Motivar os Incendiários

(Dieter Dellinger, 05/08/2018)

marcelo_nada

(Já tivemos de tudo. Um Presidente fixe, um presidente múmia, agora temos um empedernido presidente nadador-salvador. Enquanto o país arde, a sul, ele toma banhos a norte para que os portugueses – e a comunicação social, sobretudo -, não esqueçam os fogos já apagados do ano passado. Quando se apagarem os fogos actuais lá irá ele rumar a sul para dar mais umas braçadas salvíficas.  

Em suma, o rei do reality show: leva sempre a toalha, os calções azul-turquesa, e claro, as televisões…

Comentário da Estátua, 06/08/2018)


 

Marcelo anda a visitar as zonas ardidas no ano passado e a elogiar as populações sem nada dizer sobre os esforços dos bombeiros hoje e no ano passado. As populações foram vítimas dos INCENDIÁRIOS, mas nada puderam fazer de concreto para apagar os 16450 incêndios de 2017. Marcelo, apesar de jurista e conhecedor do crime, nada disse sobre os incendiários nem os quis desmotivar para este ano.

Marcelo anda a motivar as pessoas para queimarem a Pátria e os esforços dele estão a dar resultados: um empreiteiro atirou pedras a um helicóptero e tentou esvaziar o local perto do incêndio em que deveria abastecer-se de água; outro ou outros incendiários quiseram resolver o problema da direita antes de tempo e tentaram incendiar um quartel de bombeiros e queimaram três viaturas especializadas que foram bem caras para os contribuintes..

A comunicação social e, em particular, um comentador da SIC criticou o Governo por terem vindo viaturas para os sapadores florestais em que as bombas de água não tinham potência suficiente. Mas, os cobardes da SIC e dos restantes órgãos da comunicação social não tiveram a CORAGEM de dizer quais as marcas dos carros defeituosos e quem fez a venda. O comentador da SIC deu a entender que as viaturas e bombas não foram inspecionadas quando esse tipo de material não sofre uma inspeção por parte do gabinete do ministro, mas sim pelos utilizadores que devem inteirar-se do respetivo funcionamento e verificar se está tudo bem e foi nessa inspeção que detetaram que algumas bombas não eram suficientes.

Todos sabemos que a maior parte do material de combate a incêndios é representado por uma empresa do “filho” do Marta Soares, nomeadamente as únicas empresas alemãs que fabricam e exportam em grande quantidade, pelo que são quase as únicas no Mundo que podem fornecer muito material com a celeridade necessária.

Marta Soares, através do filho, convenceu os fabricantes alemães e outros que era o único a dominar o mercado e a conhecer as condições em que o material seria utilizado em Portugal. De qualquer modo o fabricante deverá substituir rapidamente as bombas por outras mais potentes, o que parece que foi feito em parte e está em vias de ser completado

Se não o fizesse deveria pagar uma multa.

De resto, quando o Estado faz aquisições vultuosas paga um sinal de compromisso de compra a quem ganhar o concurso, geralmente da ordem dos 10 a 20% e paga o restante contra entrega ou a prazo se for isso combinado.

Se o pagamento foi feito contra entrega, fica sempre uma garantia 10 a 20% por pagar para ver se o material vem sem defeitos.
Assim o fornecedor ou substitui as bombas ou não lhe é paga a referida garantia.

Só os patrões da Comunicação Social é que fingem que desconhecem estes procedimentos que devem praticar quando compram material para as suas televisões.

Anúncios

4 pensamentos sobre “Motivar os Incendiários

  1. «Marcelo anda a motivar as pessoas para queimarem a Pátria e os esforços dele estão a dar resultados: um empreiteiro atirou pedras a um helicóptero e tentou esvaziar o local perto do incêndio em que deveria abastecer-se de água; outro ou outros incendiários quiseram resolver o problema da direita antes de tempo e tentaram incendiar um quartel de bombeiros e queimaram três viaturas especializadas que foram bem caras para os contribuintes.», …?!

    Ó Dellinger, vai deitá-la!

    Liked by 1 person

    • Marcelo o HOMEM de bom coraçao precisa de ter apoio para que ponha mesmo uma grande luta contra os incendiario coisa esquecida em Portgal a mais de 40 anos, no tempo do tio antonio de santacomba issto nao existia. C
      ada vez mais deitam a culpa a quem a nao tem Os incendios sao culpa de criminosos que os ateiam e esses continuam tranquilos raramente se houve noticia de deteçao. como hà centenas deles continuam a solta imponiveis a fartura de incendios verdadeira começou em 1975 coisa que me lembro bem aquele ano começou a moda incendiar para vingar. pois puniçoes eram inexistentes. desde entao sempre existirama diferença é que agora iscolhem os dias de grande calmaria para que o impacto seja maior. Antes de 1975 mal aperecia um incendio tudo corria para apagar,hoje passou a ser um problema reservado a profissionais em que por vezes proibem mesmo um particular de apagar. por acaso me sabe dizer dizer onde hà uma loja que vende ferramentas de primeiro socorros de extiçao de incendios?????????

      Gostar

  2. OS FOGOS NÃO SE COMBATEM, EVITAM-SE E PREVINEM-SE!, e para se evitarem e se prevenirem vigiam-se as florestas, os caminhos, as estradas que circundam, as pessoas que por lá passam; e se depois é que podemos falar em alterações climáticas, as plantas não se incendeiam porque não são auto-suícidam como os criminosos ambientais pretendem fazer crer…. (muito fica aqui por dizer)

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.