O Hospital de Cascais e o policiamento dos costumes

(Por Carlos Esperança, 26/03/2018)

cascais

O salazarismo dos costumes, e talvez também o outro, estão de volta. O “Regulamento Interno de utilização e conservação do fardamento e cacifo” do referido hospital impede aos funcionários [leia-se funcionárias] certo tipo de maquilhagem, saias acima do joelho piercings e tatuagens visíveis.

Não se pense que são regras de controlo de infeções, são decisões a exigir o regresso da pudicícia e dos bons costumes, onde se “proíbem minissaias, botas e desodorizante com cheiro”, ameaçando de ‘procedimento disciplinar’ quem não use collants em tom natural ou azul escuro e o cabelo de acordo com as normas que o regulamento define.

Quem diria que a carta da senhora Lúcia de Jesus, irmã Lúcia para os amigos, dirigida a Marcelo Caetano, encontraria na direção do Hospital de Cascais o eco que não teve no último ditador fascista!

A freira das Carmelitas Descalças, em Coimbra, escreveu, em 24 de fevereiro de 1971, ao Presidente do Conselho, suplicando medidas legislativas sobre as vestes femininas: «…não seja permitido vestir igual aos homens, nem vestidos transparentes, nem curtos acima do joelho, nem decotes a baixo mais de três centímetros da clavícula. A transgressão dessas leis deve ser punida com multas, tanto para as nacionais como para as estrangeiras». *

A parceria público-privada exige maquilhagem “discreta”, especificando que “o baton e sombras” têm de ser “em cores nude” e a “base, lápis e rímel adequados à fisionomia de cada pessoa”, o que se presume destinado a ambos os sexos.

São proibidos “piercings, joias, tatuagens de qualquer tipo em locais visíveis do corpo”, temendo, na omissão, a perversidade do autor, a pensar em sítios recônditos, e o que se adivinha é o regresso manso do fascismo a policiar as vestes femininas e a transformar o hospital numa extensão da sacristia, onde medra a prepotência e germina a insanidade.

O Regulamento dispõe ainda que os homens “devem, entre outras coisas, usar meias lisas e discretas, de preferência azuis escuras”, mas é omisso quanto às sanções a aplicar a divorciadas, recasadas e outras mulheres de mau porte.

A sharia romana chegou ao hospital de Cascais.


*(In Arquivos Marcelo Caetano, citados em Os Espanhóis e Portugal de J.F. Antunes Ed. Oficina do Livro)

Anúncios

2 pensamentos sobre “O Hospital de Cascais e o policiamento dos costumes

  1. Esta gentinha do Hospital de Cascais, tem “objectivos” de uma “nobreza microscópica”, muito à medida do tamanho dos vermes, e bactérias…que “normalmente infectam” o ambiente hospitalar !
    Preocupar-se-à “a gentinha” com a saúde e bem-estar dos doentes, com a eficácia dos corpos clínico e de enfermagem ? Preocupar-se-à com a legionella ou o sarampo ou outras infecções hospitalares ?
    “PARECE” QUE NÃO ! O QUE “PREOCUPA” A GENTINHA, É…O TAMANHO DAS SAIAS DAS ENFERMEIRAS, OS DESODORIZANTES, OS COLLANTS, E…O PENTEADO !

    Porque é que isto tem um cheiro tão fétido, tão nauseabundo, tão a pôdre à “outra senhora” ? Porque é que isto começa a ser um perigoso arremedo à “Anos 40”, das façanhudas e sinistras matronas da “obra das mães pela educação nacional” de orgulhoso e negro buço e, até aos pés de negro vestidas ?

    Isto não se enquadrará naquele “MOVIMENTO CENSOR” do cardinalício patriarca dos “recasados católicos”, dos fundamentalistas anti-Papa Francisco, que advogam o regresso da Igreja Católica aos dogmas indiscutíveis e estúpidos, do regresso da missa em Latim, e do mais que se vai vendo por aí ? E também esta …”gentinha” estava a faltar no mólho de mentecaptos ?

    E já agora, o que diz a isto a jovem e “modernaça” Enfermeira Cavaco, bastonária da respectiva Ordem ? AGORA, NEM PIA?

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.