Sondagem: Deve a Joana ser reconduzida?

Este é um desafio aos nossos leitores e a todos que nos seguem. Já agora, sempre quero ver se existe ou não consonância opinativa entre os resultados que se obtiverem e o quase unanimismo dos meios de comunicação social que, não se cansam se dar loas á D. Joana. 

Estátua de Sal, 18/09/2018


 

g_2751

Anúncios

29 pensamentos sobre “Sondagem: Deve a Joana ser reconduzida?

    • … «é fraca em tudo, principalmente vesga do olho direito», …?!

      João Oliveira: não é novidade para mim dizer o quanto é gratificante observar e ficar a saber-se que, sob a capa de um gajo que acha que é da/s esquerda/s mesmo da facção dos matarruanos, se esconde, afinal, a cabeça simples de… um fascista (e dos piores, acho eu).

      [Manuel G., pá|, A Estátua de Sal deveria ter um livro de estilo.]

      Gostar

  1. Manuel G.: desculparás que te diga mas desta maneira, criatividade e empreendorismo à parte, o blogue A Estátua de Sal corre o risco de se transformar numa espécie de fórum da TSF onde marcarão presença as mais esganiçadas intervenções ouvidas nos períodos da manhã em que a SIC Notícias adopta o estilo da CMTV (graças a uma nova transmissão live em streaming e directamente do… pelourinho da Covilhã, quase de certeza).

    Ou isto é mesmo o início de época desportiva, nem sei, pois a coisa começa a aquecer.

    [Fora o árbitro, gatunos!]

    Gostar

    • Não, porque a PGR só deve fazer um mandato 51.72%
      Não, porque foi parcial na escolha dos casos a investigar 42.91%

      Nem mais, 94,62% segundo a douta opinião do Grande Júri do Tribunal de Recurso d’A Estátua de Sal (o Glorioso, as Doce e o José Sócrates têm todos boas hipóteses, parece-me).

      Gostar

    • Adenda, quarta.

      […]

      O elefante na sala continua a ser “o caso Marquês” e foi aqui que ele nos conduziu. A direita usa-o para avivar um dos piores momentos da esquerda tentando por pressão em António Costa que habilmente deverá aproveitar o momento para ainda se afastar mais dele. Especialista em vencer parecendo que perde, o primeiro-ministro não deverá ter muitos problemas em reconduzir Marques Vidal, com quem não teve grandes casos no seu mandato e em fazer ouvidos moucos a uma ala do PS que é claramente reduzida.

      Se o mundo fosse perfeito os efeitos benéficos do mandato de Marques Vidal continuariam sem ela e uma mudança serviria para tentar ir atenuando os defeitos de uma máquina judicial que ainda continua a dever muito a uma boa Justiça. Mas como não é perfeito vai bastar assim.

      “Marquês”, o seguro de Joana Marques Vidal, editorial no P, de hoje assinado por David Pontes (concordo, e bastante!).

      Gostar

  2. O mandato do Procurador, que não é alvo de qualquer escolha democrática, ou seja, continua a ser uma aberrativa nomeação, só por isto nunca deverá exercer-se por mais de um mandato. Não entendo porque o Provedor de Justiça é eleito pelo Parlamento e o Procurador Geral da República não o seja. Estas deficientes soluções, a que chamarei de bastardas, apenas servem para debilitar a própria democracia. Num tempo em que se está a instalar um movimento para judicializar a ação política legitimada pelo poder constitucional que, como é sabido, é exercido pelo Povo, este debate sobre a renovação do mandato do chamado “advogado do Estado”, demonstra a debilidade do nosso regime que, constitucionalmente, está em muitas situações, verdadeiramente datado e já não responde aos interesses do País democrático.

    Liked by 2 people

    • Que eu saiba , os poderes legislativos , executivos e judiciais SÃO INDEPENDENTES. A Procuradora Geral da República ,representa o ESTADO PORTUGUÊS ,que somos todos nós , os cidadãos portugueses. ..Eleita pela Assembleia da República 👎 ?!!! Onde estava a independência deste Órgão , que em qualquer situação de esbulho de um português , SÓ TEM o MINISTÉRIO PÚBLICO para o defender e fazer reparar a injustiça?!Por isso mesmo tem meios judiciais para investigar. ..!! Coisa que a provedora de Justiça não tem..Apenas toma conhecimento e se for o caso , faz mediação entre as partes e/ou reencaminha para onde achar conveniente .É melhor ler “A CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA ” para acabar a demagogia .A tradição e a lei fundamental da República prevê 2 mandatos..Como pela primeira vez na nossa débil democracia houve o partido que perdeu as eleições ( PS ) , fez malabarismo para , contra natura ideológica tomar o poder , JÁ NADA ME ESPANTA QUE CORRAM COM A DRA.JOANA MARQUES VIDAL , pois estão à flor da pele processos que a esta SRA.SER CORRIDA , VAI TUDO ACABAR ( abafado ) COMO FOI O CASO DE ALCOCHETE. .
      HÁ QUEM SEJA CONDENADO POR ROUBAR UM SABONETE no supermercado. .!. Em contrapartida HÁ tamanhos roubos e TANTOS lesados ! NADA LHES ACONTECE ? ! Como precisamos de repôr os direitos individuais de todos os portugueses. ..

      Gostar

  3. Manuel G., deixo-te uma releitura destes números ao intervalo (para pensares e responderes, como não te dás com os direitolas não te faço a maldade de partilhares essas angústias com o Vítor Matos mas, ainda assim, sugiro-te uma eventual ajuda do Pedro Magalhães… com cabeça fresca, importante!).

    1. Há alterações nos números, e óbvias (onde antes haviam 94,65%, essa percentagem coreana foi sendo esvaziada paulatinamente e, entretanto está no,s 66,06% (menos cerca de um terço, é obra!). – «O primeiro milho é para os pardais…», de facto.

    2. Não discutindo as duas primeiras hipóteses, uma espécie de aliteração!, entendi e expus desde o princípio, claramente, o subtexto (o elefante na sala, segundo o David Pontes, e os meus comentáriou, ambos supra). Parece-me ser meridiamente claro, pois, que na hipótese “Não, porque a PGR só deve fazer um mandato” e reside e residiu sempre o fundo da questão. – «As aparências iludem», pois-pois e idem.

    3. Esta hipótese poderá, ou deverá, deverá ser desagregada, portanto. Tendo em conta o subtexto, dividi o resultado obtido até agora em duas metades. E há surpresas, hello! – «No meio está a virtude.», ibidem.

    Leitura, outra e bastante plausível:

    15.85% + 34.09% = 49.94%
    15.85% + 21,41% + 12,02% = 49,35%
    Indiferentes: 0.78%

    ______

    Não, porque foi parcial na escolha dos casos a investigar 34.09%
    Não, porque a PGR só deve fazer um mandato 31.7%
    Sim, porque fez um bom mandato 21.41%
    Sim, porque quem a substituísse não iria lutar contra a corrupção 12.02%
    É-me indiferente, não tenho opinião 0.78%

    [«À primeira caem todos. À segunda cai quem quer. À terceira…», pois-pois e é mesmo.]

    Gostar

    • RFC, obrigado pela análise. Não condiciono os resultados e aceito qualquer desenlace. De passagem lhe deixo um recado da “Sotora Virgínia do País das Maravilhas”, segundo a sua nomenclatura: tem lido os seus comentários, tomou boa nota, não lhe responde porque não tem o prazer de o conhecer, além de não os assinar, “às claras”, como ela faz aos textos que escreve. Acrescenta ainda que está “viva e atenta”… 🙂

      Gostar

      • Manuel G., muito bem.

        Poder ler por aqui a sôtora Virgínia, No País das Maravilhas, para quem não anda a flanar pelo FB, aquela selva!, é uma forma de ir lendo o que se diz, e muitas vezes treslendo, como quem se deita a adivinhar como vão as modas entre aqueles que se esforçam por dar alguma consistência ao carácter colorido e com a delicadeza de um repasto servido num botequim dos en/farta-brutos mas cozinhado pela… defesa de José Sócrates.

        Entretanto, insistindo na metodologia de ontem à noite, o não-e-não tem agora cerca de 40% pelo que as esperanças primeiras dum’A Estátua de Sal-cada-vez-mais-mainstream -e-aburguesada (!) continuam a sumir-se. Eu acho que são os tipos do Largo do Rato, das Distritais, das Concelhias e das Secções que estão a fazer mais esta maldadezinha só para te chatear (e para deprimir, ainda mais, a já de si bastante deprimida e deprimente personagem Valupiana do Aspirina B). E conta ainda com a forcinha da ministra da Justiça, claro.

        Joana Marques Vidal, só-só-só mais um!!

        _______

        Não, porque foi parcial na escolha dos casos a investigar 29.87%
        Não, porque a PGR só deve fazer um mandato 27.56%
        Sim, porque fez um bom mandato 27.02%
        Sim, porque quem a substituísse não iria lutar contra a corrupção 14.75%

        [«Devagar se vai ao longe» nem mais.]

        Gostar

      • É o fim da linha, olha!, Manuel G.

        Se até n’A Estátua de Sal uma percentagem a princípio capaz de ombrear com a da Assembleia Nacional que, através 603 dos 604 votos válidos, conseguiu transformar um tipo do Politburo do Partido Comunista de Cuba em Presidente do Conselho, Miguel Díaz-Canel de seu nome, acaba por ser ultrapassada graças aos méritos da Joana Marques Vidal tudo é possível… Ao próprio José Sócrates, à conceituada firma Araújo, Dellile & C.ª, Limitada, à sôtora Virgínia, No País das Maravilhas, ao Dieter Dellinger com os seus medronheiros da serra de Monchique mais as malfeitorias dos capitalistas chinamarqueses, sem esquecer, é claro!, a desrespeitada e desconsiderada e mal-afamada e desacreditada e malvista agremiação de Valupi, Tangas & C.ª, Limitada, saibam quantos, que um vendaval passou por aqui e que nada mais resta, de facto, como cantava o icónico Tony de Matos.

        #JoséSócrates
        #memorabilia, é do/s traste/s e dos tarecos.

        ______

        Sim, porque fez um bom mandato 28.71%
        Não, porque foi parcial na escolha dos casos a investigar 28.68%
        Não, porque a PGR só deve fazer um mandato 26.66%
        Sim, porque quem a substituísse não iria lutar contra a corrupção 15.18%
        É-me indiferente, não tenho opinião 0.77%

        Gostar

          • Pois-mas-pois-não-e-não, Manuel G., eu acho é que deve ter sido um combate de titãs do caraças durante toda a madrugada entre um fantasma chamado povaréu e um Rui Mão de Ferro qualquer que é arguido na Operação Marquês.

            O do best-seller d’A Confiança no Mundo, lembras-te?

            Nota. Problemas de “teclagem”, isto, como diria tropicalizando o verbo o Dieter com a sua prosa poderosa.

            Gostar

  4. Acho que quando se encontra uma PGR que não tem medo de enfrentar os grandes senhores e manda investiga-los deve ser reconduzida no seu cargo, pois fez um bom trabalho. È pena que no nosso país não haja mais como ela. Só assim se acabaria com os corruptos e o país poderia progredir melhor para bem de todos.

    Gostar

  5. Para PGR só há 1 mandato de 6 anos, e mais nenhum! Seja a Joana Marques Vida, ou o Mahatma Gandhi.

    A Procuradoria Geral da República deve ter à sua frente quem cumpra a lei e faça o seu trabalho, mas não pode estar dependente da pessao escolhida para que as acusações apareçam. Fulanizar esta questão cria esse perigo: o de semear a ideia que a PGR só funciona graças a certaz pessoas, e não funciona graças a outras. Isso é o oposto do Estado de Direito.

    Acresce a isto que uma recondução abre um precendente: o que de um Procurador Geral pode ser reconduzido. Isto é mau por duas razões: a primeira é que o próximo escolhido, fará um primeiro mandato não com o objetivo de fazer o seu trabalho, mas com o objetivo de agradar a quem o poderá reconduzir; a segunda razão é que quem poderá reconduzir, pode ser um daqueles políticos que gostam deste tipo de “tráfico de influências”, e o bom trabalho, aos seus olhos, merecedor de recondução, pode ser o fechar dos olhos aos casos em que ele próprio, os seus camaradas, e o seu partido/empresa estão envolvidos. Ou o oposto: pode ser o político que ficará agradado coma perseguição política feita pela PGR à oposição partidária.

    Não, um Procurador Geral da República, por melhor que seja o seu trabalho, NÃO deve ter 2 mandatos num total de 12 anos. Um só mandato de 6 anos chega e sobra. Há mais bons profissionais, a Procuradoria não deve depender de uma só pessoa, um mandato de 12 anos é pouco condizente com uma Democracia, e a partidarização e fulanização da discussão em torno da recondução colocam em perigo o bom funcionamento do Estado de Direito, em particular da Separação de Poderes.

    Gostar

    • Abre precedente ?! Os anteriores PGR, fizeram TODOS DOIS MANDATOS. ..😂 Para quem tenha boa memória e saiba a lei fundamental da República , está prevista a sua recondução ..A demagogia é para tolo ler .!!!
      mas o povo português não é tolo , já teve CASOS SUFICIENTES para aprender com os carreirismos políticos e seus desvarios .(e de todos os partidos ! ) E quem os paga ? O POVO !

      Gostar

  6. Apenas (mas chega e sobra) disse que não por motivos de higiene democrática. Custa-me dizer que foi selectiva sem ler provas muito bem documentadas. E, apesar de tudo, sempre indiciou a segunda religião do país, coisa que me parecia impossível.

    Gostar

  7. Confio TOTALMENTE na sua i integridade e seriedade. Cunha Rodrigues foi PGR durante 16 anos. Não há razão legal ou institucional para ela não ser reconduzida. A única razão serão os muitos processos crime que o PS, mas não só, têm pendentes na justiç.

    Gostar

  8. Confio TOTALMENTE na sua i integridade e seriedade. Cunha Rodrigues foi PGR durante 16 anos. Não há razão legal ou institucional para ela não ser reconduzida. A única razão serão os muitos processos crime que o PS, mas não só, têm pendentes na justiça.

    Gostar

  9. Está confuso, deveria existir uma opção oposta à primeira, a segunda opção é de todo disparatada visto presumir à partida que quem vem a seguir fará um mau trabalho e que a actual fez um bom. Muito tendencioso para a recondução. Continuo sem perceber porquê tanto interesse em reconduzir esta Sra. Utilizam o caso Marquês/Sócrates como bandeira mas fica-se por aí, como só isso valesse por tudo, há tantos por aí que continuam à solta, da esquerda, da direita, do centro e arredores! Se visse mais gente presa poderia dizer que fez um bom trabalho, assim, com o estado actual das coisas, não posso de todo. Creio que está na hora de dar lugar a outra pessoa, demasiado tempo na mesma cadeira, normalmente, é contra-produtivo.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.