Barroso acusado de traição

(Por Soares Novais, in A Viagem dos Argonautas, 03/12/2017)

furão

Dusan Sidjanski, antigo professor de Durão Barroso, revelou em carta: “Cortei todos os laços com ele.” E Sidjanski, um dos mais prestigiados docentes da Universidade de Genebra, explica, assim, a razão de tão radical decisão: “Ele usou as instituições da UE para participar nos piores bancos globais.”

A acusação de Dusan Sidjanski, que além de professor foi amigo de Durão Barroso, foi conhecida na mesma semana em que a imprensa suíça tornou público o fim da ligação de Barroso à universidade onde estudou e agora dava aulas como professor convidado.

Para Sidjanski a ligação do Dr. Barroso ao Goldman Sachs é uma “mancha para a Europa”. Por isso, sublinha, “não posso acreditar que neste momento ele destrua a sua reputação a este ponto. Isso mostra que ele é fraco.”

(Dusan Sidjanski é um dos mais renomados e prestigiados académicos mundiais, Politólogo e professor universitário, Sidjanski nasceu em Belgrado, onde estudou na escola francesa. Sidjanski frequentou a Universidade de Lausanne e formou-se em Ciência Política na Universidade de Paris. Foi ele que fundou o Departamento de Ciência Politíca da Universidade de Genebra e é autor de várias e importantes obras).

A notícia de que a Universidade de Genebra (UG) não renovou o contrato do Dr. Barroso e prescinde dos serviços do “prof” foi tornada pública na última semana pelos jornais suíços, mas entre nós passou quase total e convenientemente despercebida.

O estabelecimento de ensino da Genebra não revelou as razões que o levou a não renovar o contrato com o professor Barroso, mas o jornal “Le Temps” adianta que o seu vínculo ao Goldman Sachs é o motivo para tão drástica decisão. Durão estudou e trabalhou nos anos 80 naquela universidade e agora dava ali aulas sobre políticas europeias.

Uma coisa é certa: a Universidade de Genebra considera que o banco de investimento norte-americano, que agora dá emprego a Barroso, é um dos grandes responsáveis pela crise financeira de 2008. Uma crise que, recordo, provocou a falência de estados e empresas e dizimou milhares de famílias em todo o mundo.

O “Le Temps” assegura que o meio académico suíço se considera “traído” por Barroso. Dr. Barroso que, antes de ser anunciada a sua contratação pelo Goldman Sachs, revelou aos seus pares que iria ter menos tempo disponível, pois iria trabalhar para uma “grande” entidade. “Disse-nos que não nos ia agradar”, lembra René Schwok, diretor do Instituto de Estudos Global, da Universidade de Genebra.

Como se vê, o Dr. Durão não se importou em desagradar e trair. O meio académico suíço e a presidência da UE foram apenas as camas de aluguer que utilizou para se deitar na alcova dos gangsters globais..

***

PAPINIANO CARLOS – Depois de amanhã, cumprem-se cinco anos sobre a morte do poeta e escritor que é um dos mais destacados nomes do neo-realismo. Temos a obrigação de o manter vivo. Pela obra que deixou  e pelo exemplo de vida que nos legou.

ZÉ PEDRO – Frontal, irreverente, insubmisso foi assim o Zé Pedro dos Xutos & Pontapés. Um rebelde empenhado na defesa dos direitos sociais, que deu a cara pela despenalização do aborto e sempre se manifestou contra a guerra.

CULTURA DO FOGUETÓRIO – A falta de apoio à Cultura continua a ditar a morte lenta de muitos projectos. Apesar de Portugal ter um ministro que é poeta e do primeiro-ministro dizer-se socialista. Dizem que não há dinheiro para tudo. É mentira, pois não falta dinheiro para a festança. Eis um exemplo: a Secretaria Regional da Economia, Turismo e Cultura da Madeira vai estourar 1.819. 839,90 euros em iluminações de Natal e no foguetório de Fim de Ano. Isto, enquanto o apoio às Artes-DG Artes-Artes de Rua em todo o país se queda por uns insignificantes 250 mil euros.


Fonte aqui

Anúncios

6 pensamentos sobre “Barroso acusado de traição

  1. O dinheiro corrompe todas as más consciências. Este camaleão, mudou de côr quantas vezes quis: veio do MRPP e aterrou de bunda, no PSD. abandonou o cargo de 1º Ministro de Portugal, para ganhar como 3ª escolha a presidência da C. Europeia. Saíu e tal ratazana rápida, escondeu-se nos subterrâneos do Golden Saches.

    Gostar

  2. O professor Dusan Sidjanski foi até agora um ignorante descuidado do percurso de Durão desde o MRPP até à UE ao ponto de só agora ter dado pelas pulhíticas cambalhotas dadas pela indigna persona.
    Para onde estava voltado e olhava o professor quando Durão fez o papel de diácono de Bush na promoção e feitura da guerra contra o Irão mediante uma mentira universal? Do caso de corrupção dos submarinos e sua ida para a UE como pagamento da escrocrice do apoio à guerra e para apoiar as políticas americanas de comercio na Europa. Nem o facto do dito cagar-se no povo português que o elegera para governar para ir sentar-se no cadeirão dourado da UE levantou um cabelo de dúvida na mente do senhor professor?
    Só o facto de ir “trampolinar” para ao Goldman logo imediatamente após ter saído da presidência da UE, e mesmo assim só dois anos depois, é que tais comportamentos da inditosa persona lhe levantou dúvidas?
    Caro professor, a pergunta é porque andou cego durante tanto tempo e só agora, de repente, lhe passou a cegueira?
    Será que, imitando Estesícoro, está escrevendo a sua palinódia para recuperar algo!

    Gostar

  3. Que palhaçada a europa está feita com os judeus sionistas yankees os líderes europeus traíram o povo europeu deixando-se seduzir pelos sionistas e pelo seu sinistro plano para o mundo e agora vêm falar do Barroso… ahahahahahahahahahahahahahahahahaha

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

w

Connecting to %s