transformar na Suécia que conheci no passado mas também não vos vai pôr a vender carros e casas para pagar seguros de saúde análogos ao sistema estado unidense onde muitos meus amigos vem cá tratar – se – tem a ver , tem , porque o modelo que a direita quer para Portugal é fotocopiado dos EUA – agora tentem imaginar isto com a tendência para o ´dá cá que eu sou mais esperto` que se estende ao longo de toda a hierarquia nacional ( excepcoes obviamente ).

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.