Julian Assange foi preso no Guantánamo britânico há três anos. É um crime contra todos nós

(DIEM25 in GlobalResearch, 13/04/2022)

Hoje é um marco de um piores erros judiciários já perpetrados por nossas chamadas democracias do Ocidente: Julian Assange está agora numa cela da prisão de Belmarsh, em Londres, há três anos.

Os governos do Reino Unido e dos EUA expressam, com razão, indignação com os relatos de crimes de guerra na Ucrânia . No entanto, ao mesmo tempo que fazem isso, eles acusam Assange e fazem dele um exemplo, por revelar, com provas definitivas, os seus próprios crimes de guerra. Enquanto a mídia denuncia a disseminação de desinformação e ataques contra jornalistas, a maioria permanece em silêncio, quanto ao facto de um verdadeiro jornalista ir morrendo lentamente na prisão por cumprir seu dever de informar o público.

Assange pode ser condenado até 175 anos numa prisão americana. Portanto, a menos que o secretário do Interior do Reino Unido, Priti Patel , pare sua extradição para os EUA até 18 de maio, provavelmente marcaremos essa data nas próximas décadas. 

Se você valoriza a democracia e a liberdade de expressão, pedimos que mais uma vez pressione o governo do Reino Unido para que pare com essa farsa da justiça e salve a vida de Julian. Nunca nossa voz foi mais necessária do que agora.


Gosta da Estátua de Sal? Click aqui.

Um pensamento sobre “Julian Assange foi preso no Guantánamo britânico há três anos. É um crime contra todos nós

Leave a Reply to Carlos Marques Cancel reply

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.