Ivo Rosa fez justiça com Sócrates?

(Politicando, em Rádio Transforma, 16/04/2021)

(Pronto. Vejam lá este painel que nunca seria convidado para opinar nas televisões, pois estas só convidam convertidos que defendem a “linha oficial” sobre o caso Marquês, salvo poucas e honrosas excepções.

Cansado de ouvir o Marques Mendes, o mano Costa, o Gomes Ferreira, o João Miguel Tavares, a Ana Gomes e até – pasme-se – toda a equipa do Eixo do Mal, mais os outros do Governo Sombra, tudo gente justiceira e sem mácula, catedrática em Direito e em processo penal, achei interessante ouvir esta gente que – contrariamente aos justiceiros -, tem dúvidas na apreciação da decisão de Ivo Rosa e também sobre as culpas pelas quais Sócrates deverá ser julgado.

Ouçam e tirem as vossas conclusões.

Estátua de Sal, 16/04/2021)


12 pensamentos sobre “Ivo Rosa fez justiça com Sócrates?

  1. Ivo Rosa não fez justiça com Sócrates porque:
    – ainda não o prendeu (nem podia, pois é só a instrução, mas qualquer pessoa decente percebe o meu ponto)
    – devolveu-lhe bens/capitais de forma precoce e que já estão a ser dissipados (por um lado por ser o “juiz das garantias”, por outro graças ao PS que continua a recusar transpor leis que já existem na Europa para evitar que o crime de corrupção compense os corruptos)
    – ilibou-o de demasiados crimes, como o de fuga ao fisco (é o crime perfeito, como é roubado, não paga imposto…)
    – decidiu prescrever demasiados crimes, numa leitura da lei que beneficia os corruptos
    – foi ao extremo das garantias num “Estado de Direito” de hiper-garantismo em que toda a corja endinheirada se safa
    – iludiu Sócrates com uma falsa sensação de “vitória”, que será destruída no Tribunal da Relação (que tantas vezes reverte os excessos garantistas de Ivo Rosa). Ou seja, Sócrates será PELO MENOS julgado por 6 crimes, cm uma moldura penal de PELO MENOS 12 anos.
    – não julgou Sócrates pelos ataques que este fez contra a liberdade de imprensa quando era 1º Ministro
    – não julgou Sócrates pelo abuso de, também enquanto 1º Ministro, violar a separação de poderes e andar a telefonar, para pressionar, o Procurador Geral da República

    Quem a viu e quem a vê, a Estátua de Sal mais parece a “Estátua Salgado, Berardo, Espírito Santo, e companhia”… A seguir podemos esperar o quê? Uma semana de testemunhos abonatórios de Carlos Cruz e “especialistas” da linha não-oficial (que é para não dizer negacionistas) a concluir que se calhar até foram as crianças quem abusou de Carlos Cruz? E como cereja no topo do bolo publicar aqui um artigo, não o José Miguel Júdice, mas do Salvini a explicar porque é que “Estado de Direito” é condenar refugiados a morrer num barco proibido de atracar em porto seguro, seguindo a “lógica” da conversa anterior de que citar os maiores pulhas da Extrema-Direita é a prova da razão…

    E a falta de noção é tal que dispara para todo o lado, até contra a EXEMPLAR combatente anti-corrupção Ana Gomes, e o Eixo do Mal, onde estão pessoas que passaram 7 anos a apregoar o “inocente até prova em contrário” (o Pedro Marques Lopes, do PSD, até era chamado de “Socratista” por causa da sua respeitável posição) e só agora, tal era a evidência, mudaram para um discurso da condenação do óbvio. Já dizia o recém-enterrado corrupto da porta-giratória GovernoPS/MotaEngil: “quem se mete com o PS, leva” – e eis que a Estátua desata a distribuir porrada em todos os que se atrevam a meter com o PS: o Partido de Sócrates. O PS que vota contra a lei do enriquecimento ilícito, não implementa as directivas europeias de combate contra a corrupção, inventou o RERT (Regime Extraordinário de Regularização Tributária, eufemismo para: legalização de dinheiro sujo e borla fiscal para quem o sujou), nada faz contra o off-shore da Madeira, convive bem com os Vistos Gold, faz perdões fiscais às EDP e outras grandes empresas que corrompem o sistema, etc. Sim, isso pode ser tudo resumido como a política do Partido de Sócrates, e nunca de um Partido Socialista.

    Como muito bem disse o Pedro Delgado Alves (PS, advogado), falta fazer auto-crítica, para saber o que se fez de errado e como se pode fazer melhor. Mas se a Estátua de Sal (tal como o aparelho Socratista do PS, a começar pela vigarista Ana Catarina Mendes, uma girl sem espinha dorsal e só com sectarismo partidário no seu lugar) se recusa a seguir este conselho, e insiste na vergonha de defender o indefensável, então faço eu a minha: foi o meu último comentário e a minha última visita a este blog. É que eu, ao contrário de outros, quando me cheira a esturro, afasto-me…

    • Tem calma, Karl!

      Nota. A mim incomoda-me o tom provocador com que o Manuel Gomes, em cada post dos mais miseráveis artigos que há por aí disponíveis, se dirihe aos leitores e que há quase uma semana vem utilizando ultimamente. É exemplo a introdução supra, escrita montado nos seus sapatos de tacão, o que, sendo chamado à atenção uma duas três dez vezes, a uma pessoa honrada obrigaria a retratar-se. Tenho dito.

      #socratete

      • Toma os comprimido que isso passa, RFC. Noto que tu, o mais cáustico dos cáusticos, o mais corrosivo dos comentadores dos blogs da nossa praça de que não gostas, o maior produtor de chiste e parodiante do Aspirina B e do Jeito Manso, desta vez produziste um comentário sério, e sem malabarismos de comédia, sobre os artigos que recentemente temos vindo a publicar.

        Acredita, a Estátua está ufana e ficou orgulhosa por ter conseguido tal cometimento.
        Mas, se calhar, talvez o mérito não seja da Estátua e pode ser que, apenas estejas a atravessar “um mau momento”, lá para as bandas do depressivo.

        É por isso que te deixo esta prenda, para ver se melhoras: 🙂

        https://www.youtube.com/watch?v=f_KdPgIVuH4

        • Só falta dares colo e beijinhos ao teu homem de mão RFC.

          Tu tão preocupado com a liberdade e garantias de milionários corruptos e que aqui andaste anos a incentivar esse gajo a intimidar-me com ameaças e insultos para me calar.

          Ás tantas já andava a pedir informações sobre a minha morada e que ia chamar os amigos ciganos e que alguém havia de me matar e tal.

          Isso chama-se assédio, é crime e tu incentivaste essa merda no teu blog.

          E quem é oprimido é o povo trabalhador que vocês insultam de racista pá, não é o Sócrates nem o Salgado.

          Essas tuas “vitimas” milionárias é que são os exploradores de brancos e pretos.

          E têm um milhão de vezes mais hipóteses de defesa do que um trabalhador, preto ou branco, que é todos os dias roubado pelo patrão e não tem dinheiro para pagar a um advogado decente para meter o patrão em tribunal – muito menos um gabinete de elite ao serviço da alta corrupção como a firma de advogados do Júdice.

          E afinal, tanta coisa com vocês a MENTIROSAMENTE a insultarem-me de fascista e acabas a incensar o Júdice, um terrorista do MDLP e fui eu o primeiro a aqui denunciar isso.

          Aproveita e toma os comprimidos do gajo que vocês são da mesma laia.

        • Cala-te, fascista!

          Adenda. A tua sorte é que, uma noite destas, estás sentadinho no sofá a ver os teus filmes de terror ou as comédias nas TV’s sobre a Operação Marquês e fechas as pálpebras. Depois surge-te a tal fotografia do Zé Neves e a legenda: a Dondoca d’Um Jeito Manso abraçada ao…
          e estás lá tu!

          • Se o insulto de fascista era para mim, que sabes não ter ponta por onde se lhe pegue, das duas uma: como sou magnânimo, ou te retratas ou vais para o index e aqui nunca mais opinas. É curioso que te tenhas destemperado quando te servi do veneno que usas servir aos teus adversários. Doeu, não foi?

            Podes invocar a liberdade de expressão e o Estado de Direito que não te valerá de nada.

            Fico a aguardar esclareças se o insulto era para mim.

            • ???

              Ó estátua, então quando o gajo me insulta a mim tu não o justificas dizendo que toda a gente tem direito a opinião ?

              Então quando se for contigo já não tem direito a ter opinião ?

              Até devias deixá-lo deixar fazer-te o que o incentivaste a fazer a mim.

              Como mandar-te levar no cu, ameaçar-te de agressão, pedir a tua morada e dizer que ia chamar os ciganos e que alguém te vai matar…

              Tudo “liberdade de opinião” quando aplicado aos outros, mas insulto e quiçá crime de de assédio se for contra ti não é?

              Começo a perceber como o comunismo funciona…

    • Meu caro.

      Para alguém tão casmurro e tacanho de espírito, como você demonstra ser, só tenho a dizer-lhe. Faça boa viagem.

      Deixo-lhe só uma nota. A Estátua não é do PS, ataca o PS quando lhe parece que é de atacar, está com ele quando acha que é de estar. A Estátua não é maniqueísta como você. Veja os artigos deste blog desde 2014 e estão lá as provas do que digo. O seu problema é que não tem noção do que é possível, a cada momento, realizar com sucesso na luta política. Miopia dos alucinados.
      A isso chama-se táctica. E quando a táctica é má, qualquer estratégia – por muito justa que seja -, será sempre perdedora.

      Mais uma vez, votos de boa viagem. Mas pode sempre tirar um bilhete de ida e volta que a Estátua está sempre pronta, como
      no Evangelho, a receber o filho pródigo. 🙂

  2. E que tal arranjarem pessoas para o painel com poder de síntese? Ao fim de meia hora só dois falaram, pouco dizendo, e desisti. Pensem nisso.

Leave a Reply to RFC Cancel reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.