Mário Machado incorporou neonazis portugueses em milícias na Ucrânia

(In AbrilAbril, 24/03/2022)

(Os detratores do meu blog, e alguns autores de comentários aos nossos últimos artigos, agora que digam que esta notícia é falsa e que é ´”propaganda pró-russa”. E que a fotografia é falsa e que ele não está a fazer a saudação nazi. O mais cego é sempre o que não quer ver.

Claro que podem sempre assumir a máxima do Roosevelt a propósito do ditador sanguinário Somoza da Nicarágua: “Ele é um filho da puta, mas é o nosso filho da puta”!

E fico-me por aqui, por hoje.

Estátua de Sal, 24/03/2022)


A «acção humanitária 1143», liderada pelo neonazi Mário Machado, cumpriu o seu propósito de integrar elementos da extrema-direita nos «meios de defesa» da Ucrânia, confirma o seu advogado….


Continuar a ler: Mário Machado incorporou neo-nazis portugueses em milícias na Ucrânia | AbrilAbril


Gosta da Estátua de Sal? Click aqui.

7 pensamentos sobre “Mário Machado incorporou neonazis portugueses em milícias na Ucrânia

  1. O animal – considero nazis como tal – ainda vai receber uma medalha no 10 de junho pela sua ação na defesa da democracia

  2. Aproveito para salientar a diferença entre a decisão do arguido de se deslocar à Ucrânia e as falsas notícias que dão conta de o haver uma juíza de instrução ‘autorizado’ a deslocar-se até lá.
    Que não se admire a pessoa do arguido ou as suas ideias, entendo perfeitamente e partilho da opinião. Já que a comunicação social e outros oportunistas decidam crucificar uma juíza que fez, apenas, o seu trabalho, parece-me fortemente condenável, e indigno de uma sociedade que se diz liberal e democrática. E justa.
    Refleti um pouco sobre o tema em https://mosaicosemportugues.blogspot.com/2022/03/mario-machado-e-juiza-de-instrucao.html, que convido a visitar e a comentar.

  3. O que é absolutamente errado e reprovável é confundir o Mário Machado com a nobre causa de um povo que luta heróica e encarnecidamente para defender a sua pátria. É claro que a sua causa não precisava ser emporcalhada com a contribuição de um simpatizante do Nazismo. Mas é curioso verificar o quão é complexa a realidade humana. Em Moscovo existe um regime cuja prática é do Nazismo mais puro. Na concepção do poder, na expurgação total da democracia, na eliminação física dos que se lhe opõem, na supressão de toda a liberdade de opinião, na manipulação da comunicação social, na intimidação de outros estados, e agora, cereja em cima do bolo, na invasão de um estado soberano e independente, violando as leis internacionais e cometendo autênticos crimes de guerra.
    Assim sendo, parece-me conveniente que este blogue, que sempre se identificou com a esquerda democrática e civilizada, faça um escrutínio mais cuidadoso em quanto contribua para que o leitor perceba onde está o mal e onde está a ameaça à liberdade, à paz e ao progresso civilizacional

  4. Muito, muito obrigado pelo seu contributo e deste blogue em mostrar os dois lados dos argumentos. Nunca pensei viver numa europa que se diz democrata mas ajuda a criar uma guerra na Ucrânia, recusa-se a contribuir seja de que forma for para ajudar a descalar a situação e torna oficial a censura de meios de comunicação e o confisco de bens soberanos e de propriedade privada de cidadãos sem qualquer suporte judicial.
    Supostamente somos os bons e os russos os maus. A infatilidade de quem insiste nesta linha de argumento é apenas substituída pelo cinismo de fecharem os olhos à fome imposta neste preciso momento ao povo afegão.
    Querem calar na quem se atreve a questionar as suas mentiras, mentiras essas que mesmo fontes anónimas de dentro do Pentágono tentam expor.
    Obrigado pela sua coragem e defesa da paz e democracia. Somos mais do que parecemos por isso é que nos tentam calar de forma tão histriónica. Força! Obrigado!

  5. Força ES,,,,não se deixem amendrontar pela “PIDE” que por aqui vai aparecendo sem rebiuço…..pois são fihos e netos desses Esbirros que fizeram sofrer e mataram todos aqueles que lutaram pela Liberdadde,pelo seu legado não baixem a voz……

Leave a Reply to Vitor Lima Cancel reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.