Lembra-se da “mítica” The Day After? As discotecas dos anos 80, onde se dançava até de manhã

(In Expresso, 20/01/2018)

Maioria das discotecas que atraíam multidões nos anos 1980 e 1990 na região Centro está hoje fechada, algumas em completo estado de abandono. Sobrevivem apenas na memória de quem as criou, lá trabalhou ou frequentou…


Continuar a ler aqui: Expresso | Lembra-se da “mítica” The Day After? As discotecas dos anos 80, onde se dançava até de manhã

Advertisements

6 pensamentos sobre “Lembra-se da “mítica” The Day After? As discotecas dos anos 80, onde se dançava até de manhã

    • Adenda, em tempo.

      Ou é uma metáfora do actual estado do Aspirina B, se calhar?

      Legenda, actualizada: a dondoca d’Um Jeito Manso abraçada ao Valupi, olha que dois!, enquanto é observada por alguém não identidicado que eu suspeito quem será (enverha um casado comprado nas fábricas de S. João da Madeira, de costas), durante os tempos gloriosos do Grande José Sócrates (acho que são). Fotografia de José Neves,

      #socratetes
      #ameninadostelefones

      https://www.maria.pt/wp-content/uploads/2018/04/LILIF01L_resized.jpg

        • Manuel G., nestas como nas demais coisas línguisticas, filosóficas, poétcas, sociais, desportivas e políticas quem poderia tirar as dúvidas é o José Neves. Havia de um lado o Luís Bernardo, com os papéis, mas de vez em quando o Neves era o artista photographico do José Sócrates. No panorama social, digamos assim. Por falar nele, sabes se aquele pedaço de história-viva está a gozar a luminosa liberdade dos humildes, se anda a ler a obra literária do Dieter ou se foi ao tal T0, em Évora, onde acabou de se instalar o amigo-do-Amigo-do-amigo Santos Silva?

          Onde andas, homem?

          Nota. Em todo o caso, arrisco dizer, apenas me parece que hoje não subsistem dúvidas sobre a nomenclatura… do macho (apesar de todas as dificuldades por que passamos na vida, suores frios, costuma dizer-se que elas não matam mas moem!, aquele tipo de gravatinha espampanante sobre a camisinha cor-de-rosa com o lencinho garrido no bolso tem todo o aspecto do lindinh@ do Aspirina B, o Valupi).

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.