3 X 9 = 27.º Congresso do CDS

(Por Carlos Esperança, in Facebook, 10/03/2018)

CRISTAS_DIABO

Nascida no dia de S. Venceslau, na cidade de São Paulo de Nossa Senhora da Assunção de Luanda, e do fracassado golpe contrarrevolucionário spinolista contra o 25 de Abril, traz no nome a santidade do topónimo onde nasceu e, no espírito, a fantasia da alegada maioria silenciosa, derrotada, em Portugal, no dia do seu nascimento.

A azougada líder CDS, a hesitar entre o estilo miguelista e o de estadista, ora chamando mentiroso ao primeiro-ministro, ora mantendo a compostura civilizada, usou o vazio do poder no PSD até a chegada de Rui Rio. Este, com aura de honestidade e competência, que não assinaria a resolução do BES, ignorando o significado e as consequências, põe em causa a sua ambição.

Enquanto o PSD andou a reboque do ressabiado Passos Coelho, convencido de que era ainda PM, e, depois, graças à luta interna e à desorientação da comunicação social afeta ao PSD, a líder do CDS sonhou voos que nem o seu antecessor, mais preparado, ousou.

A Dr.ª Assunção andou por canais televisivos, emissoras de rádio, feiras, praias, jornais, revistas e romarias, sem concorrência, e, como a rã da fábula, quis ser boi, pensando que a vitória sobre o PSD, nas eleições municipais de Lisboa, era o barómetro do País.

A liderança da direita civilizada e europeia, tarefa de que Passos Coelho era incapaz por inépcia e convicção, está ainda menos ao alcance de Assunção Cristas, que não define a ideologia do seu partido, se acaso a tem, assumindo a opção do liberalismo que derrotou o Governo que integrou ou a da democracia-cristã, desaparecida com a morte de Amaro da Costa e o afastamento de Freitas do Amaral.

Deslumbrada com o vedetismo, a chegada de Rui Rio à liderança do PSD, com cuidada formação académica e experiência política fora das madrassas da JSD, fê-la ver que está condenada a muleta do maior partido da direita, agora com rosto humano e ar civilizado.

Pode continuar o frenesim mediático, dizer uma coisa e o seu contrário, apresentar «18 medidas para salvar o SNS», como se o País ignorasse que o CDS votou, assim como o PSD, contra a sua criação. É difícil exibir os inimigos do SNS como seus salvadores.

Assunção Cristas, que se declara católica praticante, julgando que é de catequistas que o País precisa, à medida que a comunicação social regressa à defesa do PSD, vai perdendo a fé e confessa-se a O Diabo: “…naturalmente, trabalhamos para ser a primeira escolha dos eleitores”, sabendo que leva o CDS de regresso ao 5.º lugar nas próximas eleições.

Por mais que grite que o seu combate é contra o que designa por Governo das esquerdas unidas, é do PSD que quer os votos que a salvem de ser substituída por Nuno Melo.

Neste fim-de-semana, em Lamego, o seu segundo Congresso será pacífico, com a moção ‘CDS – Um passo à frente’, a recordar Lenine na resposta a Rosa Luxemburgo, ‘Um Passo em Frente, Dois Passos Atrás’, na certeza de que não há Kautsky que recuse publicar-lhe a moção. Em relação a Lenine, só o desejo de liderança a une.

Vade retro, Assunção!

 

Anúncios

5 pensamentos sobre “3 X 9 = 27.º Congresso do CDS

  1. já li alguns escribas maus mas este gajo roça a indigência intelectual e moral. gajos destes não fazem falta para coisa nenhuma a não ser para projectos do calibre desta estátua de sal que mais me parece ser uma estátua de bosta. mas tem que haver lugar para o excremento…

    Gostar

    • Esta “gaja”, d. helena de Tróia, que se atreve a avaliar da “indigência moral e intelectual” de outrém sem cuidar das suas, é ela própria uma bosta “a pensar” que é… um pudim !

      E d. helena ! Está muito ofendida com as críticas a azougada ? Isso não será prova da sua indigência intelectual e moral ? Ou será que a sua “inteligência” não sabe distinguir entre uma bosta e um pudim ?

      Então, se fôr esse o caso, d. helena : prove uma e depois o outro ! E logo verá a diferença !

      Gostar

  2. Eram “tantos” ou “estavam lá todos”. Será que houve distribuição de presuntos(fora de prazo) para os presentes?
    Quem quer os favores da Direita em Portugal? Já nos bastam os favores dos direitistas infiltrados no PS.
    Acho que nas próximas eleições os 4% será um elogio para estes apátridas!

    Gostar

    • o problema deles é precisamente o de se quererem fazer passar por patriotas quando na verdade são uns apátridas. se não fosse o 25474 isto eram (e são) bostas que estariam a enfeitar a assembleia nacional de um qualquer salazar. só indigentes bacocos como eles são suficientemente imbecis para dizerem o que dizem, enfim, parafraseando helena trauliteira, “tem que haver lugar para o excremento…”

      Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.