Histórias do PS – Como Sócrates chegou ao Poder

(Dieter Dellinger, 09/08/2018)

socrates_feitio

(Como diz o melífluo Lobo Xavier num dos separadores da Quadratura do Círculo, “há aqui muitas histórias mal contadas”. Sim, há muitas histórias por saber e por contar sobre a política portuguesa das últimas décadas. Este artigo ajuda a esclarecer alguns detalhes de acontecimentos que, vistos de fora, não foram, à época, muito bem entendidos. Mas que, vistos de dentro, ficam claramente elucidados em termos da sua ocorrência e posterior desenvolvimento. 

Se outra não tivesse, advirá dessa elucidação a valia deste texto. Obrigado Dieter.

Comentário da Estátua, 09/08/2018) 


Quando o então PM Guterres se demitiu da chefia do governo e da liderança do PS, Mário Soares era deputado ao Parlamento Europeu e foi com os outros deputados do PS ao PE, António Campos e Sérgio Sousa Pinto, ao gabinete do então comissário Vitorino para saber o que ele pensava. Vitorino colocou-se fora da corrida.

Ferro Rodrigues tinha ficado como Secretário-Geral do PS e estava também a ser vítima dos magistrados que colocaram o nome do político no processo Casa Pia porque Paulo Pedroso tinha sido assistente de Ferro Rodrigues quando este era professor no ISEC e alguém escrevinhou um reles papel sem assinatura a dizer que Ferro Rodrigues estaria implicado e o reles juiz de instrução, sabendo que isso não era verdade deixou que o papel fosse para o processo.

Mário Soares compreendeu que estava em causa uma operação contra o PS que, por falta de provas contra Paulo Pedroso, os juízes foram obrigados a condenar outras pessoas que nada tinham a ver com a política e, talvez, nunca foram pedófilos como se está a provar agora. Os ditos miúdos foram “indemnizados” (comprados) com boas quantias, pelo que disseram tudo o que queriam que dissessem.

Soares ficou aborrecido com a demissão de Guterres e disse que foi uma pena perder-se uma pessoa tão qualificada com uma vasta cultura e uma capacidade oratória notável e gritava no gabinete de Vitorino que era preciso encontrar um SG de qualidade e com mau feitio, isto é, capaz de se impor, digam o que disserem dele.

Guterres tinha um defeito, acrescentou, é uma pessoa boa demais. Não é capaz de se vingar dos que o atacam é um verdadeiro cristão e dá a outra face, precisamos de alguém com qualidades e que tenha mau feitio e saiba impor-se, principalmente na administração pública em que muita gente julga que a liberdade democrática é fazer o que se quer ou não fazer o que deve ser feito.

O Sérgio lembrou o nome de Sócrates e Soares ficou eufórico porque conhecia a determinação dele como Ministro do Ambiente. Combinaram meter-se num avião e vir jantar com o Sócrates num pequeno restaurante perto da Boca do Inferno em Cascais. O Soares estava a chegar ao restaurante quando ouviu na rádio que o filho João se tinha candidatado a SG do PS mas disse que apoiaria o Sócrates e que era o SG com o feitio e a necessária capacidade de ação, mas voltava para casa desesperado com atitude do filho. Jantou o António Campos e o Sérgio com o Sócrates garantindo-lhes o apoio do Mário Soares.

Na verdade, todos estavam de acordo que tinham o homem certo com todas as qualidades de um grande político e um péssimo feitio, capaz de ter fúrias quando aquilo que mandou fazer não é feito. E fez um notável trabalho no ambiente ao acabar com mais de 300 lixeiras a céu aberto, substituindo-as por poucas centrais de tratamento e compostagem de lixos que nenhum concelho queria receber e ter iniciado o reordenamento da costa portuguesa, mandando deitar abaixo milhares de construções clandestinas de enchiam as melhores praias do País.

O eng. Sócrates na Boca do Inferno não deixou que lhe repetissem a proposta e pôs-se logo a trabalhar com aquele vigor que tanto o caracterizou. Mal sabia que a prazo se iria meter num Inferno apesar do seu bom Governo, mas a magistratura não perdoa que alguém que ganhe eleições e venha da esquerda. Eles odeiam a democracia.

Sócrates era o homem de “mau feitio” que a Pátria necessitava, dado que até a Igreja Católica atacou o católico militante Guterres por não ter querido cumprir a Lei da Programação Militar, comprando submarinos, caças F-16 e novas armas automáticas para substituir as G-3. O major-general capelão das Forças Armadas tinha feito essa crítica numa entrevista à rádio. Anos depois, noutra entrevista, mostrou-se arrependido e disse que não competia à Igreja querer armas para matar pessoas. Foram generais e bispos que lhe encomendaram o sermão.

Depois, os fundadores almoçaram com ele num restaurante perto das Janelas Verdes para mostrar que as mais profundas bases do PS estavam com o jovem candidato.

Sócrates com a sua energia e imensa capacidade oratória e cultura política ganhou o Congresso e as eleições que se seguiram, apesar do o Santana Lopes ter inventado a intriga do Freeport através do seu chefe de gabinete mancomunado com dois pulhas, um inspetor da PJ e um deputado municipal do CDS do Montijo. Já não havia meios para meter Sócrates também no processo da Casa Pia que ficaria todo desacreditado, apesar de me dizerem que ainda tentaram com um escrito anónimo.

Anúncios

8 pensamentos sobre “Histórias do PS – Como Sócrates chegou ao Poder

  1. O instinto político e grande experiência de luta contra a ditadura onde expôs permanentemente a sua liberdade e até o perigo de vida faziam que tivesse um pressentimento imediato donde vinha, onde estava e o que pretendia qualquer ataque soez ao partido de que era o principal fundador.
    Ao contrário do idiota de Boliqueime que o proclamava por ignorância e vaidade Mário Soares, ele sim, raramente errou na sua apreciação política dos momentos críticos.
    Ele foi o primeiro a demonstrar o seu total e veemente apoio a Sócrates quando, finalmente, após muitas tentativas de o implicarem como corrupto em quase todos os actos e obras públicas novas e inovadoras que impunha para modernizar o país. A miséria moral e anti-patriota da ligação MP-cm-media foi tão intensa e orquestrada que levou muitos portugueses a acreditar nas patranhas que davam o homem como “corrupto” com poderes quase mágicos que lhe permitiam cometer e fazer tudo sozinho sem ninguém dar por nada nem pressentir nada enquanto conseguia tratar de fazer corrupção em tudo que tratava como governo. A parvoice mental da malta que papou todas as patranhas de “corrupção” atribuídas a Sócrates é tão louca e estúpida que ainda hoje o acusam de cometer corrupção nas obras do TGV e Novo-Aeroporto que nunca fez e que já hoje é substancial e vai ser monstruoso no futuro o prejuízo que a falta de tais obras vão acarretar ao país. Este sim um verdadeiro crime contra a Nação.
    Ele, Mário Soares, foi o primeiro no apoio incondicional a Sócrates e foi também o último e único que nunca se vergou à opinião fabricada pelos media a recado do MP. E tomou tal posição desde a primeira hora porque se apercebeu imediatamente que a questão escondida e que estava em jogo era o seu PS.
    Com Mário Soares não havia duvidas, ou ganhava o PS ou o MP mas a luta seria do tipo sem quartel.

    Gostar

  2. Uma parte da história de relativa relevância. Socrates preparou a candidatura com muita antecipação e nessa preparação teve um amigo estratega que se chama Armando Vara. Digam o que disserem sobre Vara, nunca deixará de ser inteligente e politicamente um bom estratega.

    Gostar

  3. Nunca vi uma notícia tão fantasista. Para bem governar então é preciso ser vaidoso, prepotente, mentiroso e ser mau feitio. E os magistrados é melhor despedir porque não gostam da democracia. Nunca vi tanta acorda misturada, com pitada a meias verdades, mitos, conversas de cabaré que ninguém consegue provar e porventura algumas verdades interpretadas ao sabor do vento partidário. E publicam-se histórias de erudição tendenciosa e só acredita mesmo quem quer, ou antes quem não quer ver e tapa os olhos. Cordiais cumprimentos. Eurico.

    Gostar

  4. “mas a magistratura não perdoa que alguém que ganhe eleições e venha da esquerda. Eles odeiam a democracia.“
    Material de primeira, o q o plumitivo anda a inalar!…
    Good stuff, if i may say so…

    Gostar

  5. GOSTAVA DE SABER SE É CONSCIENTEMENTE QUE OS COMENTADORES ANTERIORES CONSIDERAM O P.S.E OS DIRIGENTES REFERIDOS COMO SENDO GENTE DE “ESQUERDA”?

    Gostar

Obrigado pelo seu comentário. É sempre bem vindo.

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.