As televisões, a greve e o caos

(Eldad Manuel Neto, 11/08/2019)

1- O conteúdo massacrante das notícias das televisões é um exercício pérfido e tendencioso deturpador da realidade. A grande maioria dos postos tem combustível e só um pequeno número aguarda reabastecimento.

2- 90% dos postos estão a abastecer os clientes. O clima geral é de normalidade e tranquilo. No entanto as Tvs bombardeiam com a notícia de 10% das bombas já não possuírem combustível.

3- Hoje ninguém tem dúvidas sobre a oportunidade e reais intenções dos principais protagonistas desta greve: aproveitar cirurgicamente as vésperas dumas eleições, semear a intranquilidade, lançar o caos e provocar danos de dimensão gigantesca ao País e aos Portugueses. Danos de dimensão totalmente desproporcionada e de difícil reparação.

4- Se alguma dúvida restasse sobre os propósitos desta greve bastará observar as posições dos partidos da direita parlamentar para percebermos o dissimulado apoio que prestam à anunciada greve.

5- Sempre aprovaram leis que prejudicaram seriamente os interesses de quem trabalha. Aprovaram cortes nos subsídios, votaram contra o salário mínimo e vêm agora, em Pilatico exercício, estender a mão aos desprotegidos grevistas!!!

6- Tornou-se evidente que os partidos da direita estavam preparados para, em face do caos, da instabilidade e da perturbação geral do País, sairem a terreiro a zurzir no governo, a capitalizar o descontentamento geral e, qual cereja em cima do bolo, a reclamar a alteração da Lei da Greve!

7- As Televisões desempenham um importante papel na contribuição de climas e retratos da realidade que, muitas vezes, abalam consciências menos prevenidas recorrendo à trafulhice panfletária e, não raras vezes, à difusão de falsidades. Assim, permanentemente, atacam a credibilidade de políticos, difundem um pretenso caos no Serviço Nacional de Saúde, na direção da Proteção Civil, nos Registos e nos Tribunais mais parecendo que vivemos num país à beira da tragédia colectiva.

8- Apesar dos propósitos e conjugados esforços dos profetas da desgraça as sondagens dão à direita parlamentar 25 a 27% dos votos dos portugueses adivinhando-se a sua estrondosa derrota eleitoral.

9- Os comentadores de serviço bem se esforçam por socavar a imagem genericamente positiva que os portugueses têm da Geringonça. Mas a Geringonça funcionou. E o povo quer que continue a funcionar.

10- Já agora sublinho uma das últimas leis aprovadas no Parlamento por proposta do PCP. São as novas regras e estrangulamentos legais das penhoras e execuções sobre a casa morada de família protegendo as famílias em dificuldades financeiras . A este tema voltarei, dada a sua importância.

Advertisements

15 pensamentos sobre “As televisões, a greve e o caos

  1. Esta geração é pacífica. A questão dos salários dos Srs. motoristas e não só precisa de ser mais transparente, pelo que veio a público recebem um valor mas declaram outro inferior , ajuda de forma aparente o patrão e o trabalhador.

    Mas vistas bem as coisas não ajuda o trabalhador e deixa o patrão num enquadramento de fraude fiscal.

    Moral da história, faz com que haja desigualdade no pagamento que é devido à segurança social , em função do rendimento aufetido, que assim sendo não é contabilizado.

    Estes esquemas , podiam ser resolvidos , com a redução da carga fiscal, isto do meu ponto de vista ecom o devido respeito por quem está preparado para pensar este assunto.

    José Moreno

  2. URGENTE (18:45).

    Nota. Daqui a pouco o PM-mas-pouco, António Costa, vai impor a requisição civil aos trabalhadores dos camiões de matérias perigosas (sobre o clima destes últimos dias e a agenda eletoral, os idiotas dos estrategas do PS/Galp e os seus boys dessiminados pela Antram deram barraca mais uma vez, e quiseram encontrar um culpado o Pardal e os dois sindicatos que o seguem deram-lhe cabo dos cornos). Enfim, é sempre ternurento ver um tipo do Partido Socialista pegar o boi pelos cornos, devidamente aprumado pelos seus gabinetes de imagem e cheio de ideologia para se dirigir aos matarruanos deste desgraçado país com um ar grave (no caso do António Costa há sempre a suspeita sobre se se deixará trair pelo ar abananado que o persegue) e sério… Recordemos, alguns happenings mais ou menos recentes que ficaram para a História de Portugal em Disparates.

    • Nota. Editorial da Ana Sá Lopes hoje, no P. em papel, está ali quase tudo o que acho (li-o de manhã e resume excelentemente o cenário inventado pelos estrategas do PS durante estes últimos dias)… Em política há malta voluntária e eternamente encornada, paciência.

      Agit-prop sem vergonha nenhuma

      Quem passou o ver notícias assistiu provavelmente à mais acabada operação de agitação e propaganda de um governo fim-de-semana a
      tendo como pano de fundo uma greve
      de camionistas. A programação
      milimétrica da operação de agit-prop
      — com vista à conquista do eleitorado
      da direita órfã e obtenção de um
      propulsor para a maioria absoluta —
      demonstra um tacticismo que pode
      funcionar em termos eleitorais mas
      que, de caminho, atira para o lixo
      bebés e água do banho. A ala esquerda
      do PS, protagonizada pelo ministro
      das Infra-estruturas, Pedro Nuno
      Santos, acabou de cometer suicídio e
      parece que não percebeu. Estas coisas
      pagam-se caro, com juros, mais tarde
      ou mais cedo.

      A demonização do sindicato dos
      motoristas (aliás, também feita pelo
      PCP, que os culpa pelo pontapé no
      direito à greve a que acabámos de
      assistir) por quem sempre se sentou à
      mesa dos ricos e poderosos é um traço
      populista de quem sabe que há classes
      que se pode humilhar e outras que
      não. Gente que quando está doente
      ou se reforma recebe menos de 600
      euros por mês é evidente que se pode
      humilhar. E o povo, confundido com
      recibos com horas extraordinárias e
      outras componentes salariais, anda
      confuso e tende a gostar da
      autoridade — e todo o populismo
      nasce aqui, entre o “é por nós” ou “é
      contra nós”.

      Tudo o que se passou nesta semana
      intensa, com declarações de serviços
      máximos, recursos à Procuradoria-
      -Geral da República, conferências de
      imprensa, visou criar o pânico e o
      ódio na opinião pública contra o
      sindicato selvagem. Seguiu-se no
      sábado o Conselho de Ministros em
      mangas de camisa, a reunião da
      Protecção Civil, depois a ida de
      António Costa à Entidade Nacional
      para o Sector Energético,
      a conversa telefónica com o general
      com quem hoje se vai reunir, e, como
      cereja, a declaração ameaçadora de
      que o não cumprimento da requisição
      civil é crime: “A violação da requisição
      civil constitui um crime de
      desobediência.”

      Temos homem, homem da
      autoridade e da ordem — como dizia
      Vasco Pulido Valente neste sábado no
      PÚBLICO. Talvez fosse isto que Costa
      eleitoralmente precisava depois do
      slogan das “contas certas”. Mas
      submeter tudo a estratégias eleitorais,
      tentando mimetizar Cavaco e Sócrates
      (antes de terem entrado em desgraça),
      é poucochinho para aquele que era o
      grande líder do “PS de esquerda”,
      versão 2014/2015.

      A propósito de Sócrates: Pedro Silva
      Pereira, o homem menos dotado do
      país — vivia praticamente ao lado de
      Sócrates, até ao Æm defendeu-o
      caninamente e nunca percebeu nada
      —, foi premiado com uma
      vice-presidência do Parlamento
      Europeu. Enquanto isto, o povo do PS,
      que ignorou ou quis ignorar o caso
      Sócrates, exalta-se com o advogado
      dos camionistas. Uma tristeza.

      Fonte: P., 12.8.2019, p. 8.

      • Adenda. Ah, vi agora que o Valulupi no Aspirina B mordeu mais uma vez o osso (o tipo não percebe o ridículo que demonstra ser: hoje sobram-lhe três comentários + um da Penélope que, de seriedade intelectual pelo menos, tem as unhas… Coitados!).

        Referência de merda
        12 Agosto 2019 às 15:24 por Valupi 4 Comentários

        Penélope
        12 de Agosto de 2019 às 17:29

        Fui ler. Mas que salsada. Esta mulher não bate bem.

      • Referência de merda
        12 Agosto 2019 às 15:24 por Valupi 8 Comentários , na verdade seis!

        Joaquim Camacho em Referência de merda
        M. G. P. Mendes em Referência de merda
        jose neves em Referência de merda, coitado do velhinho… anda está grogue com o sôtor José Preto!
        Manojas em Referência de merda
        Penélope em Referência de merda
        José Carlos em Referência de merda
        jpferra em Referência de merda
        yo em Referência de merda, não.

        Nota. Top do alcoolismo blogosférico em #Portugal, actualização.

        • A propósito de Sócrates: Pedro Silva
          Pereira, o homem menos dotado do
          país — vivia praticamente ao lado de
          Sócrates, até ao fim defendeu-o
          caninamente e nunca percebeu nada
          —, foi premiado com uma
          vice-presidência do Parlamento
          Europeu. Enquanto isto, o povo do PS,
          que ignorou ou quis ignorar o caso
          Sócrates, exalta-se com o advogado
          dos camionistas. Uma tristeza.

          versus

          O desvairo é tamanho, a estupidez é tanta, a pulsão do ódio atinge tal nível, que chega a fazer de Pedro Silva Pereira, tranquilamente um dos mais bem preparados políticos da história da democracia portuguesa [eheheheheheh!], uma caricatura onde apenas se reconhece a impotência e putrefacção da própria autora.

          ______

          José Carlos
          12 de Agosto de 2019 às 16:51

          “Pedro Silva Pereira, tranquilamente um dos mais bem preparados políticos da história da democracia portuguesa” fds ia-me cuspindo todo! xD

          LOL

  3. É, a direita é nojenta, vem o Costa que é evidentemente de esquerda mais os socialistas do governo socialista, toma posição a favor dos patrões, decreta serviços máximos, põe a polícia e a GNR aos milhares nas estradas e, pasme-se, o exército, mas a direita é nojenta! Qual direita, a do CDS, a do PSD ou a do PS?

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.