COVID- 19 – Oportunistas, canibais e promotores do pânico

(Carlos Esperança, 28/03/2020)

Já cansa ouvir os dirigentes das Ordens dos Médicos, Enfermeiros, Farmacêuticos e do SIM (Sindicato Independente dos Médicos) na batalha política contra as autoridades de saúde e no ataque ao Governo, sem se oferecerem para trabalhar num hospital. Sempre foram assim, mas há parte da frase, «estamos em estado de emergência nacional», que não percebem, e portam-se como antes da crise, agora com mais vigor e mediatismo.

E se fossem os 4 alvo de requisição civil, obrigados a trabalhar ao lado dos colegas?

Os profissionais exercem com coragem e abnegação as funções, dentro das Unidades de Saúde, enquanto os bastonários e o presidente do SIM, geram dúvidas, incitam o medo e exigem impossíveis, a partir do conforto dos gabinetes.

A constante aparição nas TVs é aterradora. Exigem mais profissionais, quando são eles quem melhor sabe os que há (a inscrição é obrigatória); mais proteção, como se alguém a conhecesse melhor do que os próprios; mais meios, como se numa guerra imprevisível os houvesse em algum país; mais material, como se o fornecimento ficasse disponível.

Os média que escolheram atingir o Governo acolhem as vozes que assustam, os autarcas politiqueiros, os bastonários, o público desinformado, numa frente que não exclui o PR.

O Governo tem antecipado medidas e o combate a nível europeu para procurar salvar os portugueses nesta conjuntura. António Costa tem sido a voz da inteligência, e coragem em nome dos portugueses, espanhóis, italianos e gregos. Por isso, apoio o Governo e as medidas contra a crise, e combaterei oportunistas, demagogos e terroristas.

Sabemos que a política externa e as funções executivas são exclusivas do Governo, que só depende da AR, mas o PR aparece, depois de um eclipse de medo, a fingir que é ele o guia do governo nas negociações na UE e na gestão da pior crise das nossas vidas. Não são famosas as encenações televisivas nem leais as audiências aos inimigos do Governo, certo da cumplicidade dos órgãos de informação e elogios da maioria dos comentadores, nomeadamente do seu alter ego Marques Mendes, que lhe garantem o segundo mandato.

Não duvido do muito e bem que o Governo tem feito sob uma barragem de fogo que os adversários mantêm perante o estoicismo do PM e autoridades de Saúde, ministra e d-g.

Nesta crise e na recuperação do prestígio perdido na sua reclusão voluntária verifica-se que o PR ilustra a máxima anarquista do ‘Maio de 68’, “quem sabe, faz; quem não sabe, ensina”, a tentar apropriar-se dos louros que cabem ao Governo, e a alfinetá-lo.

As capas incendiárias dos jornais parecem um conluio para provocar o caos. Não são jornalismo, são piromania. Quem veja um escaparate de jornais, junta às preocupações o medo, a angústia e a depressão.

Advertisements

33 pensamentos sobre “COVID- 19 – Oportunistas, canibais e promotores do pânico

  1. Totalmente de acordo com o autor. Esses bastonários estão unicamente ao serviço dos seus interesses e caprichos. Uma vergonha!

    • A expansão do virus já era conhecida desde Dezembro , e de Dezembro a Março , Costa e os seus papagaios politicos entretiveram-se a discutir e aprovar a Eutanásia (para completar o charco socialista — só falta a legalização da pedofilia para imitar a Holanda ? ) . E é neste cada vez mais miserável País (tecnicamente provado) onde caem pontes , ardem florestas e povoações destruidas , caem diques com inundações, e nisto tudo morrem pessoas ,alem de 3 bancarrotas e ainda aparecem tugas a defender Costa e a sua incompetente Ministra (que se tivesse vergonha já tinha pedido a demissão ) e ainda a atacar os dirigentes (médicos , enfermeiros e farmaceuticos ) que apenas estão legitima e democraticamente exercendo as suas funções .
      p.s. Segundo o Banco de Portugal empobrecemos imenso nestes ultimos 25 anos !… Nem imagina o que com esta gente será daqui a 25 anos ? Pense nos seus netos .

      • Acho extraordinária a facilidade com que apontamos o dedo e atiramos a responsabilidade para cima dos outros, esquecendo-nos muito rapidamente que cada um de nós faz parte do problema e da sua solução.
        Se não limparmos as nossas propriedades, os nossos quintais, claro que há fogos, é do conhecimento geral ! Mas não, a culpa é do governo, porque pagamos impostos e o dito devia ter limpo ou ter mandado limpar, Claro, para que servem os impostos senão para apontar o dedo, quando faltamos às nossas responsabilidades?
        Quantos de nós é que no meio desta crise, há 2 meses atrás, correu para a farmácia e esgotou os desinfectantes e as máscaras e escondeu sempre esse pequeno pormenor por vergonha de assumir o medo? Não é vergonha nenhuma ter medo, é humano … mas não, é mais fácil apontar o dedo, o Governo tem de ser todo poderoso e resolver todos os problemas! Num mundo com um acesso infindável à informação, este tipo de comportamento é INADMISSÍVEL!!
        Sr. Santos e todos os “srs. santos” que andam por ai, o que é que já fizeram para contribuir para a solução da crise que estamos a atravessar? Cumpriram com o estado de emergência, não vão trabalhar, claro! Mas quantas vezes já foram para o jardim, paredões, praias, etc.? Quantos tentaram sair dos locais a que devem estar restritos? A vigilância que está a ser feita pela polícia tem custos, e esse custo sai dos tais impostos que pagamos e que podiam estar a ser canalizados, por ex, para a protecção de quem está na frente da batalha!
        Tenham vergonha, fechem a televisão, levantem o rabinho do sofá e reinventem-se, ou então se acham que fazem melhor, inscrevam-se como voluntários e vão, por ex., desinfectar as ruas!!!
        Não meus queridos, vamos lá primeiro que tudo ser honestos e reconhecer as nossas falhas, contribuindo para a solução, já que não vamos a tempo de evitar o problema!!!

        • A expansão do virus já era conhecida desde Dezembro e de Dezembro a Março , Costa e os seus papagaios politicos entretiveram-se a discutir e aprovar a Eutanásia (para completar o charco socialista — Aborto e similares – só falta a legalização da pedofilia para imitar a Holanda ? ) . Passamos de colonizadores a colonizados . De descobridores a mendigos . Quando a menor diferença entre o nivel de vida dos portugueses e o dos paises mais ricos ocorreu entre 1950 e 1973 e ainda num pequeno periodo no pós adesão à CEE . EDUCAÇÃO e FAMILIA ? Onde o filho bate no pai e este no Professor e o Policia que não se meta senão também leva dos dois . Onde a JUSTIÇA (?) se faz nas redes sociais a par da comunicação social . Uma verdadeira INQUISIÇÃO . Um mar de CORRUPÇÃO . E ninguem se envergonha ! E é neste cada vez mais miserável País (ECONOMIA e FINANÇAS (?) , tecnicamente provado) onde caem pontes , ardem florestas e povoações destruidas , caem diques com inundações, e nisto tudo morrem pessoas . Alem de 3 bancarrotas socialistas e a caminho da quarta , ainda aparecem estes TUGAS a defender Costa e a sua Ministra (que se tivesse vergonha já tinha pedido a demissão mas a sua vaidade cega a sua incompetencia ) e ainda a atacar os dirigentes médicos enfermeiros e farmaceuticos que apenas dizem a verdade que incomoda e legitima e democraticamente exercendo as suas funções . E os portugueses ( e o seu governo ) não têm vergonha que depois de agredidos os médicos e enfermeiros , agora os obriguem a tratar os infectados sem qualquer protecção . Uma DGS que nos diz que o virus estava muito longe pelo que não chegaria cá . Quando nos diz que as máscaras não servem para nada .!… Um País que nem mascaras sabe produzir !…
          Ninguem cumpre a quarentena que é uma amostra da ditadura) ! A solução está no regresso à verdadeira Ditadura . Aquela incivilidade recorda-nos um jornalista que foi preso pela Pide por escrever que Salazar havia castrado os portugueses ! … Também um Administrador da CUF confidenciava que a unica virtude encontrada na Revolução foi ter começado a conhecer melhor os portugueses !…
          Segundo o Banco de Portugal empobrecemos imenso nestes ultimos 25 anos !…
          Agora acontece-nos esta trágica desgraça .
          Nem imaginam o que com esta gente será daqui a 25 anos ?
          Pensem nos vossos filhos e netos .
          p.s.
          A Irlanda esteve na desgraça da “troika” tal como nós . Hoje a Irlanda contribui para a CEE . Nós não passamos de mendigos . E o Ministro das Finanças da Holanda tem razão . E Costa inteligentemente censura o Ministro em verdadeira manobra de propaganda politica , aumentando a popularidade nas ultimas sondagens . Infelizmente os portugueses sáo assim .
          Quando até podiamos fazer inveja a uma Suiça !

          • Neste comentário ao Santos, só lhe falta atribuir o mal de tudo ao criminoso do costume
            : Sócrates.
            Ah., pois agora é Costa…………………

            • Corrija ; Sócrates com Cavaco — para ser reeleito — versus troika e ainda Cavaco com Passos Coelho ( sabe quanto lhe custa a loucura que fizeram com o BES ? (apenas por razões ideológicas (?) e eleitorais (é assim que o País é desgovernado há já 45 anos ) .. Sabe que a Ciência Politica nos ensina que o somatório dos interesses individuais pode não coincidir com o interesse colectivo . E para terminar lhe digo que o BES nunca abriria falencia pois tinha como credor/financiador o maior potentado financeiro do mundo que é a Golden Sachs …
              PONTO FINAL . dixit .

      • Este sr. Santos integra o lote dos mentecaptos que estorvam o andamento e o progresso do país. A nossa democracia nunca atingirá a sua plenitude enquanto não fore erradicada da nossa sociedade a iliteracia que impede a visão esclarecida da realidade e não for banido o preconceito que enclausura certas mentes.

        • Aguinaldo Faria : Quem ,lhe deu a gorjeta (sinonimo de aguInaldo) para me responder chamando-me mentecaptp (julgando que estava a olhar para o seu espelho) . Melhor faria se estivesse calado …

      • Enquanto os clubes de futebol lutavam nas competições europeias para passar os grupos, já o Santos sabia de tudo. Enquanto os olímpicos de todo o mundo preparavam-se para Tókio, o Satnos sabia de tudo. Enquanto as viagens de negócios continuavam o seu ritmo, o Santos comprava papel higiénico.
        Enquanto o país responde além de quase todos os outros, os outros é que são competentes. É obra.

        • Inteiramente de acordo com a observação com que, inteligente e ironicamente, o Sr. Paulo Marques respondeu ao Sr. Santos.
          Portugal prima pela abundância de treinadores que se sentam prosaicamente nas suas bancadas. Eles têm as estratégias, as tácticas, as soluções e as respostas para tudo. Mas se calhar nem para resolver os seus próprios problemas pessoais são capazes. Ou então, se o conseguem, é com os ardis e estratagemas espúrios que supõem ser solução para tudo. Essa gente nem se envergonha da sua falta de escrúpulos em criticar quem está a enfrentar o touro enquanto se refastela tranquilamente no sofá das suas casas.
          Fez-se o 25 de Abril para nos libertarmos da canga de um regime autocrático. Mas, de facto, não se fez o suficiente para libertar certas mentes.

        • Leia e depois vá ao médico .
          Mal feito:
          -desvalorização inicial da ameaça
          -utilização de modelo da gripe (baseado na transmissão durante período sintomático) para estruturar resposta inicial quando COVID-19 é transmissível por assintomáticos
          -maus exemplos de PM e PR
          -colapso da Linha Saúde 24
          -desorientação nas guidelines sobre quarentenas (pessoas com origem em zonas afetadas, etc).
          -falta de equipamentos de proteção individual para o pessoal de saúde
          -discurso sobre visitas aos lares
          -falta de testes para contactos (idosos e pessoal de saúde)
          -falta de camas de cuidados intensivos e ventiladores
          -pacote legislativo mal estruturado e objeto de sucessivas correções (4 versões, pelo menos, no lay-off simplificado) o que dificulta o entendimento das regras e atrasa as decisões (já se perderam 2 semanas) num momento em que é urgente agir
          -incoerência nos números divulgados pela DGS e omissão do número de testes efetuados
          -discurso político assente na mentira: “não faltou nada, nem vai faltar”.

          Bem feito:
          -encerramento dos estabelecimentos de ensino apesar do parecer da CNSP, mas a reboque das decisões avulsas de direções das instituições e das decisões dos pais que começaram a tirar os filhos das escolas.

          p.s.
          O post diz mal dos dirigentes . Hoje a DGS acabou de nos dizer o contrário …

          • Aceitando o exagero ocasional da lista, tudo isso aconteceu em países que não têm tido sustos pandémicos, regra geral até foi pior. E parte é a tentativa, errada, de ter uma resposta dentro do PEC e demais acordos internacionais, com consequências ainda piores do que o habitual.
            A alternativa de ter feito e fazer ainda mais cortes não vejo em que ajudava. Pelo exemplo do “sector social”, mais rentismo na saúde muito menos.

        • Senhor Paulo Marques –
          Podia insultá-lo porque nesta democracia não é ofensa . Na Ditadura era !…
          “Enquanto o pais responde alem de quase todos os outros” dito por si , é para rir mas vai chorar quando acordar . Pelo que diz suspeito que V. faça parte daqueles que durante 45 anos puseram ou deixaram por o País de tanga e que daqui a menos de 45 anos estará nu . Oculos habent et non videbunt .
          E depois daquilo que está a pensar , porque conheço o estilo . mostrar-lhe ia a minha ficha da Pide e em seguida vos diria aquilo que nunca ouviu nem gostaria de ouvir .
          S.V.P. leia a resposta dada ao auto psiquiatra Aguinaldo Faria .
          Note-se , Ponto Final
          (Assim , lamento , pois uso as folhas de couve que tenho na horta .. Não compro papel higiénico .
          Se não pusesse ponto final gostaria de saber qual a sua marca e como usa o papel higienico ?
          Da frente para trás ou ao contrário ..

    • Não conheço, felizmente, o autor desta diatribe idiota e inqualificável.

      Este, nem sei que qualificativo hei-de usar, aparenta ser, apenas, um boy do PS, daqueles que são pagos, pelo nosso dinheiro, para fazerem a propaganda do Toninho das Mentiras, também conhecido por Costinha das Aldrabices, e colegas.

      Ele saberá quantos profissionais de saúde estão mesmo infectados, quantos estão em UCI’s em decúbito ventral e risco, mesmo, de morrer?

      Ele sabe quantas pessoas, de todas as categorias profissionais, na saúde, andam a trabalhar, arriscando as vidas, porque não há materiais de protecção em qualidade e quantidade suficientes?

      Eu posso responder às duas perguntas, de forma qualitativa, à primeira dizendo que são bem mais do que aqueles que são ditos e à segunda dizendo que são TODOS!

      E isto num país, quem um País é uma coisa diferente, em que os responsáveis governamentais, tipo Desgraças Feitas, vêm primeiro dizer que “o risco de contaminação entre humanos é muito baixo” e que “a probabilidade de o vírus cá chegar é muito reduzida” e que era uma chatice terem-lhe fechado a escola das netas, ou então tipo O Mar Ta Tremido, vêm exigir, dos privados e só dos privados, equipas espelho que, por exemplo, não existiam, não existem e não existirão nos departamentos públicos.

      Para não falar claro, no Toninho das Mentiras, também conhecido por Costinha das Aldrabices, que jurava a pés jumtos, mentindo como lhe é habitual, que “estamos preparados” e que “não faltou nada no SNS e não é credível que venha a faltar, mesmo nas piores circunstâncias”.

      Isto, antes de inaugurar, com pompa e circunstância merdosas, uma reles camarata, com menos condições que os Mezaninos da E.P.I., em Mafra, sim que a Caserna da Capela, ao pé daquilo, era um hotel de luxo, a que chamou Hospital de Campanha.

      Em vez do discurso bacoco e da sessão de propaganda televisiva em que o Dr. Goebbels se reconheceria, eu preferia saber qual a dimensão das instalações sanitárias, para aquelas camas todas, ou qual o equipamento disponível (se é que existe algum) para providenciar refeições.

      E, já agora, ver algum MATERIAL MÉDICO  já instalado e ser informado de qual é que viria em seguida e quando é que iria ser montado e onde é que há o pessoal necessário para colocar “aquilo” a trabalhar.

      É que um conjunto de camas e de mesas de apoio, por muito que estejam arrumadas com precisão militar, não transformam uma qualquer instalação num hospital, mesmo de campanha.

      Mas eu até acho que, Goebellianamente, se é que a palavra existe, “aquilo” não foi feito para trabalhar, foi só criado para aparecer na televisão.

      Pelo amor de Deus, o autor deste malfadado texto, em vez de andar a tecer loas ao governo poderia ser voluntário para trabalhar como auxiliar num Hospital. Mesmo que haja coisas que ele não saiba e/ou não possa fazer, haverá outras em que poderia colaborar, tipo conduzir macas, levar zaragatoas ao Laboratório, trazer resultados, ir buscar medicação, limpar o chão, etc..

      Talvez assim ganhasse, primeiro, algum respeito por quem arrisca a vida e, segundo, alguma consciência da realidade.

      Mas, decerto, não é para isso que lhe pagam, quase que aposto com o nosso dinheiro.

      PS – Para que se conste e não se julgue que o que digo é por motivos pessoais, eu não sou Profissional de Saúde.

  2. Inteiramente de acordo!. Estes médicos e enfermeiro, bastonários das ordens e presidente do SIM – Miguel Guimarães, Ana Rita Cavaco e Roque -, têm um comportamento de incendiários, que não fazem e têm raiva (… para não dizer algo mais grave) a quem trabalha! Mas se estivessem calados já faziam muito.
    Deixem que quem trabalha dia e noite, sem horas de descanso e do conforto familiar, não os incomodem – médicos, enfermeiros, forças policiais e de segurança, tanta gente boa a dar o seu melhor pelos portugueses e por Portugal. A história há-de fazer o seu trabalho, e; como diz o povo, dos fracos não reza a história.

    • Por um lado a solidariedade dos portugueses aflorou com grande empenho; do outro lado gente sem qualificação possível, oportunisticamente, espalha o terror para tirar proveito da situação nomeadamente junto dos mais vulneráveis e ignorantes que não vão saber descodificar estas mensagens – a saber os autores são, Marques Mendes, bastonário da ordem dos médicos e bastonário da ordem dos enfermeiros – é aí que reside a questão.

  3. Totalmente de acordo com o autor do artigo. E mais sr Santos. O Costa também deve ser culpado da gripe Espanhola.

  4. Quanto ao autor do texto (não sei se é jornalista) não tinha necessidade de vir apontar o dedo, porque se por um lado vem em defesa do governo, por outro está a acirrar quem não tem mais nada que fazer do que apontar defeitos.
    Por outro lado, está a cometer o mesmo erro, ao apontar o dedo ao Marcelo Rebelo de Sousa, erro esse que critica às outras entidades. Sejamos coerentes, pelo menos! Todos temos direito a uma opinião, digo OPINIÃO, não ACUSAÇÃO nesta fase e pior se não estamos dentro do convento!!
    Se é jornalista, pressupondo que tem capacidade de análise política, sabe que o Marcelo de Sousa é um homem de consensos, e quer queiramos quer não a maioria do povo português ouve-o! Sabe como ninguém, controlar os exageros das diversas facções políticas e socias! Se adoece, quem nos lidera, quem fala pela unidade do país?
    Sejamos inteligentes, a História ensina-nos que um povo sem um verdadeiro líder não vai a lado nenhum!

  5. Para os mais distraídos e defensores do PR e PM, lembro que Portugal está com o número mais elevado de infetados por cada 100 mil habitantes no mesmo período de tempo. Talvez os tais “Oportunistas” tenham alguma razão.
    #ficaemcasa

  6. Como é que Portugal empobreceu imenso nos últimos 25 anos se o pib per capita em Portugal em 2018 foi 5 mil euros superior ao que foi em 1994? :s

    • Lamento meu caro . Mas é o que nos diz o Relatorio do Banco de Portugal de Outubro de 2019 . Meu Caro , cuidado com <as medias . Conhece a velha historia de haver 2 maças . Eu como as duas , e V. nada . O consumo médio é de 50% . E você comeu uma ?'??
      A historia é velha . Faça uma comparação entre nós e os paises mais ricos da Europa .e não se masturbe com os numeros .
      Não se zangue porque eu poderia ter feito a mesma pergunta , Um abraço amigo .

      • Ah, a masturbação dos números… a masturbação dos números apresenta-nos um mundo diferente dos relatórios do Banco de Portugal, porque revelam MAIS e MELHORES aspectos da vida e do quotidiano.

        O que o Relatório do Banco de Portugal de Outubro de 2019 diz é que não houve convergência entre Portugal (e outros países) com a média de UE. O o Relatório do Banco de Portugal de Outubro de 2019 trata precisamente de médias.

        Ora, porém…

        Como é que Portugal empobreceu se em 1995 apenas 12% das famílias portuguesas tinham micro-ondas e segundo os últimos dados hoje são 89%, 58% tinham aspirador e hoje são 84%, se 73% tinham máquina de lavar roupa e hoje são 97%, se apenas 13% tinham máquina de lavar louça e hoje são 52%, se em 2000 nem metade das famílias portuguesas tinham 1 telemóvel e 9\10 hoje têm, e há 6x mais famílias com computadores do que havia em 1995?

        Além disso, como é que Portugal empobreceu desde 1995 se hoje publicamos mais de 10x artigos em revistas científicas internacionais do que fazíamos em 1995?

        Como é que Portugal empobreceu se em 1995 havia 341 habitantes por médico e hoje há 191, e se havia 7 mil (!) habitantes por médico dentista e hoje há cerca de mil habitantes por dentista, se havia 292 habitantes por enfermeiro e hoje há 139, se havia 1500 por farmacêuticos e hoje há 760, o que significa que hoje há mais 25 mil médicos do que havia em 1995, há mais 8700 dentistas, o dobro dos enfermeiros e 5 mil mais farmacêuticos?
        É claro que o aumento exponencial foi cair para os privados, ainda que o SNS tenha melhores números do que apresentava em 1995 – aliás Portugal é o 3º país da Europa com mais médicos por mil habitantes, o que revela apenas e só que se houvesse melhor distribuição regional de médicos no SNS, ainda melhores números decerto apresentaria Portugal.

        Como é que Portugal empobreceu se em 1995, 59% da população portuguesa era servida por sistemas de drenagem e hoje são 81%? Portugal têm duas vezes mais estações de tratamento de águas residuais do que tinha em 1995. A não ser que a qualidade de água não seja importante.

        Como é que Portugal empobreceu se desceu 5 pontos no índice de Gini em 25 anos (apesar de tudo o que é escrito e dito, a desigualdade social hoje em dia é menor do que era em 1995)?

        Como é que Portugal empobreceu se a esperança de vida aumentou 7 anos para os homens e 5 anos para as mulheres em 25 anos? Como é que Portugal empobreceu se a taxa de mortalidade infantil desceu mais de 4 pontos, atingindo números japoneses?

        Como é que Portugal empobreceu se exporta mais 12% do que exportava em 1995?

        Como é que Portugal empobreceu se nunca na sua história teve tantos campeões europeus, mundiais e olímpicos em actividade e em simultâneo em múltiplos desportos?

        Como é que Portugal empobreceu se em 2018 foi o 5º país da UE e o 6º do mundo com melhor taxa de transplantes de rim? Como é que Portugal empobreceu se em 2018 foi o 6º país do mundo com melhor taxa de transplantes do fígado?

        Como é que Portugal empobreceu se o próprio Relatório do Banco de Portugal de Outubro de 2019 diz que houve uma REAL melhoria das condições de vida das regiões com menor rendimento o que traduz uma REAL redução das assimetrias regionais portuguesas?

        Se há alguma coisa que se deve falar em termos económicos é que as regiões portuguesas mais prósperas estagnaram ou perderam competitividade/produtividade em relação ao resto da Europa, como o próprio relatório indica. Quanto a tudo o resto, há um MUNDO de diferença de qualidade de vida em Portugal entre 1995 e hoje que o relatório do Banco de Portugal simplesmente não compreende e não, Portugal factualmente não empobreceu.

        Como é que um país empobrece se tem mais acessos a cuidadores de saúde e aumenta a esperança de vida?

        O facto de a Alemanha se ter enriquecido com o Euro não é sinónimo que a vida dos portugueses em diversos aspectos não tenha melhorado significativamente em 25 anos.

        Nos anos 1990 em Lisboa ainda havia barracas pela 2ª circular e as falhas de energia eram bastante mais frequentes.

        Portugal não convergiu grande coisa e não conseguimos aproximarmo-nos muito da riqueza média da UE desde 1995, é certo e verdade. Não questiono isso, não demos o salto económico.

        Mas temos MELHORES condições gerais de vida, do quotidiano, a nível nacional/insular? Inquestionavelmente, sim.

        Se estamos hoje MUITO melhor preparados no SNS para lutarmos contra o coronavirus do que estaríamos em 1995? Inquestionavelmente, sim.

        A memória é uma coisa terrível.

        • Meu Caro Roque .
          Portugal e a Irlanda estiveram ambos na destrutiva “troika” . A Irlanda está hoje entre os paises desenvolvidos e já contribui para a CEE ”… O subdesenvolvido Portugal com a “bandeja na mão ” continua a mendigar a gorgeta … E , grosso modo , Estado , Empresas e Particulares , com uma divida a caminho dos 800 mil milhões de euros . Dezenas de milhares de salários penhorados . Uma pressão fiscal sufocante inibidora de qualquer desenvolvimento . Portugal já desbaratou igual importância doada pela CEE .
          Por estarmos financeiramente e economicamente falidos , para a nossa sobrevivência , já não será possível conseguir o ciclo ” poupança-investimento-emprego-consumo + poupança … ) . Natalidade zero . Um POVO em vias de extinção . Educação e Segurança : O filho bate no pai e este no Professor e o Policia que não se meta senão leva dos dois !…
          Fala-me de uma minoria privilegiada . Na maioria , alguns apenas com uma aparente e sufocante melhoria de vida . Empobrecemos relativamente desde 1953. Incrível .(excepção no inicio da adesão à CEE) . Felizmente já cá não estou para ver o que lhe vai acontecer nos próximos 25 anos . A não ser que haja um outro milagre de Fátima ..
          Passamos pela vergonha de nem luvas (etc…) sabemos produzir …
          E onde está a experiência do antigo Hospital do Ultramar ? Até os cubanos exportam medicina .
          Alem de não saber nos antecipar ao virus , tambem não soubemos aproveitar as actuais hipoteses de investimento com rentabilidade imediata com os equipamentos de detecção e protecção .
          Já 2 Ministros holandeses nos criticaram e com razão . Costa fez o papel de “virgem ofendida” e subiu nas sondagens acima de Marcelo !.. Quo Vadis Portugal ?

  7. Totalmente de acordo.
    Em tempo de guerra qual era o destino dos traidores? E não estamos em guerra ?
    Esses três e mais uma mão cheia ,deviam seguir para tribunal marcial !
    São verdadeiros incendiários !

    • Meu caro , a quarentena faz-lhe muito mal . Apanhe ar pois parece já estar com sintomas .
      Traidores ? Tribunal marcial ? Mas ainda hoje a DGSaude disse bem deles com elogios e agradecimentos !…
      E em relação ao autor do poist , assim pela boca morre o peixe .
      Este post prova a opinião dos especialistas de que a saude mental dos portugueses atinge já uma percentagem assustadora , pelo que não voltarei a este post .

    • Penso que é pura perda de tempo responder ao Sr. Santos. O diálogo só é útil quando ocorre entre pessoas equilibradas e sensatas. As plataformas digitais contribuem para o debate sobre os problemas se não servirem para cada um despejar as suas frustrações, ódios e preconceitos.

  8. Schiii!

    Nota. Ó Carlinhos, não te cansas tu? Tu, tu-tu e os teus posts de merda, e os do Vassalo deveraim ser acompanhados de bolinha vermelha. Há por aí na blogosfera um tipo esperto que vos topou, toma lá em estéreo.

    […]

    Adenda. E por falar em palhaços, tens seguido o frenesim do Aspirina B? Ele é o Valupi que anda ainda mais doidona a lamber a tomatada do PS, a Penélope e a guida-que-não-dá-uma-para-a-caixa a darem de beber a dez milhões de portugueses. Diz lá se os posts do Aspirina B não parecem agora, ainda mais, delicados capítulos da Arte De Bem Bro**** A Toda A Boca? E em sessões contínuas como no escurinho do Olimpia, é claro que tudo a bem do turismo do Fernando Medina e dos hoteis da mulher do ministro Siza Vieira…

    [boca], xis.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.