O LENTO RESPIRAR DA HISTÓRIA

(Amadeu Homem, in Facebook, 05/07/2015)

Amadeu Homem

      Amadeu Homem

Escrevo deliberadamente este texto antes de saber se, na Grécia, irá triunfar o “Sim” ou o “Não”. Creio firmemente que, independentemente do resultado, não serão os resultados dos votos helénicos que irão ditar, no curto ou no médio prazo, a sorte futura da Europa.

O grande confronto entre a actual versão, tentacular, anónima e impiedosa do Capitalismo financista internacional e a afirmação dos direitos das Pessoas virá depois, talvez até muito depois. O ajuste de contas irá fazer-se, um dia, sendo absolutamente impossível a um pobre cultor dos Saberes Sociais enunciar uma previsão onde caibam os anos, os meses e os dias.

Pressinto, isso sim, que o Waterloo desta Europa soará no dia em que os “pigs” do sul – Portugal, Itália, Espanha, Grécia – , eventualmente acompanhado por mais algumas vítimas, tiverem de concertar esforços para aniquilarem a Besta.
É disso que se trata : aniquilar, de uma vez por todas, a Besta exploradora, tentacular, anónima e implacável deste Capitalismo internacional.
Imaginar que um País admirável mas indigente – como a Grécia -possa travar o sentimento neo-nazi de um Schäuble ou a “vontade imperialista de Poder” de uma Alemanha, será o mesmo que acreditar no Menino Jesus das palhinhas ( com vénia para quem acredita …).
De modo que, insisto, esta girândola de sentimentos em torno da crise grega vale o que vale. Ou seja, pouco ! Servirá apenas para que meia dúzia de “portugas” se julguem compensados e felizes, se ganhar o “sim”, do mesmo modo que poderiam ficar compensados e felizes porque o Benfas ganhou uma Taça ou um campeonato. Ou então, servirá para que outra meia dúzia de “portugas” imaginem que os direitos da Pessoa estão a chegar, só porque o Sporting passou a ser treinado por Jorge Jesus.

A sorte desta Europa poderá resultar da confederação dos “porcos” e das exigências que os “limpos” lhes endereçarem. Querem apostar que, caso vença o “sim”, a gorda da Merkel, e mais a perliquitetes da Lagarde, e mais o Novo Doutore EstranhoAmor do Schäuble concederão imediatamente , a um novo governo anti- Syriza , MUITO MAIS do que agora foi negado ao Tsipras e ao Varoufakis ?

Mas há outra questão em aberto : a sorte, o destino do Capitalismo Internacional. Ou eu me engano muito, ou essa matéria só poderá ser decidida depois de Obama abandonar o Poder. Quanto tempo depois ? Talvez nessa altura eu já não me encontre no número dos vivos. Digo-o aqui pela terceira ou quarta vez : é lento o respirar da História. Lento, sim. Mas inevitável.

Advertisements

Um pensamento sobre “O LENTO RESPIRAR DA HISTÓRIA

  1. E logo agora que tantos exemplos onde o capitalismo está a dar provas de sair derrotado. Alem da situação visivel do bom funcionamento dos bancos e lojas na Grecia temos tambem os amigos Venezuelanos com as lojas resplandecentes, a Russia com o democrata Putin a zurzir forte nos corruptos ou o camarada da Coreia do Norte: temos que perdoar aos democartas de todos os outro páises em que as realizações maravilhosas do líricos ainda não sairam do papel e dos discursos ocos.Ma não desanimem que Cuba finalmente libertada vai mostrar como a China o que os camaradas e a sua proverbial competencia conseguem realizar para derrotarem os neoliberais.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s