Presidente da Associação Sindical de Juízes é coautor de acórdão da ″sedução mútua″

(In Diário de Notícias, 22/09/2018)

(Mais uma alarvidade de um juiz: violar alguém em estado de inconsciência não é grave diz o ilustre troglodita. Mas que raio de gente é esta que colocámos no papel de julgadores? Pode uma sociedade ser julgada por gente que perfilha estes valores, estas ideias? Não pode e não deve. É gente primitiva que em vez da toga devia vestir a tanga de pele dos primitivos cavernícolas. 

E, ainda por cima, é Presidente da Associação Sindical dos Juízes, ou seja é, de alguma forma, reconhecido pelos seus pares e suponho que eleito. Se tal significar que a classe partilha os mesmos valores deste espécime, o melhor é corrê-los a todos à vassourada.

Algo está mal no reino da Justiça da Lusitânia.

Estátua de Sal, 22/09/2018)


Manuel Soares assinou a decisão que considera de “baixa ilicitude” a violação de uma jovem, quando inconsciente, por dois funcionários de uma discoteca de Gaia…

Continuar a ler notícia aqui: Presidente da Associação Sindical de Juízes é coautor de acórdão da ″sedução mútua″

Advertisements

Um pensamento sobre “Presidente da Associação Sindical de Juízes é coautor de acórdão da ″sedução mútua″

Deixar uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.