Que futuro para o legado de “Zédu”?

(Mariana Mortágua, 22/08/2017)

mariana_mor2

Amanhã, Angola vai a eleições, sabendo, à partida, que José Eduardo dos Santos não será mais presidente. Depois de 38 anos no poder, “Zédu”, – o mais antigo governante do Mundo, juntamente com Obiang, da Guiné Equatorial – abandonará o seu cargo. Que Luanda albergará um novo presidente, não há dúvidas. Que a oligarquia do MPLA, que tem saqueado o país sob o comando da família dos Santos, deixará de controlar os seus destinos, isso é outra história.

João Lourenço, o atual candidato à presidência, foi escolhido por José Eduardo dos Santos. As sondagens não estão famosas para o partido do poder, mas também não é de esperar que o MPLA abdique facilmente. A prová-lo estão as denúncias de falta de transparência e tratamento desigual por parte dos partidos da Oposição. Isto sem falar da opressão política e institucional que o partido exerce no país.

Caso ganhe, as dúvidas recaem sob que caminho escolherá Lourenço.

A primeira hipótese é ser um fantoche de José Eduardo dos Santos que, habilmente, teceu uma teia que lhe permitirá, e à sua família, manter um enorme poder sobre o país. Poder militar, uma vez que poderá continuar a nomear os seus generais durante oito anos. Poder político, através do lugar que conservará à frente do MPLA e no Conselho da República. E, mais importante, poder económico, que reparte com os seus generais e família. Isabel dos Santos, a mulher mais rica de África, está à frente da petrolífera estatal Sonangol, além de bancos e empresas de comunicação. Zenú, irmão mais novo de Isabel, envolvido num alegado esquema de desvio de dinheiro denunciado nos Panamá Papers, manter-se-á à frente do Fundo Soberano de Angola. Tchizé e José Paulino, os dois irmãos seguintes, controlam dois canais de televisão. Eduane, o mais novo, é acionista do Banco Postal Angolano. Isto sem falar em Manuel Vicente, e os generais “Kopelipa” e “Dino”, envolvidos no saque ao Banco Espírito Santo Angola e investigados por corrupção e branqueamento em Portugal.

Terá Lourenço a coragem, ou ambição, para retirar as sanguessugas da família dos Santos do aparelho económico angolano? Se não o fizer, confirmar-se-á a tese do fantoche. Mas, caso aconteça, que fará Lourenço, um homem do regime, cúmplice do saque, com essas nomeações? Será que o melhor que Angola pode esperar do MPLA é a dança das cadeiras da oligarquia em busca da revalidação política, popular e internacional? Ainda não sabemos.

Mude o que mudar a partir de amanhã, uma coisa é certa. José Eduardo dos Santos, o homem de quem se fala, muitas vezes com reverência, e que Portugal sempre se recusou a condenar, saqueou Angola nos últimos 38 anos. Usurpou dinheiro dos diamantes e do petróleo para enriquecimento próprio, deixando a população sem liberdade, educação ou serviços públicos. É esse o seu legado.

* DEPUTADA DO BE

Anúncios

5 pensamentos sobre “Que futuro para o legado de “Zédu”?

  1. Trivial… Recomdendaria à senhora deputada o estudo atento do livro de Wassily Leontieff «The Future of the World Economy», publicado em 1977 sob os auspicios das Nações Unidas. E acrescentaria que em matéria de Economia Política do Desenvolvimento, é mais importante analisar para onde vai o dinheiro do que estudar os meandros por onde ele se escoa. O livro de John Kenneth Galbraith «Money, whence it came where it went», também ajudará a esclarecer algumas destas questões. Ah, e já agora, estudar o processo de industrialização do Japão também não era má ideia… Tudo nos respectivos contextos históricos. Alguém mais cínico do que eu, diria que a moralidade pequeno-burguesa é uma coisa muito interessante.

    Gostar

  2. Esta tipa que nunca pôs as patas em Angola o que quer de nós? Fedelha que nunca trabalhou na vida certamente que sabe ela do nosso País? Já alguém em Angola escreveu a contar como o pai dessa ” rosqueira” assaltava bancos? Meta-se na sua vida e resolva os problemas do seu País que bem precisa com a quantidade de ” penduras” que como ela nunca fizeram nada de pratico na vida!

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s