Calças o 37 ou o 38?

(In Blog O Jumento, 09/09/2019)

Esta mania de os políticos irem aos mercados receber banhos de multidão começa a ser preocupante, como se viu no espetáculo triste recentemente proporcionado pela líder do CDS? O espetáculo deprimente proporciona mais uns minutos de tempo de antena, mas não há um único português que mude de voto porque levou um beijinho de um líder de um partido entre as batatas e os pimentos.

O que estes espetáculos estão proporcionando é uma imagem triste dos nossos políticos. Todos sabemos que os mercados não deverão ser o forte da líder do CDS e que o tratamento por tu não será a sua norma de comportamento e muito menos com comerciantes.

Ver um comerciante berrar para saber onde está a “Assunção” de pois meter-lhe o braço por cima, conduzindo-a para a banca para lhe vender uns ténis, perguntando-lhe “calças o 37 ou o 38” proporcionam uma imagem muito triste de um político.

Pode ser muito popular, pode ser politicamente correto, mas se para se ser primeiro-ministro a qualidade que se exige é descer desta forma, permitindo a um comerciante um tratamento que ninguém permite isso significa rebaixar o nível da classe política. Compreende-se o desespero da líder que um dia se gabava de ser o terceiro partido e que agora sujeita-se a tudo para não ficar atrás do PAN, não se importando de atirar a imagem dos políticos para a sarjeta.

Esta imagem não condiz em nada com a de uma política que apesar de se a líder partidária mais jovem dá mostras de já ter nascido velha. Ainda há poucos dias víamos uma Assunção Cristas que nos debates quase nem mexia a cabeça para não estragar um penteado que parecia ser uma homenagem a alguma bisavó. A imagem proporcionada pela líder do CDS não é a imagem de nenhum dirigente político deste país, é uma imagem que a líder do CDS tem do que deverá ser um político popular, o que é lamentável porque ela de popular nada teve, de uma política de baixo nível talvez…


Fonte aqui

Advertisements

3 pensamentos sobre “Calças o 37 ou o 38?

  1. A Srª é uma convencida, uma arrogante, brega desdenhosa, pensando-se ser o que não é! Imagine-se se porventura algum dia fosse primeira ministra, seria pior que Salazar! Na minha terra é hábito dizer-se; «não peças a quem pediu, nem sirvas a quem serviu». No fundo nem esperta é, porque se fosse já se teria apercebido que o Povo a detesta e nem sequer respeito merece, ouvi-la agora e, sabermos o que ela disse e fez enquanto governo é tão apalhaçada que dá dó.

  2. CDS, partido irrelevante na cena politica em Portugal…nem percam tempo com esse pertideco das direitas saudosistas….salazarentas….

  3. “levou um beijinho de um líder de um partido entre as batatas e os pimentos.” esta irrelevante nulidade nem com um beijinho entre os tomates me levava à certa.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.