A dra. Maria Luís já não vai ser líder do PSD

(Nicolau Santos, in Expresso Diário, 04/03/2016)

nicolau

Ao princípio, poucos davam por ela. Tinha sido professora de Passos Coelho e por isso ocupava a pasta de secretária de Estado do Tesouro. Mas a estrela do primeiro Governo PSD/CDS era Vítor Gaspar, o todo poderoso ministro das Finanças. Quando ele se demitiu, a ascensão de Maria Luís ao cargo foi vista como uma segunda escolha. Puro engano. Maria Luís afirmou-se técnica e politicamente, tendo ganho inclusive elogios internacionais, como o do ministro alemão das Finanças, Wolfgang Schauble. Daí a ser vista como uma potencial sucessora de Passos Coelho se o PSD perdesse as eleições de 4 de outubro foi um passo de anão. Como se sabe, o PSD ganhou mesmo as eleições, mas a coligação de centro-direita não conseguiu fazer passar o seu Governo no Parlamento e o país ganhou um inusitado Governo do PS, apoiado pelos partidos à sua esquerda, BE e PCP. Perante o novo cenário, Passos não se demitiu da liderança do PSD. Mas sempre se poderia esperar que, a prazo, Maria Luís ascendesse ao cargo. O que aconteceu esta semana afastou essa hipótese.

Sim, não é só o facto de Maria Luís ter aceite ir trabalhar, como não executiva, para um fundo que lucra com as carteiras de crédito malparado de bancos portugueses ou de ter estado envolvido na “solução” do Banif. Não é só o facto de Maria Luís não ver qualquer incompatibilidade por ter aceite o cargo de uma instituição que esteve envolvida em negócios com o sector bancário português, que ela tutelou. Isso, apesar de tudo, talvez não seja ilegal. Pelo menos, a sua ilegalidade será muito discutível e duvido que a Comissão de Ética chegue a um julgamento definitivo sobre o tema.

Por ação ou omissão, a dra. Maria Luís é responsável, direta ou indiretamente, por pelo menos 7,7 mil milhões de euros que os contribuintes nacionais vão pagar com língua de palmo nos próximos anos. Ora este não é cartão que se recomende para uma futura líder do PSD

Não. Isto, apesar de tudo, são amendoins. O que põe seriamente em causa o futuro político de Maria Luís é o seu envolvimento no negócio dos swaps das empresas públicas e a decisão que tomou, ao dar ordem para não serem pagos os contratos que tinham sido assinados por diversas empresas públicas com o Santander. Compreende-se a estratégia. Maria Luís queria reduzir o défice o mais rapidamente possível e tudo o que pusesse isso em causa seria afastado, mesmo que tivesse de ser empurrado com a barriga e pago futuramente pelos portugueses, mas quando outros estivessem em funções.

O problema é que o passado é uma medusa, da qual é muito difícil libertarmo-nos. A decisão de um tribunal londrino de condenar Portugal a pagar no total 1,8 mil milhões de euros ao Santander prova o quanto foi errada a decisão de Maria Luís e quão cara ela vai custar aos contribuintes portugueses. E se a isso juntarmos que a resolução do BES ocorreu durante o seu mandato; e que o Banif, diante dos seus olhos e da sua autoridade, enviou oito planos de reestruturação para Bruxelas, todos chumbados, sem que ela fizesse nada, e que no final a sua inevitável resolução nos vá custar mais de dois mil milhões de euros; chega-se à conclusão que, tudo somado, por ação ou omissão, a dra. Maria Luís é responsável, direta ou indiretamente, por pelo menos 7,7 mil milhões de euros que os contribuintes nacionais vão pagar com língua de palmo nos próximos anos.

Ora este não é cartão que se recomende para uma futura líder do PSD.

Anúncios

8 pensamentos sobre “A dra. Maria Luís já não vai ser líder do PSD

  1. Na Idade Média, seria queimada em praça pública! No século XX, talvez fosse para alguns anos numa prisão. Agora, neste Século XXI, ainda tem o direito de pensar chefiar um partido que possa vir a ser governo !!! Génial!

    Gostar

    • Para este caso e alguns outros também, preferia a justiça da idade média. Em pouco tempo Portugal restabeleceria as sua economia e as finsnças públicas.

      Gostar

  2. Neste momento preciso, aceito regressar, à Idade Média! Porque, em muitas actuais situações e graves, é nessa época que nos encontramos!

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s