A ESTÁTUA DE SAL, UM ANO DEPOIS

Estátua de Sal

       Estátua de Sal

Faz hoje um ano que este blog foi criada e que, pela primeira vez, tive contacto com a blogosfera, aceitando a sugestão e o simultâneo desafio de uma pessoa amiga.

Confesso que, apesar da minha proximidade profissional com as tecnologias da informação e da informática, me senti, no início um pouco estrangeiro neste país, afinal só aparentemente virtual.

Mas fui aprendendo, e como dizia o grande poeta António Machado, “o caminho faz-se caminhando”.

Revi há pouco algumas das publicações que aqui fiz há alguns meses e tal fez-me sorrir. Alcançavam apenas algumas dezenas de pessoas. Hoje, é rara a publicação neste blog que não alcance o milhar de pessoas e algumas chegaram mesmo às 50000 visualizações e milhares de partilhas noutros blogs e nas redes sociais.

O posicionamento do blog está definido e fixado. Prevalência às temáticas da política e da economia, quer no âmbito nacional quer internacional, não descurando outros temas que possam povoar a atualidade, debatendo-os e dissecando-os, quer seja numa ótica opinativa, quer seja pela ironia da imagem satírica.

A literatura e o pensamento crítico, de quando em quando, mas sempre presentes.

No campo da política, não escondemos interesses nem opções.

Acreditamos que os homens não são todos iguais mas que a coletividade tem obrigação de ser estar organizada de forma a não deixar ninguém para trás e lutar por esse objetivo. E se isso é ser de esquerda, nos tempos que correm, então somos de esquerda.

E por isso somos contra todas as forças políticas cujo ideário aponta para a divisão dos cidadãos entre eleitos e deserdados, aceitando isso como inelutável. E por isso somos contra todos aqueles que pretendem destruir o Estado Social, uma das maiores e mais nobres construções do capitalismo, apesar de não ter sido erigida em nome da nobreza e dos princípios, mas mais, talvez em nome da necessidade e do interesse, na defesa da sua sobrevivência e continuidade.

E é esse percurso que nos tem norteado e todos os contributos e publicações, próprias ou de outrem, que aqui trago inserem-se nessa matriz de pensamento.

Vamos continuar. O mundo, esse lugar perigoso em que vivemos, está a tornar-se cada vez mais incerto e perigoso. Portugal, a Europa, e Portugal dentro da Europa, enfrentam hoje desafios de enorme amplitude e de desfecho imprevisível. As clivagens entre os que querem um mundo diferente e melhor para a maioria e os que querem apenas a salvação de uma minoria e de um escol de predestinados são cada vez mais evidentes.

O combate é desigual, bem sabemos. Mas os combates que mudaram o Mundo e que alteraram de alguma forma o curso da História, nunca foram fáceis. Vamos continuar a combater, dando o nosso contributo com o que escrevemos e com o que publicamos. Em nome do futuro que queremos melhor, e dos princípios em que acreditamos e defendemos.

E por isso, aqui quero deixar o meu agradecimento a todos aqueles que me vão lendo e visitando este blog, e trazendo os amigos dos seus amigos e dos seus amigos. Continuem por aqui, que eu também irei continuar.

Republico o texto definidor desta página, que baliza o seu ideário.

Entre as fendas dos dias e os sons feéricos dos vídeos dos novos tempos.

Entre as palmas digitais dos novos mensageiros.

Entre os rumos caóticos dos espelhos quebrados.

Entre os gumes azuis do sentido perdido entre a bruma de pestes antigas.

Aqui estarei, aqui direi.

A mágoa por entre o guizo das teclas que me dizem.

E elas dizem que me retém o tempo que me resta.

Estátua de Sal, 27/09/2015

 

8 pensamentos sobre “A ESTÁTUA DE SAL, UM ANO DEPOIS

  1. Parabens para o (os) autor(es) deste blog que sempre me interessa ler. Continue… sempre… que estará muita gente a amar e apoiar, tenho a certezas, as escolhas dos textos são sempre judiciosas.

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s