BASTA!!!!!

(Por Carlos Esperança, 16/05/2019)

Manuel Clemente

(Uma vergonha esta Igreja que apoia os fascistas e direitolas de todas as cores.( Ver notícia aqui ) . Mas ainda bem que mostram quem são e ao que vêm. Podem ter retirado a mensagem do Facebook. Mas tem ao seu dispor mais de 3000 pulpitos para, nas homilias dominicais, darem aos fiéis a indicação de quais os quadradinhos que podem picar para não hipotecarem o seu lugar no Céu. 🙂

Comentário da Estátua de Sal, 16/05/2019)


O Sr. Manuel José Macário do Nascimento Cardeal Clemente [nome canónico] não é um mero clérigo de parca inteligência, medíocre entendimento e alarve. É um talibã romano dedicado à política, seja na defesa dos colégios amarelos ou a bolçar ódio contra a democracia. Não é um solípede, sem bridão, à solta na Internet, é um fascista purpurado que odeia a democracia.

Não se adivinhava que, sendo presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, viesse a fazer campanha nas eleições europeias, ao assumir o ideário fascista, na defesa de um partido racista, xenófobo e trauliteiro, vinculando a sua Igreja no apoio ao mais reacionário de todos os partidos, ao mais assumidamente fascista.Esta Eminência é um veículo litúrgico em rota de colisão com a democracia. Basta!

Uma vergonha. Mas ainda bem que mostram quem são e quem apoiam
Advertisements

5 pensamentos sobre “BASTA!!!!!

  1. Como disse (e muito bem) o Sr. Dr. Jovem Conservador de Direita sobre esta… coisa, para a Igreja Católica a vida é muito preciosa desde que não esteja a bordo de um barco a atravessar o Mediterrâneo. Fica tudo dito, basicamente.
    A Igreja Católica, tal como o resto da sociedade, está a braços com uma minoria de radicais cujo objectivo final é o recuo da civilização de volta à época de ouro da Igreja Católica, estranhamente conhecida pelo resto da população como a “Idade das Trevas”, vá se lá saber porquê…
    A coisa está tão grave que perante um Papa que, ironicamente, é mais católico num Sábado de manhã que o resto da escumalha que o rodeia em todas as suas vidinhas miseráveis, os fachos de serviço na Europa já começaram até a instigar um golpe de estado nesse sentido (se é que tal coisa é mesmo possível). Salvini, esse referencial de rectitude e honestidade, já afirmou que o Papa dele era o outro, aquele que gosta de andar com os chapéus vermelhos gigantes e que tresanda a “Handmaid’s Tale”. Ao que a coisa chegou! E com esta publicação vê-se bem para que lado a Igreja Católica em Portugal está a pender…
    Para estes nabos não há desigualdade económica, aquecimento global ou perda de diversidade. Isso são tudo “histórias” da esquerdalhada para acabar com a Igreja Católica, curiosamente uma instituição baseada num livro de… histórias. Como se fosse preciso um esforço concertado para eliminar a religião da sociedade… Disse-o à uma década atrás e volto a reforçar: a primeira baixa na Era da Informação vai ser (é) a religião. Não só a Católica como todas as suas variantes e outras fantasias humanas, como o Islão e o Judaísmo.
    A ignorância da população sempre foi o estrume fundamental que permitiu a qualquer religião penetrar e proliferar nas sociedades humanas. Removendo este elemento é como cortar as raízes a uma árvore. A base da crença religiosa assenta na premissa que o deus “deles” é único e responsável por toda a criação. Ora qual é a religião que sobrevive quando hoje em dia qualquer criança, quando confrontada com este tipo de afirmações nas suas sessões semanais de lavagem cerebral (que em Portugal chamamos catequese e missa) conseguem manter-se fiel perante o facto de existirem milhares de outras religiões a insistirem no mesmo facto? A multiplicidade de religiões no mundo é o maior inimigo de qualquer religião individual. Antigamente só quem tinha a sorte de ser criado num contexto minimamente culto que permitisse o desenvolvimento de espírito crítico é que tinha oportunidade de se livrar deste engodo. Hoje qualquer miúdo com o smartphone usado do pai acede em segundos a quantidades de informação que à meros 20 anos atrás eram impossíveis. De um lado temos os catecismos de capa amarela e a cheirar a bolor, do outro estão Pentabytes de informação a desacreditá-lo (em várias línguas e tudo) ao alcance de meia dúzia de “swipes”. A derrota da religião é uma questão de tempo.
    Resta ao resto da população inteligente garantir que este tipo de derivas fascistas não serão esquecidas nem passarão impunes. Eles estão simplesmente a navegar esta onda conservadora que parece estar a atravessar o mundo ocidental, apesar da média de idades dos apoiantes destas ideologias ser cerca de 85 anos. Os próximos anos irão ditar quem vai sobreviver. Porque enquanto os “católicos” olham para este mapa para saber quais os partidos que partilham a suas fantasias, eu e muitos mais estamos antes a notar quais deles se estão a colocar no lado errado da sobrevivência humana (ironicamente mais uma vez). Porque a cada ano que passa morrem tantos apoiantes do Chega quantos apoiantes do PAN chegam à idade de votar. A dúvida está em saber se esta viragem vai acontecer rápido o suficiente para salvar a população (que mais uma vez, e ironicamente pela 3ª vez, inclui estes tansos também!) das catástrofes ambientais que se avizinham.

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.